Os lançamentos de jogos mais aguardados para outubro de 2020

Por Felipe Demartini | 01 de Outubro de 2020 às 12h50
Divulgação/Electronic Arts

Outubro é o último mês de soberania da atual geração de consoles. Enquanto PlayStation 4 e Xbox One ainda têm muita lenha para queimar, com a promessa de desenvolvedoras, distribuidoras e até das próprias fabricantes de que jogos serão lançados para eles por mais alguns anos, este é o último mês em que eles podem ser chamados, efetivamente, de consoles “atuais”.

E para acompanhar o começo dessa despedida e, também, aproveitar ao máximo o potencial das plataformas correntes, tem um pouco para todo mundo. Os fãs do futebol terão muito o que fazer em outubro, enquanto os de Star Wars voltarão à essa galáxia muito, muito distante. As celebrações dos 35 anos de Mario continuam, e falando em mascotes, temos também o celebrado retorno de Crash Bandicoot, assim como títulos bem interessantes para quem gosta de passar medo na frente do vídeo game.

Confira agora os lançamentos de jogos mais aguardados para outubro de 2020:

1. Super Mario 35 (01/10)

Gratuito e limitado, o novo título da Nintendo celebra as mais de três décadas do encanador mais querido dos games de maneira desafiadora. Aproveitando as bases do sucesso Tetris 99, o novo game quer que os jogadores provem quem é o melhor nas fases e desafios do game original do protagonista, com o sucesso em uma tela significando mais e mais desafios nas dos adversários, até que reste apenas um vivo.

Exclusivamente online, o título coloca os usuários contra 35 outros jogadores em um combate até a morte. Ao mesmo tempo, eles revisitam estágios clássicos da franquia de forma aleatória, com jogatinas extremamente rápidas, que duram apenas 35 segundos para fazer tudo e conseguir o melhor resultado, traduzido em mais oponentes para os adversários ou tempo extra para os mais habilidosos.

Super Mario 35 é exclusivo do Nintendo Switch e pode ser baixado gratuitamente. O título fica disponível até o dia 31 de março de 2021.

2. Crash Bandicoot 4: It’s About Time (04/10)

O retorno triunfal do marsupial mais amado dos jogos tridimensionais acontece em grande estilo, e finalmente, neste mês. Após os sucessos absolutos do remake de suas aventuras originais e também das corridas de Crash Team Racing, o personagem ignora sua fase tatuada, rebelde e nada interessante para chegar agora com uma sequência legítima dos títulos originais do primeiro Playstation.

Já não era sem tempo, como bradam os fãs e, também, a sensação deixada após uma demo liberada no último mês para os pré-compradores do título. Em apenas três fases, já deu para sentir um pouco da pegada desafiadora que a desenvolvedora Toys For Bob traz para o título, assim como a nostalgia desse retorno à velha forma.

Crash Bandicoot 4: It’s About Time será lançado para PS4 e Xbox One.

3. Star Wars: Squadrons (04/10)

A saga da Electronic Arts com a franquia Star Wars é, no mínimo, conturbada, com decisões comerciais erradas entrando no caminho do retorno de grandes subséries e títulos interessantes. Agora, ela tenta deixar esse mal estar um pouco de lado para investir em um dos aspectos mais interessantes da linha Battlefront e colocar os jogadores dentro de uma das partes mais legais dos filmes de cinema.

Em Squadrons, estamos nos controles das naves clássicas da saga Star Wars, lutando nos dois lados dessa guerra estelar. A bordo dos caças da Aliança Rebelde ou do Império Galáctico, controlamos personagens em uma história que se integra à das trilogias cinematográficas, enquanto os combates acontecem no espaço e, também, nas alturas de planetas consagrados.

Star Wars: Squadrons chega em versões PC, PS4 e Xbox One, com versões PS5 e Xbox Series X sendo liberadas no futuro.

4. FIFA 21 (09/10)

É hora da bola rolar novamente neste que, com certeza, é um dos títulos mais aguardados para uma bela parcela de jogadores. No comando de times e atletas consagrados, os usuários podem exibir, mais uma vez, toda a sua habilidade nas partidas desconectadas e online, isso sem falar, claro, no já clássico e viciante modo Ultimate Team, bem como no futebol de rua de Volta, a nova edição das partidas em cimento da franquia.

Além disso, entre as novidades, estão novas opções de simulação de partidas e um trabalho mais apurado nos sistemas de gerenciamento de times e jogadores. A IA, claro, recebe adições, assim como o próprio conjunto gráfico e os sistemas de empréstimo de jogadores. No Brasil, ainda, uma substituição, com Tiago Leifert deixando a narração após sete anos, com Gustavo Villani assumindo os trabalhos ao lado de Caio Ribeiro, que permanece.

FIFA 21 chega ao PC, PS4 e Xbox One. O Switch receberá uma edição legada do título, enquanto o PS5 e Xbox Series X também terão versões dedicadas em sua chegada às lojas.

