James Webb: espelho primário é implantado e telescópio enfim está pronto

James Webb: espelho primário é implantado e telescópio enfim está pronto

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 10 de Janeiro de 2022 às 11h12
NASA GSFC/CIL/Adriana Manrique Gutierrez/Flickr

O telescópio espacial James Webb finalizou a implantação de seu espelho primário, o maior já enviado ao espaço. O procedimento foi finalizado neste sábado (8) e representa um enorme avanço para a missão, já que está foi também a conclusão da última etapa que faltava de todas as grandes implantações necessárias para preparar o Webb para as operações científicas.

As duas “asas” do espelho primário do telescópio estavam dobradas para serem acomodadas no interior do foguete Ariane 5, usado no lançamento. Assim, após mais de uma semana de implantações críticas, a equipe do observatório começou a desdobrar os segmentos hexagonais do espelho primário, procedimento que durou dois dias e foi concluído às 15h17 (horário de Brasília) no sábado.

Bill Nelson, administrador da NASA, celebrou o sucesso do procedimento. “Hoje, a NASA alcançou outro grande feito de décadas de engenharia”, disse ele, em um comunicado. “Embora a jornada não esteja completa, me junto à equipe do Webb para respirarmos um pouco mais aliviados, enquanto imaginamos os futuros avanços que vão inspirar o mundo”, concluiu ele. Em sua fala, Nelson mencionou as próximas etapas que aguardam o Webb até chegar ao seu destino, a mais de 1,5 milhões de quilômetros da Terra.

O telescópio deverá chegar à sua localização de inserção (o lugar em que acionará propulsores para seguir ao seu destino final) no dia 23 de janeiro, mas ainda há manobras e operações de comissionamento à frente. Nos próximos 15 dias, o observatório começará a liberar e mover os 18 segmentos de seu espelho primário, para alinhar o sistema óptico. Em paralelo, a equipe em solo irá comandar 126 componentes para deixar os segmentos na posição adequada para que operem como um único espelho.

Sequência do desdobramento do telescópio James Webb, que será executada ao longo de um mês (Imagem: Reprodução/ESA)

Deverá levar até 12 dias para todos os espelhos serem posicionados para o alinhamento óptico. Depois, ainda serão necessários alguns meses para prepará-los para as primeiras observações de testes, conduzidas como parte do processo — e, neste primeiro momento, a NASA já alertou que as primeiras delas devem ficar desfocadas até o alinhamento do telescópio estar correto. Dependendo de como o processo acontecer, é possível que o alinhamento esteja concluído por volta do fim de abril.

Segundo John Durning, vice-gerente de projeto do telescópio, os instrumentos devem começar a ser ativados na próxima semana, e serão usados no alinhamento e refinamento do Webb. Ao fim do processo de comissionamento, a equipe planeja produzir algumas imagens para dar ao público um "gostinho" das capacidades do telescópio — embora os alvos delas ainda não tenham sido divulgados, elas irão incluir estrelas e a Grande Nuvem de Magalhães, galáxia anã satélite da Via Láctea.

Fonte: NASA, ESA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.