Virgin Galactic recebe autorização para realizar voos comerciais no espaço

Virgin Galactic recebe autorização para realizar voos comerciais no espaço

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 25 de Junho de 2021 às 17h40
Virgin Galactic

A Federal Aviation Administration (FAA), agência responsável pela regulamentação de voos nos Estados Unidos, acaba de liberar a Virgin Galactic para realizar voos comerciais tripulados para o espaço com a nave VSS Unity. A novidade foi revelada pela empresa nesta sexta-feira (25) e sinaliza que a Virgin Galactic conseguiu, portanto, uma espécie de expansão da licença que já tinha anteriormente, a qual liberava a realização de voos tripulados apenas por pilotos profissionais e astronautas. Ou seja: a empresa fundada por Richard Branson acaba de receber o "ok" que faltava para iniciar, muito em breve, suas ofertas de turismo espacial.

Michael Colglazier, CEO da Virgin, comentou a decisão: “Estamos incrivelmente satisfeitos com os resultados do nosso teste de voo mais recente, que alcançou os objetivos definidos para o teste. A aprovação da nossa licença comercial de lançamentos completa, feita pela FAA hoje, junto do sucesso do nosso teste de voo, nos deu a confiança para avançarmos em direção ao nosso primeiro teste de voo tripulado neste verão”.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em sua fala, Colglazier se referiu ao primeiro teste de voo suborbital tripulado já feito pela empresa em dois anos, ocorrido em maio. Naquele dia, a Virgin Galactic lançou a nave VSS Unity das instalações no Novo México, quando a nave alcançou mais de 80 km de altitude, planou de volta para a Terra e pousou em segurança ao fim do voo. A empresa finalizou a análise dos dados coletados durante o teste e confirmou que o voo teve performance excelente e que cumpriu todos os objetivos de voo estabelecidos.

Com a aprovação do FAA, a Virgin Galactic fica com o caminho livre para começar as operações de seu cronograma de voos espaciais, com voos regulares tripulados por turistas e pesquisadores. A experiência, que dura cerca de duas horas, levará os passageiros ao ambiente suborbital, para prestigiarem uma bela visão da curvatura da Terra em contraste com a escuridão do espaço, além de experimentarem alguns minutos de sensação da ausência de peso.

Mas, apesar de ser um passo importante, a licença do FAA ainda não libera a empresa para já começar com os voos. É que, na verdade, a Virgin Galactic ainda precisa completar mais três voos em caráter de testes, que serão feitos com a nave totalmente tripulada. Colglazier estimou que o primeiro deles deverá acontecer em algum momento durante o verão do hemisfério Norte — e, segundo uma fonte anônima, pode ser que Sir Richard Branson, empresário e fundador da Virgin Galactic, esteja a bordo já deste próximo voo, que pode ser lançado no dia 4 de julho. Se isso realmente acontecer, Branson irá ao espaço antes de Jeff Bezos, fundador da Blue Origin e rival de Branson, que planeja voar a bordo do sistema New Shepard no dia 20 de julho.

Fonte: Virgin Galactic, Parabolic Arc

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.