Publicidade

Missão de "fabricar" oxigênio em Marte é concluída

Por| Editado por Patricia Gnipper | 07 de Setembro de 2023 às 16h57

Link copiado!

NASA/JPL-Caltech
NASA/JPL-Caltech
Tudo sobre NASA

A NASA informou na quarta-feira (6) que o instrumento MOXIE, instalado no chassi do Perseverance, concluiu sua missão em Marte com sucesso. O pequeno gerador de oxigênio realizou sua tarefa pela 16ª e última vez, comprovando sua eficácia com louvor e demonstrando que talvez astronautas um dia respirem tranquilamente no Planeta Vermelho.

O MOXIE (sigla de Mars Oxygen In Situ Resource Utilization Experiment) é um aparelho pequeno, mas capaz de separar o átomo de oxigênio das moléculas de dióxido de carbono (CO2) — o principal componente da atmosfera marciana, representando 90% do total. Por lá, o oxigênio é apenas residual, ou seja, em quantidade irrelevante.

Em moléculas de CO2, existem dois átomos de oxigênio para cada átomo de carbono, permitindo o MOXIE (e seus eventuais sucessores) gerar uma boa quantidade do elemento fundamental para a nossa respiração. Desde 2021, o instrumento gerou um total de 122 gramas de oxigênio, suficiente para um cachorro pequeno respirar por 10 horas.

Continua após a publicidade

Suas execuções já chegaram a render 12 gramas de oxigênio por hora, o dobro da meta da NASA, sendo que a última execução conseguiu obter 9,8 gramas. Claro, este é apenas um teste de conceito, assim como o helicóptero Ingenuity (que já completou seu 56ª voo pela atmosfera marciana, por sinal), mas o sucesso da missão levará os engenheiros a construir geradores de oxigênio mais poderosos.

Também já foi comprovado que o MOXIE produz oxigênio em qualquer horário, seja noite ou dia, independente da temperatura. Entretanto, há épocas mais favoráveis, como a primavera, quando os níveis de CO2 atingem níveis mais altos em Marte. Assim, a equipe da missão decidiu testar o instrumento até seu limite, algo também necessário para descobrir por quanto tempo a tecnologia mantém sua eficácia.

Para o objetivo de fornecer oxigênio aos futuros colonos em Marte, os sucessores do MOXIE também precisarão armazenar o gás, por isso os engenheiros do MIT (os criadores do instrumento) pretendem criar um sistema em grande escala que possa liquefazer e proteger o oxigênio e liberá-lo conforme a necessidade.

Continua após a publicidade

Fonte: NASA