Problema em controlador do foguete SLS adia 1º lançamento para março de 2022

Problema em controlador do foguete SLS adia 1º lançamento para março de 2022

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 20 de Dezembro de 2021 às 11h40
NASA

Um problema no sistema de controle de voo em um dos quatro motores do foguete Space Launch System (SLS) adiou o primeiro lançamento do veículo para março de 2022. Em nota, a NASA informou que substituirá o controlador e continuará a investigar a verdadeira causa da falha, ainda desconhecida.

O lançamento do SLS com a nave Orion estava prevista para acontecer em janeiro do próximo ano como parte do cronograma do Programa Artemis. No entanto, a equipe de engenheiros decidiu por substituir o controlador quatro do estágio central após o sistema falhar durante o teste integrado no Centro Espacial Kennedy.

Concepção artística do foguete SLS decolando com a nave Órion (Imagem: Reprodução/NASA)

O controlador em questão funcionou normalmente durante a série de testes de acionamento estático do motor, conhecido como Green Run, com o estágio central no Stennis Space Center, concluído com sucesso em março. Em uma avaliação inicial, a equipe não conseguiu identificar a causa da falha.

Para não atrasar o cronograma de testes do sistema que será fundamental para o retorno da humanidade à Lua, a NASA optou por substituir o controlador do motor por outro enquanto investiga o que levou a recente falha em um dos sistemas do SLS.

Próximas janelas de lançamento do SLS

Embora não tenha divulgado um cronograma atualizado, a NASA disse que as próximas janelas de lançamento são entre 12 a 27 de março e 8 a 23 de abril. Antes mesmo desta falha, haviam dúvidas sobre se o SLS estaria pronto para sua primeira chance de lançamento em fevereiro de 2022.

O teste integrado precisa cumprir todos estes requisitos para confirmar o sucesso do SLS (Imagem: Reprodução/NASA)

Antes do lançamento, a agência realizará um teste com o SLS a partir do Complexo de Lançamento 39A. Nesse ensaio geral, o foguete será abastecido com propelentes de hidrogênio líquido e oxigênio líquido e passará por uma contagem regressiva que se encerrá antes da ignição.

Especialistas da indústria espacial alegaram que os testes deveriam acontecer até o final deste mês se a NASA quisesse manter o lançamento na previsão de fevereiro, mas a agência informou que planejava executar o ensaio geral em meados de janeiro de 2022.

Em uma videoconferência da Câmara de Comércio dos EUA, em 16 de dezembro, Annette Hasbrook, gerente assistente de integração do Programa Orion da NASA, disse que o ensaio segue previsto para o início do próximo ano e que o Artemis I decolaria em fevereiro.

Fonte: NASA; Via SpaceNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.