5. Remothered: Broken Porcelain (13/10)

Esta é mais uma daquelas histórias de terror que pegam o mundo de assalto e se transformam, rapidamente, em sucesso. O primeiro título do criador Chris Darril, desenvolvido pelo estúdio italiano Storming Games, chamou a atenção pela história bizarra e cheia de referências que os jogadores presenciaram em 2018, o que os deixou, claro, querendo mais.

No segundo, a ideia é ir além. Voltamos ao controle de Rosemary Reed, que continua lidando com seus problemas, fantasmas e, principalmente, inimigos pessoais, enquanto vemos sua história se entrelaçando à de Jen, uma jovem rebelde que é expulsa de um internato e começa a presenciar acontecimentos estranhos em uma suntuosa residência.

Remothered: Broken Porcelain chega ao PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

6. Mario Kart Live: Home Circuit (16/10)

Jogar as corridas clássicas dos personagens da Nintendo em circuitos customizados é apenas uma das propostas do game, lançado em comemoração ao aniversário de 35 anos do personagem. A companhia, porém, tenta ir além, trabalhando com realidade aumentada de forma que a própria casa dos jogadores se transforme nos traçados.

O título exclusivo para o Nintendo Switch usa brinquedos reais, no formado dos personagens, que se comportam como carrinhos de controle remoto. Os comandos dados pelo jogador no console se traduzem em movimentações reais, enquanto, na tela, os usuários desviam de obstáculos e usam itens tradicionais. Quanto mais veículos, maior o desafio, com o restante do espaço sendo preenchido virtualmente pelo game.

7. Amnesia Rebirth (20/10)

Um dos clássicos do terror retorna após muitos anos de hiato. A Frictional Games, por sua franquia, já é reconhecida como uma das precursoras do horror em primeira pessoa, com os dois jogos originais da série apresentando o tipo de susto e tensão que une os temores de estar indefeso diante das ameaças e a ideia de que algo de muito estranho está acontecendo neste local desconhecido.

Agora, cinco anos depois de seu último jogo, SOMA, Thomas Grip retorna para nos assustar. A promessa é de tudo novo, com personagem, ensejo e sustos inéditos, mas com base naquele tipo de horror bem característico que aprendemos a amar (e temer). O criador promete que a essência da franquia estará de volta, mas com toques inovadores aqui e ali.

Amnesia Rebirth chega ao PS4 e PC.

8. Shin Megami Tensei III: Nocturne HD Remaster (29/10)

Anunciado de surpresa em um Nintendo Direct junto com um novo game da série, a remasterização de um dos clássicos de uma das franquias de RPGs mais reconhecidas do Japão chega para preparar o terreno. Estamos falando de um jogo lançado originalmente em 2003 para o PlayStation 2 e que, até hoje, é considerado um dos melhores da série.

Nocturne retorna em versão de alta definição, novamente produzida pela Atlus e com direito às adições e novos conteúdos que foram adicionados depois, quando o terceiro Shin Megami Tensei chegou ao ocidente, um ano após dar as caras no Japão. Entre a exploração de cenários e batalhas contra demônios, o título apresenta sistemas de evolução e uma história que mistura realidades e segredos que envolvem o destino da Terra.

Shin Megami Tensei III: Nocturne HD Remaster será lançado no Switch e PlayStation 4.

9. Watch Dogs: Legion (29/10)

O novo game da Ubisoft vai transformar os jogadores em uma legião de combate contra a opressão e um regime corporativo e ditatorial. Passado em um futuro não muito distante em que as batalhas acontecem no campo digital e no real, o novo game da franquia se diferencia dos anteriores pelo fato de não termos um personagem central, e sim, todo um grupo deles.

Qualquer pessoa pode estar envolvida nessa rebelião, desde senhorinhas aparentemente inocentes até soldados e especialistas. Cada um tem suas habilidades, itens e capacidades especiais, enquanto as missões se desenrolam de maneiras diferentes, exigindo versatilidade dos jogadores e, também, permitindo que ele crie seu próprio grupo de hackers de acordo com as próprias referências. Vale tudo, desde que o objetivo final seja mudar as coisas.

Watch Dogs: Legion terá versões PS4, Xbox One e PC, com edições para a nova geração também previstas.

10. The Dark Pictures Anthology: Little Hope (30/10)

O segundo capítulo da antologia de terror da Supermassive Games nos leva às florestas fechadas onde a esperança é pouca e o horror pode estar à espreita. Sem relação direta com o antecessor, Man of Medan, mas parte da mesma família de títulos, o jogo coloca ênfase na narrativa e nas decisões, com as escolhas afetando o relacionamento entre os personagens e gerando consequências graves na continuidade da história.

A história segue quatro estudantes e um professor, que ficam presos após um problema mecânico na cidade que dá nome ao jogo. Lá, eles se depararão com maldições antigas relacionadas à caça às bruxas que aconteceu no século XVII e descobrirão que os mistérios do passado continuam muito bem vivos, e com sede de sangue, nos dias de hoje.

The Dark Pictures Anthology: Little Hope conta com o ator Will Poulter (Maze Runner, Black Mirror: Bandersnatch e Midsommar) no elenco. O game sairá para PS4, Xbox One e PC.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.