Tatsumi Kimishima é apontado como novo CEO da Nintendo

Por Redação | 14 de Setembro de 2015 às 08h56

A Nintendo agora tem um novo CEO. A empresa anunciou nesta segunda-feira (14) a nomeação de Tatsumi Kimishima, seu diretor de recursos humanos, para o cargo máximo da empresa, assumindo as operações globais da companhia após o falecimento de Satoru Iwata, em julho, vítima de um câncer.

A indicação do executivo para o cargo vai contra o que era esperado por analistas e fãs. Apesar da companhia não ter se pronunciado sobre o assunto nem ter dado nenhuma indicação sobre isso, muitos esperavam que Shigeru Miyamoto, o criador de Mario, Zelda e tantas outras franquias, ocupasse o cargo. Caso ele não fosse escolhido, a segunda opção seria o “pai” do Wii, Genyo Takeda.

Em vez disso, a dupla continua atuando como membros do conselho de diretores da Nintendo, cargos que já ocupavam durante a gestão Iwata. Miyamoto irá aconselhar Kimishima sobre assuntos criativos, enquanto Takeda continuará sendo o homem da tecnologia, atuando junto à diretoria da companhia.

O novo CEO está com a Nintendo desde 2000. Ele já atuou como diretor da The Pokémon Company, responsável pelos jogos dos monstrinhos mais famosos do mundo, e também como presidente do braço norte-americano da empresa. Esse cargo, mais especificamente, foi ocupado por Kimishima entre os anos de 2002 e 2006, quando ele foi substituído por Reggie Fils-Aime, também muito querido pelos fãs e que está a frente das operações da “Big N” nos Estados Unidos até hoje.

Mas é no passado ainda mais distante do novo diretor que parece estar o grande motivo para a indicação. Antes de trabalhar para a Nintendo, Kimishima passou 27 anos trabalhando no Sanwa Bank of Japan, uma das principais instituições financeiras do país. Lá, ele foi responsável por estratégias de novos negócios, expansão internacional e marketing, três categorias que, hoje, são chave para a “Big N”.

A ideia geral é que a entrada do executivo no mais alto escalão da companhia tenha a ver com a introdução de um background financeiro à tecnologia e criatividade que já estavam presentes por lá. A Nintendo não falou muito sobre o assunto, mas supõe-se que a união de Kimishima, Takeda e Miyamoto possa não apenas continuar o legado de recuperação deixado por Iwata, mas também levar a companhia para patamares ainda maiores no futuro, com o lançamento de novos consoles e a tão esperada chegada ao mundo mobile.

O comunicado oficial da Nintendo foi breve e conciso, como normalmente são as divulgações feitas pela companhia. Nele, constam apenas um background de Kimishima e suas novas atribuições, além da reafirmação dos postos ocupados por Miyamoto e Takeda. Os efeitos dessa mudança, portanto, deverão ser sentidos a medida em que o tempo for passando.

Fonte: Nintendo

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.