Siga o @canaltech no instagram

O que esperar da Build, conferência da Microsoft para desenvolvedores

Por Wagner Wakka | 04 de Maio de 2018 às 18h59

O mês de maio é a época das conferências de empresas para desenvolvedores. Depois do F8, do Facebook, e quase junto com o Google I/O, a Microsoft's Build 2018 é outro evento que está chegando. É hora de começarmos a especular sobre o que o CEO da empresa, Satya Nadella, pode apresentar.

A companhia de Redmond deve vir forte em inteligência artificial. Recentemente, a empresa lançou o Windows ML, uma ferramenta de machine learning que chegou junto com uma recente atualização do sistema operacional. Com isso, a esperança é de que desenvolvedores consigam avançar e trazer apps com que utilizem a ferramenta de forma mais eficiente.

Por exemplo, uma novidade sobre a Cortana, assistente pessoal da Microsoft, seria uma boa no caminho da inteligência artificial. O programa tem se mostrado mais capaz de identificar o que o usuário quer e, recentemente, apresentou tecnologia de tradução que funciona de forma offline em qualquer aparelho, mesmo que não seja um falecido Windows Phone.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Em relação à plataforma do Windows, a expectativa é de que a empresa mostre mais sobre as novidades visuais do sistema operacional. No update de abril, ela introduziu ao SO a proposta de timeline integrada em vários PC com a mesma conta. Atualmente, este recurso utiliza apenas atualizações do Edge e é focado somente em PC, excluindo tablets e smartphones. Claro que toda esta integração é somente questão de tempo, mas a expectativa é de que não somente integre mais aparelhos, mas também mais aplicativos no sistema.

Outro assunto recorrente de empresa são as realidades aumentada e virtual. Desde o lançamento do Windows Mixed Reality e após não citar mais sobre o HoloLens, a empresa tem se mostrado bastante silenciosa sobre o tema. Com empresas como Google, Apple, Valve e Sony investindo em tecnologias para o realidades virtual e aumentada, seria uma oportunidade de a Microsoft mostrar aos desenvolvedores que o Windows é um caminho para produções do tipo.

Por fim, a conferência deve trazer novidades sobre o Azure, seu serviço em nuvem. A novidade aqui pode não ser tão interessante ao usuário comum, mas ter novas ferramentas pode interessar a desenvolvedores que trabalham com a plataforma. Além de anúncios para o serviço, a Microsoft deve apresentar também números mais atualizados sobre usuários. De acordo com relatório recente da empresa, o Azure teve crescimento de 17% em relação ao ano passado.

A conferência Microsoft's Build 2018 acontece entre os dias 7 e 9 de maio em Seattle, nos Estados Unidos.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.