Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Raro eclipse solar híbrido acontece nesta quarta. Saiba como ver ao vivo!

Por| Editado por Patricia Gnipper | 19 de Abril de 2023 às 11h02

Link copiado!

Randy McGuire/Pixabay
Randy McGuire/Pixabay

Um eclipse solar raro vai acontecer durante a noite de quarta (19) para quinta-feira (20). O fenômeno será do tipo híbrido e começa às 22h36 no horário de Brasília, acabando às 3h59; como será noite, não será possível acompanhá-lo do Brasil.

Durante os eclipses solares, a Lua passa em frente ao Sol e esconde seu disco total ou parcialmente. Já o fenômeno de hoje será do tipo híbrido, o que significa que a aparência do eclipse muda conforme a sombra da Lua se move sobre a superfície da Terra. Em outras palavras, o eclipse será anular ou total dependendo de onde o observador está.

Continua após a publicidade

Esta é uma das características mais interessantes dos eclipses solares híbridos, e ocorre por causa da curvatura da superfície da Terra. Hoje, quem estiver na Austrália Ocidental, Timor-Leste e Indonésia poderá conferir a Lua ocultando o Sol, formando um eclipse anular que, depois, se tornará total. Em seguida, o fenômeno se torna anular outra vez e acaba para os observadores nestes locais.

Em outras regiões, como o sul da França e Papua Nova Guiné, será possível observar um eclipse parcial, que acontece quando a Lua esconde somente parte do disco solar. Assim, observadores nas Ilhas Marshall, por exemplo, poderão conferir 95% do Sol oculto por nosso satélite natural.

Dizemos que os eclipses solares híbridos são raros porque, para acontecerem, o Sol e a Lua devem estar a uma distância “certa” da Terra. O último eclipse solar do tipo ocorreu em novembro de 2013 e, depois de hoje, acontecerá outra vez somente em novembro de 2031.

Continua após a publicidade

Como assistir o eclipse solar híbrido online

Apesar de este eclipse solar não ser visível do Brasil, você poderá acompanhá-lo por meio de diferentes transmissões online. Uma delas será feita pela NASA no canal da agência espacial no YouTube, a partir das 23h30.

Outra opção é acompanhar o fenômeno no canal do site Time and Date também no Youtube, a partir das 22h30.

Continua após a publicidade

Já o Gravity Discovery Centre & Observatory, da Austrália, fará hoje uma transmissão do eclipse no YouTube a partir das 23h, no horário de Brasília.