Revelado visual dos novos trajes espaciais para os pilotos da Virgin Galactic

Revelado visual dos novos trajes espaciais para os pilotos da Virgin Galactic

Por Danielle Cassita | 07 de Dezembro de 2020 às 16h30
Reprodução/Virgin Galactic

Na última sexta-feira (4), a Virgin Galactic, empresa de voos turísticos espaciais, revelou os trajes que os pilotos no comando do veículo SpaceShipTwo vestirão durante as viagens para o espaço suborbital. Os trajes foram feitos em parceria com a empresa Under Armour, especializada em trajes esportivos, e já serão usados pelos pilotos Dave Mackay e C.J. Sturckow no terceiro teste de voo tripulado da empresa, que deverá ser feito ainda em dezembro deste ano.

A empresa revelou os trajes destinados aos passageiros no ano passado. Os da vez, confeccionados principalmente em azul, têm algumas diferenças: os dos pilotos contêm faixas pretas nas laterais como uma forma de lembrar que o destino de cada voo é a escuridão do espaço, além do emblema de asas da empresa e o nome do piloto bordado, enquanto os dos passageiros são mais uniformes. De acordo com a Virgin Galactic, “a paleta de cores comum acentua o fato de que pilotos e clientes são todos parte de uma só tripulação”.

Os detalhes dos trajes dos pilotos (Imagem: Reprodução/Virgin Galactic)

As vestimentas dos pilotos pesam cerca de 1 kg e foram produzidas em malha. Os trajes são produzidos exclusivamente para cada um dos oito membros do corpo de pilotos da Virgin Galactic, com o objetivo de os manterem em segurança e com conforto durante todas as etapas do voo. A experiência começa em uma pista, onde o veículo SpaceShipTwo fica preso ao avião WhiteKnightTwo. Depois de decolar, o avião solta o SpaceShipTwo a uma altitude de cerca de 15 quilômetros, que aí ativa seu motor de foguete e segue viagem com destino ao espaço suborbital.

Dave Mackay, piloto-chefe da empresa, se mostrou ansioso para usar a vestimenta: “estou animado para vestir meu próprio traje espacial durante o primeiro voo espacial do Novo México no final deste mês, e depois muitas vezes no futuro conforme dividimos as maravilhas do espaço com nossos futuros astronautas”, comenta. Para ele, assim que o traje é vestido, é possível sentir imediatamente o significado da missão da Virgin Galactic. Randall Harward, vice-presidente da Under Armour, diz que os trajes foram refinados por décadas para garantir função e performance além das expectativas: “nosso objetivo foi criar um traje que deixe o piloto — assim como qualquer atleta — se sentindo confiante e com zero distrações durante um momento crítico de performance”.

O voo em questão deverá ocorrer em breve: a empresa anunciou a nova janela após uma pausa recente para o início dos voos turísticos, ocorrida, em parte, em resposta às orientações do Novo México para conter a disseminação do novo coronavírus. A nova janela se abre em 11 de dezembro, e a realização do novo teste vai depender de condições climáticas favoráveis e ajustes técnicos finalizados. A ideia é que o voo complete alguns objetivos, como testes de elementos da cabine dos clientes, além de levar cargas úteis da NASA como parte do programa Flight Opportunities Program. Não será permitida a presença de convidados ou agentes da mídia, no entanto.

Fonte: Space.com, Virgin Galactic (1, 2

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.