NASA adia mais uma vez lançamento da missão Crew-1 com a SpaceX à ISS

Por Danielle Cassita | 29 de Setembro de 2020 às 13h30
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

No início deste ano, a Crew-1, primeira missão tripulada operacional da SpaceX com a NASA, foi adiada de agosto para setembro. Depois, um novo adiamento estabeleceu que a missão não aconteceria até 23 de outubro. Em um novo comunicado, agora a NASA informa que a missão deverá ser lançada em 31 de outubro para que a empresa de Elon Musk leve os próximos astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS).

A nova data foi estabelecida para dar fôlego às operações da missão Soyuz, que será lançada em 14 de outubro e levará Kate Rubins, astronauta, e os cosmonautas Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkove. Já o pouso da missão trará de volta Chris Cassidy, astronauta da NASA, e Anatoli Ivanishin e Ivan Vagner. Além disso, a agência espacial também pontua que este tempo adicional é importante para a finalização de trabalhos em andamento tanto no solo quanto a bordo da estação antes da chegada da nave.

A tripulação da Crew-1 (Imagem: Reprodução/SpaceX)

A atualização também traz alguns benefícios para o planejamento da missão: a SpaceX continua avançando nos preparativos para o veículo Crew Dragon e o foguete Falcon 9, então o novo prazo dá mais tempo para a equipe finalizar eventuais ajustes. Este aumento também irá fornecer uma boa janela de oportunidades para a realização de testes adicionais para isolar os vazamentos de atmosfera do laboratório — que não oferecem riscos à tripulação, vale lembrar.

Os astronautas Michael Hopkins, Victor Glover, e Shannon Walker, da NASA e Soichi Noguchi, da Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), irão voar na nave Crew Dragon com o foguete Falcon 9, no complexo de lançamento Kennedy Space Center, da NASA, e ficarão seis meses no laboratório orbital. Este lançamento será o primeiro em que uma tripulação internacional vai voar a bordo de um foguete e nave norte-americanos certificados pela NASA e de propriedade dos EUA.

A Crew-1 será a primeira de pelo menos seis missões operacionais que a SpaceX irá lançar à ISS sob o contrato assinado com a NASA. Entretanto, esta missão não é o primeiro voo tripulado da SpaceX — este título fica para a Demo-2, que levou Bob Behnken e Doug Hurley, astronautas da NASA, para uma estadia de dois meses na ISS.

Fonte: NASA, Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.