Publicidade

Linha AMD EPYC Embedded 9004 traz núcleos Zen 4 para redes e segurança

Por| Editado por Wallace Moté | 20 de Março de 2023 às 14h06

Link copiado!

Reprodução/AMD
Reprodução/AMD
Tudo sobre AMD

Quase 4 meses após agitar o mercado de servidores com a família EPYC 9004, a AMD traz agora os núcleos Zen 4 ao segmento de mercado conhecido como embedded, que preza por menor consumo, desempenho elevado para processamento de dados, recursos especiais, suporte prolongado e usos mais específicos, como redes, telecomunicações e segurança. Os novos AMD EPYC Embedded 9004 curiosamente compartilham da ficha técnica da linha tradicional, o que acaba modificando o propósito da geração anterior.

Os novos EPYC Embedded 9004 se destacam por contar com os núcleos Zen 4 da AMD, mesmos presentes na família Ryzen 7000, com fabricação na litografia de 5 nm da TSMC. Todos os modelos espelham a linha EPYC 9004 tradicional, oferecendo assim até 96 núcleos e 192 threads, clocks de até 3,8 GHz, até 384 MB de cache L3, 12 canais de memória com suporte a até 12 TB de RAM DDR5-4800 com correção de erros (ECC) e módulos registrados (RDIMM), além de configurações 1P (um soquete) e 2P (dois soquetes).

Continua após a publicidade

Fecha o pacote a conectividade avançada, incluindo 128 pistas PCIe 5.0 por soquete e protocolo CXL 1.1, que funciona sobre o PCIe para permitir o uso de periféricos de alta velocidade adicionais como mais memória e armazenamento, além de consumo de 200 W a 400 W — um salto considerável em relação à linha EPYC Embedded 3000, cujo consumo de alguns chips poderia ser limitado a 30 W, o que pode ser um problema para algumas empresas.

EPYC Embedded tem recursos exclusivos

Soluções que carregam o título de embedded (algo como "integrado", em tradução livre) miram em segmentos sensíveis ao consumo de energia, performance por Watt e principalmente ao suporte, já que serão atualizados menos vezes do que um desktop comum, por exemplo. Áreas como telecomunicações, gerenciamento de redes e sistemas de segurança são os tipos mais comuns de aplicação das soluções embedded.

Continua após a publicidade

Essas áreas também exigem recursos específicos que não estão presentes nas CPUs para servidores tradicionais, começando pelo chamado Non-Transparent Bridging (NTB, ou conexão não transparente, em tradução livre). A função permite que dois processadores possam trocar dados entre si, quase como se fossem um único chip, para garantir confiabilidade das informações sendo processadas.

Para segurança, além de boot seguro com suporte a encriptação de memória e de virtualização, as novidades contam com tecnologia Dual SPI, que possibilita o uso de um bootloader (o programa responsável por iniciar o sistema) customizado que permite autenticar e validar a BIOS, fornecendo uma camada adicional de proteção. Outro ponto interessante é a compatibilidade com módulos de memória NVDIMM-N, em que NV significa Non-Volatile (Não Volátil) — o mesmo "NV" que vemos em SSDs NVMe.

Como o nome sugere, esse tipo de módulo traz um chip de memória NAND (a usada em armazenamento, que não perde os dados quando fica sem energia) como backup para ocasiões de quedas do fornecimento de energia, garantindo assim tempo para que a máquina envie as informações presentes na RAM para o armazenamento, evitando a perda de dados importantes.

Continua após a publicidade

Vale destacar que há vários tipos de módulos NVDIMM, mas o NVDIMM-N é tido como um dos mais equilibrados para aplicações como as de plataformas embedded. O "N" no final indica que a DRAM (a memória RAM tradicional volátil) e a NAND estão em um mesmo módulo, garantindo taxas de transferência rápidas entre elas, além de um menor atraso (ou latência) no envio das informações.

Por fim, para o suporte, a AMD promete que a linha EPYC Embedded 9004 terá vida de 7 anos, dando a segurança de que os clientes que adquirirem uma dessas soluções só deverão ver a necessidade de atualizar os sistemas na virada da década, em 2030, quando uma nova família de CPUs deverá ser lançada.

Parceiros da AMD e disponibilidade

Continua após a publicidade

A família AMD EPYC Embedded 9004 já está disponível para empresas selecionadas em forma de amostra, com placa-mãe de referência, documentação e kit de ferramentas inclusos. A disponibilidade completa para todos os interessados deve acontecer já em abril.

Diversas parceiras devem oferecer sistemas baseados nos novos processadores nesse período, com destaque especial para a Advantech e a Siemens, mas também estão na lista ASUS, AIC, iBase, MSI, AEWIN e Giga Computing. Disponibilidade e integradoras de sistemas para o Brasil ainda não foram anunciadas.

Fonte: AnandTech