Nova insígnia universal poderá ser usada por todos que viajarem ao espaço

Nova insígnia universal poderá ser usada por todos que viajarem ao espaço

Por Danielle Cassita | Editado por Luciana Zaramela | 13 de Abril de 2021 às 22h00
Association of Space Explorers

Nesta semana, completaram-se 60 anos do voo realizado pelo cosmonauta Yuri Gagarin, que o marcou na história como o primeiro ser humano a ir para o espaço. Na ocasião, a União Soviética o presenteou com uma pequena insígnia e, mesmo nos dias de hoje, quem viaja para fora do planeta recebe uma para marcar o feito. Agora, a Associação dos Exploradores Espaciais (ASE) criou uma insígnia que pode ser usada por todos os viajantes espaciais — e que já foi levada para fora da Terra.

Na época, o item que Gagarin recebeu mostrava um satélite e uma espaçonave em órbita acima da Terra, e era dado a todos os cosmonautas soviéticos que completassem um voo espacial. Depois, o objeto passou por uma pequena mudança no design para ser usado pelos pilotos-cosmonautas da Federação Russa, mas a prática que segue firme e forte até os dias de hoje.

A insíginia que Gagarin recebeu, em 1961 (Imagem: Reprodução/RIA Novosti/Wikipedia)

Já em 1961, a tradição foi iniciada nos Estados Unidos com a condecoração dos astronautas Alan Shepard e Virgil "Gus" Grissom, que voaram com o projeto Mercury e receberam suas insígnias com asas de astronautas e uma estrela de cinco pontas envolvida por um halo. O símbolo foi adaptado posteriormente para ser usado pelos astronautas da NASA, com uma versão dourada destinada àqueles que foram para o espaço.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Hoje, a tradição continua ativa para representar as missões dos viajantes espaciais, e instituições como a British Interplanetary Society e Federal Aviation Administration (FAA) criaram diferentes designs para representar suas tripulações. Contudo, perceba que, embora elas sejam criadas por várias entidades, ainda não existia uma insígnia com um só símbolo capaz de representar a todos que foram ao espaço. É aqui que entra a Universal Astronaut Insignia.

Andy Turnage, diretor executivo da ASE, explica que a ideia surgiu em março de 2015, quando ele e o ex-astronauta Michael Lopez-Alegria retornavam de uma comemoração do 50º aniversário do primeiro spacewalk da história, realizado pelo cosmonauta Aleksei A. Leonov. Eles perceberam que, embora vários países já tenham levado pessoas para fora do planeta, somente os astronautas da NASA tinham uma insígnia criada especialmente para eles: “pensamos se havia chegado o momento de criar uma que fosse comum para todos os viajantes do espaço, de todos os países — e chegou”, relatou Lopez-Alegria.

Um design para todos

(Imagem: Reprodução/Association of Space Explorers)

Claro que não seria fácil criar um símbolo capaz de representar tantas nacionalidades e culturas diferentes, e que pudesse também ser aplicado para representar as missões suborbitais e orbitais. No fim das contas, o desenho surgiu de forma quase espontânea: Turnage conta que, durante uma reunião do comitê executivo, ele e o cosmonauta Vinogradov rascunharam algumas ideias, sendo que eles estavam em lados opostos da sala da reunião.

Eles chegaram a um símbolo quase idêntico e bem parecido com o design final, que conta com uma divisão ascendente e descendente que converge em uma estrela de cinco pontas, representando a jornada ao espaço e de volta para Terra — e pode ser usada por qualquer pessoa que for ao espaço. Quem voou na órbita terrestre ou além receberá uma versão levemente modificada, que tem uma forma redonda envolvendo o símbolo.

Soichi Noguchi, a bordo da ISS, usando a nova insíginia (Imagem: Reprodução/JAXA)

Assim, os futuros passageiros que voarem com a SpaceX, Virgin Galactic, Blue Origin e outras empresas poderão usar a Universal Astronaut Insignia, bem como cosmonautas e astronautas profissionais que partirem em missões de suas respectivas agências espaciais. A ideia é que a ASE crie também um registro físico dos viajantes espaciais, com os nomes das quase 600 pessoas que já foram ao espaço e daquelas que ainda irão.

Aliás, não é preciso esperar muito para ver a nova insígnia sendo usada: Soichi Noguchi, astronauta da Japan Aerospace Exploration Agency (JAXA) e membro do comitê executivo da ASE, está na Estação Espacial Internacional desde novembro com a missão Crew-1, e levou a insígnia para o laboratório orbital. Quando ele retornar, o objeto — que foi o primeiro com o novo desenho a ir para o espaço — será presenteado à família de Yuri Gagarin.

Fonte: Collect Space

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.