Publicidade

GTA | Qual o melhor jogo da franquia?

Por| Editado por Durval Ramos | 08 de Novembro de 2023 às 18h05

Link copiado!

Reprodução/Rockstar Games
Reprodução/Rockstar Games
Tudo sobre Rockstar Games

Lançado em 1998 pela Rockstar North, Grand Theft Auto deu início a uma das franquias mais populares e rentáveis de toda a história dos games. De lá para cá, já foram 13 lançamentos na série, passando da marca de 350 milhões de unidades vendidas desde então, entre DLCs e títulos separados.

Depois de muita expectativa, a Rockstar Games confirmou a produção e primeiro trailer do próximo Grand Theft Auto, GTA 6, game ainda sem data de lançamento prevista. Porém, já é possível esperar mais uma trama em que um criminoso se envolve em grandes problemas, tendo que sobreviver em uma grande cidade fictícia, encontrando uma variedade imensa de personagens marcantes, em atividades cada vez mais caóticas — tudo o que faz da série uma das mais queridas dos fãs.

Com o anúncio de GTA 6, resolvemos relembrar quais foram os sete títulos mais marcantes da franquia. Definir quais são os melhores jogos de GTA é uma tarefa difícil, mas alguns games precisaram ficar de fora, não por serem ruins, mas por não conseguirem mexer tanto com os jogadores como os títulos a seguir. É hora de saber qual é o melhor GTA.

Continua após a publicidade

7. Grand Theft Auto

Impossível deixar de fora o jogo que deu início a tudo. Lançado em 1998, o primeiro GTA era bem diferente dos games atuais, focando bastante no roubo de carros, o que faz sentido pelo seu nome, e entrando em algumas missões criminosas. O jogo apresentou pela primeira vez a cidade de Liberty City, uma versão fictícia de Nova York, e ação era vista toda de cima, algo que foi abandonado quando a franquia entrou no mundo 3D.

Em GTA, o jogador tinha até oito personagens para selecionar, ainda que eles não trouxessem nenhuma mudança no gameplay além de seu visual. O jogo ainda apresentava missões que levavam o jogador para outras localidades, como Vice City, inspirada em Miami, e San Andreas, inspirada na Califórnia.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Como foi comum em praticamente todos os capítulos da franquia, o fato de o jogo trazer em seu gameplay missões violentas e em que o jogador essencialmente precisa roubar carros, Grand Theft Auto foi centro de polêmicas, chegando a ter o seu lançamento proibido ou limitado em vários países, incluindo o Brasil, onde o Ministério da Justiça impediu a sua venda.

O mais interessante é que GTA não foi tão bem recebido pela crítica em seu lançamento, que reclamou do seu gameplay e gráficos pobres até mesmo para a época. Porém, o público logo abraçou a ideia de controlar um criminoso. O game ainda ganharia duas expansões, GTA London, que levava a ação para uma Londres da década de 60.

GTA foi lançado para PC, PlayStation e Game Boy Color.

Assine já: Xbox Game Pass Ultimate é um pacotão que inclui o Live Gold, biblioteca com mais de 100 jogos de Xbox e PC, além de descontos exclusivos!

Continua após a publicidade

6. GTA III

Em 2001, a série chegou ao mundo 3D com GTA III, game que, além de visuais arrojados para época, introduziu a ideia de mundo aberto, com uma cidade grande o suficiente para o jogador se sentir livre para participar de várias atividades. Foi uma inovação sem precedentes e que ajudou a colocar a franquia na vanguarda da indústria, definindo muitos elementos que se tornaram tendência e padrão em títulos de mundo aberto.

No game, o jogador controla Claude, um criminoso misterioso que pode ou não ser o mesmo protagonista de GTA 2, algo que nunca foi confirmado pela Rockstar. O jogo se passa mais ou menos na mesma época de seu lançamento, apresentando uma Liberty City pronta para ser explorada pelos jogadores.

Continua após a publicidade

É possível dizer que GTA III não envelheceu tão bem quanto os outros jogos da lista, até mesmo por ser um título de transição para um mundo 3D, mas é inegável a sua importância. Além disso, é possível ver como a Rockstar utilizou o título como base para os acertos do futuro, vendo onde elementos nasceram aqui, ainda que penando com as limitações técnicas da época.

GTA III foi lançado para PS2, Xbox, PC, Mac, iOS, Android e remasterizado para PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

5. GTA: Chinatown Wars

Continua após a publicidade

Lançado em 2009, GTA: Chinatown Wars foi uma espécie de retorno às origens para a franquia, dessa vez em consoles portáteis como Nintendo DS, PSP e em celulares. Com uma visão área como os primeiros jogos da série, o game colocava o jogador no controle de Huang Lee, um jovem gângster que cai em uma armadilha e perde a espada de seu pai recém-assassinado. Agora, ele parte em uma jornada pela cidade, eliminando todos que surjam no seu caminho para se vingar de gangues coreanas que ameaçaram seu clã.

O game acabou ganhando fãs tempos depois de seu lançamento inicial, se tornando uma espécie de tesouro escondido da série, já que só foi lançado para consoles portáteis. Por ser esse retorno às origens em termos de jogabilidade, ele traz esse tom nostálgico atualizado que é bem divertido, além de apresentar um protagonista diferente do habitual, o que também deixa as coisas mais interessantes.

4. GTA IV

Continua após a publicidade

GTA IV apresentou um grande salto para a franquia, trazendo de volta a aventura para a cidade de Liberty City, agora com gráficos mais refinados. Lançado em 2008, GTA IV dividiu vários fãs, já que a Rockstar optou por um estilo mais realista para o game, algo consideravelmente diferente do que vinha sendo feito até então.

