Vídeo incrível mostra rover Zhurong em Marte — com direito a áudios originais!

Vídeo incrível mostra rover Zhurong em Marte — com direito a áudios originais!

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 28 de Junho de 2021 às 10h30
CNSA/PEC

Em maio, a China pousou o rover Zhurong em Utopia Planitia, uma grande bacia de impacto em Marte. Agora, alguns registros do pouso e de outras etapas da missão foram divulgados ao público. Durante uma atualização da missão realizada no último domingo (27), a agência espacial chinesa China National Space Administration (CNSA) publicou um vídeo com uma coleção de filmagens individuais com áudio, que mostram o processo de pouso do rover e até um pouco do deslocamento que já fez na superfície do Planeta Vermelho. 

Ali, vemos a filmagem da entrada na atmosfera, que mostra a abertura de um paraquedas supersônico, seguida da separação do escudo traseiro do módulo de pouso, que o protegeu durante o processo. Depois, houve a descida, uma breve etapa de voo para o desvio de possíveis obstáculos em solo e, por fim, o pouso. Há também cenas do rover deixando o módulo de pouso, com a gravação dos sons metálicos causados pelo deslocamento.

Os sons foram gravados pela estação climática do rover, projetada especialmente para registrar áudios dos ventos marcianos. “Com os arquivos que liberamos desta vez, incluindo os sons que foram gravados quando o rover deixou a sonda, podemos realizar análises profundas do ambiente e condições de Marte, como a densidade da atmosfera, por exemplo”, disse Liu Jizhong, vice-comandante do primeiro programa de exploração de Marte realizado pela China, à mídia chinesa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Rao Wei, vice-designer chefe da missão Tianwen-1, explicou que, enquanto projetava a missão, a equipe quis obter um pouco de material visual do rover, que poderia ser usado para melhorias posteriores do projeto. “Depois, projetamos algumas partes, incluindo o processo de abertura do paraquedas e a descida”, disse. Como o rover chegou em segurança ao local de pouso que havia sido planejado, os sistemas projetados parecem ter funcionado conforme o esperado. 

Segundo Jia Yang, designer-chefe adjunto da Tianwen-1, o rover Zhurong é mais independente em relação ao deslocamento em Marte do que os rovers lunares Yutu, também da China, porque pode analisar por si próprio se há um caminho para seguir à frente. “Ele analisará sozinho cada metro em que se desloca, e depois avança em direção ao alvo decidido em solo”, comentou o oficial. Yang explicou também que o dispositivo de gravação foi instalado no rover para capturar os sons do vento em Marte, para a equipe verificar como é o som do vento em outro planeta. 

O rover Zhurong faz parte da missão Tianwen-1, a primeira missão interplanetária independente lançada pela China. O rover está equipado com seis cargas úteis científicas, que incluem um instrumento de espectroscopia para analisar elementos e minerais na superfície, outro para a produção de imagens panorâmicas e multiespectrais, uma estação climática, um magnetômetro e um radar de penetração no solo. Esse kit tem o objetivo de coletar e enviar dados sobre possíveis depósitos de gelo de água e do clima, topografia e geologia marcianas, complementando os dados produzidos por missões de outras agências espaciais.

Fonte: SpaceNews, Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.