Cheaters de Call of Duty podem ser banidos de todos os jogos da franquia

Cheaters de Call of Duty podem ser banidos de todos os jogos da franquia

Por Guilherme Sommadossi | Editado por Bruna Penilhas | 16 de Novembro de 2021 às 17h58
Divulgação/Activision Blizzard

A Activision revelou, nesta terça-feira (16), que quem usar trapaças terá a conta permanentemente banida em todos os jogos de Call of Duty. A ação é impulsionada pelo RICOCHET Anti-Cheat, o novo software de PC da desenvolvedora, que estreou no novo Call of Duty: Vanguard, em 5 de novembro.

"Todos os nossos esforços anti-cheat estão focados em lutar contra o jogo injusto e proteger a experiência do jogador", diz a publicação do blog da empresa de games, assinada pela Equipe RICOCHET. O texto enfatiza também que qualquer violação ou tentativa de ocultar as mesmas podem resultar na suspensão.

Nessa nova atualização, um dos maiores focos da equipe de desenvolvimento foi trabalhar para resolver exploits relacionados às taxas de ganho e desbloqueio de experiência (XP).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mesmo antes da estreia de Vanguard, cheaters já dominavam os servidores do beta; além dos que já afetaram a experiência de Warzone. Para combater isso, a Activision está aperfeiçoando o novo driver anti-trapaça constantemente, para tentar reduzir ao máximo o número de jogadores maliciosos.

Nota do editor: recentemente, a Activision Blizzard foi investigada por denúncias de assédio sexual, assédio moral e má conduta. Para mais informações, clique aqui.

Fonte: Call of Duty

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.