O jogo girava em torno de Nico Bellic, um imigrante sérvio que chega a Liberty City tentando começar uma nova vida nos Estados Unidos, mas acaba se envolvendo com bandidos, chegando a participar de assaltos a banco. O personagem principal não era particularmente carismático, mas o jogo tem várias qualidades, abrindo caminho para o que viria no jogo seguinte.

Seus DLCs, The Lost and the Damned, envolvendo a gangue de motoqueiros The Lost, e o DLC The Ballad of Gay Tony, são até hoje algumas das melhores histórias da franquia GTA, expandindo e melhorando vários aspectos do jogo original, chegando a serem lançados em um pacote separado, chamado GTA IV: Episodes from Liberty City.

Continua após a publicidade

Uma curiosidade é que The Ballad of Gay Tony teve problemas e chegou a ser banido no Brasil no seu lançamento. Apesar de a série ser conhecida pela sua violência e conteúdo sexual, o DLC teve sua venda proibida no país por conta do uso indevido de uma música.

A trilha trazia a música Bota o Dedinho Pro Alto, do Mc Miltinho, que tinha 8 anos na época do lançamento do game. A Rockstar tinha documentos para utilizar a música no game, mas a família do garoto entrou com um processo contra a empresa. A justiça brasileira decidiu que os documentos eram inválidos e complicou bastante a vida da Rockstar, que entrou em um acordo com a família de Mc Miltinho e o jogo foi liberado.

GTA IV foi lançado para PS3, Xbox 360 e PC.

3. GTA Vice City

Continua após a publicidade

Apesar de GTA III ter impressionado vários jogadores, foi com GTA Vice City que todos viram o potencial absurdo da franquia em um ambiente de mundo aberto. Lançado em 2002, o jogo gita em torno de Tommy Vercetti, um ex-membro da máfia que sai da cadeia e chega na cidade de Vice City, uma espécie de Miami fictícia, na década de 1980.

Com forte inspiração em filmes como Scarface e na série Miami Vice, o jogo traz vários elementos da década, como o estilo de roupas, carros e nas músicas. Sua trilha sonora, com músicas licenciadas de rock, heavy metal, hip-hop, pop e new wave, é uma das melhores dos games até hoje.

O jogo ainda foi o primeiro a trazer atores de Hollywood para dublar games da série, tendo um elenco incrível, encabeçado por Ray Liotta (Os Bons Companheiros) no papel de Tommy Vercetti. O jogo ainda tinha vozes de atores como Garey Busey (Caçadores de Emoção), Danny Trejo (Machete), Fairuza Balk (Jovens Bruxas), Dennis Hopper (Sem Destino) e Luis Gusmán (Boogie Nights: Prazer Sem Limites), entre outros. Isso fez com que o jogo tivesse um clima bem cinematográfico, algo que acabou virando marca da série.

Continua após a publicidade

GTA Vice City foi lançado para PC, PS2, Xbox, iOS, Android e depois remasterizado para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

2. GTA V

GTA V é um fenômeno sem igual, vendendo mais de 185 milhões de cópias desde seu lançamento em 2013, conseguindo sobreviver a três gerações diferentes de consoles. Lançado para PS3 e Xbox 360, o game ganhou novas versões para PS4 e Xbox One, PC e depois para PS5 e Xbox Series S e X. O mais impressionante é que o jogo ainda vende muito bem até os dias de hoje, muito pelo seu excelente modo multiplayer.

Continua após a publicidade

A história de Michael, Franklin e Trevor cativou milhões de jogadores ao redor do mundo, colocando a aventura em um Los Santos e parte de San Andreas, em um mapa imenso com diversas atividades. O modo multiplayer deu mais vida ao game, adicionando novas músicas, atividades, veículos e se tornando praticamente um título separado que apenas utiliza o grande mapa do jogo original para brilhar sozinho.

Apesar de se passar na mesma cidade de GTA San Andreas, GTA 5 não se passa na mesma continuidade que o game anterior. Mesmo compartilhando várias localidades e elementos, como algumas gangues, até mesmo por se passarem em épocas diferentes, os dois games não chegam a se interligar, como muitos fãs gostariam.

1. GTA San Andreas

Porém, por mais que GTA 5 seja cheio de qualidades, existe um título da franquia GTA que até hoje é considerado o preferido de milhões de fãs ao redor do mundo. Seja pelo fácil acesso ao game, seus mods ou simplesmente seu estilo cativante, GTA San Andreas foi um verdadeiro divisor de águas não somente para a franquia, mas para a indústria de games.

Se GTA Vice City tinha mostrado bem as possibilidades de um jogo desse gênero com mundo aberto, GTA San Andreas aperfeiçoou a mecânica, se tornando referência para games de ação e considerado um dos títulos mais importantes de todos os tempos. A história de CJ, um ex-membro de gangue que volta para o funeral da mãe e se vê envolvido em uma trama com criminosos e policiais corruptos, é considerada uma das mais envolventes da série até hoje.

Além do estilo de gameplay já conhecido, o game introduziu atividades como ir até a academia, o que poderia deixar CJ mais forte e resistente fisicamente. Também era possível se entupir de fast food, deixando o personagem obeso, algo que era bastante divertido pois mudava a forma como o personagem se movia e se comportava durante a ação.

GTA San Andreas foi lançado para PS2, Xbox, PC, Android e iOS, sendo remasterizado anos depois para PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.