Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Metal Gear Solid Delta e a moda dos lindos trailers sobre nada

Por| Editado por Durval Ramos | 26 de Outubro de 2023 às 11h50

Link copiado!

Reprodução/Konami
Reprodução/Konami

Metal Gear Solid Delta: Snake Eater, remake de Metal Gear Solid 3, teve um novo trailer divulgado, dessa vez focando na primeira apresentação dentro da engine gráfica usada na nova produção. Apesar de muito impressionante, o trailer também deixa claro um problema da indústria dos games como um todo.

As novas cenas, divulgadas durante showcase da Xbox, mostra que Megal Gear Solid Delta deixa para trás a Fox Engine, motor gráfico criado pela Kojima Productions e que vinha sendo usada pela Konami em Metal Gear Solid Ground Zeroes, Metal Gear Solid V: Phantom Pain, Metal Gear Survive, e P.T. e oito Pro Evolution Soccer. O remake usará a Unreal Engine 5, apresentando novas possibilidades gráficas para o jogo.

Continua após a publicidade

Tudo é muito bonito, mas ao mesmo tempo, o trailer passa uma impressão de vazio criativo que cada vez mais assola a indústria de games.

É lindo, mas sem vida

Claro que pode parecer besta criticar o jogo com um trailer de pouco mais de um minuto de sua versão pre-alpha, mas o foco nos gráficos criados com a Unreal Engine 5 trazem uma sensação que é bastante esquisita e que vem se tornando cada vez mais comum: jogos que parecem um grande tech demo para a engine.

Sabemos que Metal Gear Solid 3: Snake Eater é excelente e não é absurdo quando vemos o jogo de Hideo Kojima em listas dos melhores games já feitos em toda a história, então o remake deve ter muito mais que apenas belos gráficos. Porém, mesmo com suas limitações técnicas da época de seu desenvolvimento, muitas das escolhas de como o jogo se parecia eram decisões artísticas de Kojima.

Continua após a publicidade

O jogo tinha um clima diferente, uma aura toda sua, independente da engine utilizada na época. Com um trailer focado apenas para anunciar o uso da Unreal Engine 5, mostrando "vários nada", com sapinho nadando, lama caindo da roupa de Naked Snake, e cenários que parecem sujos, mas ainda limpos demais, o trailer é bonito, mas parece sem vida. Mais do que isso: esvazia tudo aquilo que tornava o MGS3 original único.

De novo, não quer dizer que MGS Delta não vai reproduzir ou recriar parte dessa experiência (ou toda ela, se tivermos sorte), mas o simples fato de os primeiros trailers de um dos maiores jogos já feitos até hoje serem dedicados a esse enorme vazio criativo é de uma pobreza, no mínimo, preocupante. É um sinal um tanto alarmante do quanto o projeto parece estar olhar para o lado errado da obra.

Mario realista na Unreal

Continua após a publicidade

O que nos leva ao problema real, mas esse da indústria como um todo. Cada vez mais, jogos AAA focam mais em gráficos do que apresentação artística de um game. Por exemplo, existem jogos como Immortals of Aveum, que inclusive usa a Unreal Engine 5, que em todas as apresentações possíveis tinha apenas os seus gráficos como grande chamariz.

O jogo foi lançado na metade de 2023 e, antes de chegarmos ao final do ano, ninguém mais se lembra dele. Outro exemplo bem parecido é Forspoken, game lançado pela Square Enix com uma promessa de fotorrealismo impressionante e martelando essa qualidade por meses antes do lançamento, mas tão raso quanto um pires. Resultado: só se fala em outra coisa por aí.

Existe uma corrida para saber quem faz o jogo com gráficos mais realistas, com melhor uso de Ray Tracing, que mais demanda poder do console ou computador, enquanto poucos títulos utilizam isso ao seu favor para melhorar a experiência e as escolhas artísticas, como é o caso de Cyberpunk 2077, outros acabam parecendo extremamente genéricos.

Continua após a publicidade

Vendo esse trailer de Metal Gear Solid Delta: Snake Eater, é possível reconhecer um Metal Gear ali, mas ele tem tanta personalidade quanto os milhares de vídeos de "Mario com gráficos realistas" ou "Como seria The Legend of Zelda na Unreal Engine".

O remake de Metal Gear Solid 3 ainda não tem data de lançamento confirmada, então, existe sim a possibilidade de tudo isso se voltar contra nós e o jogo ser tão bom quanto o original já que, como comentamos, esse trailer tem apenas um minuto de duração e é de uma versão pre-alpha dele. Porém, focar em nada como se fosse algo grandioso não nos dá muita confiança.

Metal Gear Solid Delta: Snake Eater será lançado para Xbox Series S/X, PlayStation 5 e PC.