Quanto custa a internet Starlink no Brasil? Spoiler: muito dinheiro!

Quanto custa a internet Starlink no Brasil? Spoiler: muito dinheiro!

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 10 de Fevereiro de 2022 às 10h36
SpaceX

Os interessados em contratar a rede dos satélites Starlink, da SpaceX, já podem preencher um cadastro no site do serviço para solicitá-lo. A empresa tem enviado, por e-mail, avisos sobre a disponibilidade do serviço em nosso país.

E-mail recebido pelo Canaltech informando a chegada da Starlink no Brasil (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

A má notícia é que o preço da internet Starlink será bastante salgado no primeiro ano de uso: juntos, os custos do hardware, a mensalidade de um ano de uso, o frete e os impostos podem totalizar algo próximo dos R$ 11 mil reais.

Para verificar os valores de acordo com a região, basta acessar o site da empresa e digitar o endereço do local desejado para o acesso à rede. Na simulação realizada pelo Canaltech, o site mostrou uma mensagem referente ao cálculo do imposto, sem apresentar o valor exato. Contudo, a Receita Federal estabelece que a tributação de produtos importados não pode passar de 60% do valor ou de US$ 3 mil — portanto, se considerarmos o valor máximo, os encargos podem custar mais de R$ 1.600.

Um ano de uso do serviço pode totalizar algo próximo de RS$ 11 mil (Captura de tela: Canaltech)

Se considerarmos um ano de uso da rede Starlink com 12 mensalidades, os gastos com o hardware (um kit com antena, roteador, fontes de energia e cabos), o frete e o valor dos impostos, chegamos a um total anual próximo dos R$ 11 mil. Para finalizar o pedido de reserva, é preciso preencher campos com o endereço do usuário e pagar a taxa de serviço — segundo o site, o valor vence no mesmo dia da solicitação.

Este valor é reembolsável, mas a SpaceX destaca que pagá-lo não irá, necessariamente, garantir o serviço na sua região. Dependendo do local da solicitação do usuário, alguns pedidos podem levar pelo menos seis meses para serem atendidos, e a empresa afirma que espera expandir o serviço na área em meados de 2022.

A SpaceX vem expandindo a constelação de satélites Starlink para oferecer internet de alta velocidade e baixa latência a todo o mundo, incluindo locais remotos. No ano passado, a empresa ampliou a fase de testes beta, e os interessados no Brasil foram notificados de que poderiam pagar taxas de US$ 99 para garantir um lugar na fila assim que o serviço fosse oferecido por aqui. Já em janeiro de 2022, a Anatel aprovou a oferta dos serviços Starlink no país, até 2027.

Fonte: Starlink

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.