Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Imagens de satélites mostram invasão da Rússia na Ucrânia

Por| Editado por Patricia Gnipper | 25 de Fevereiro de 2022 às 13h24

Link copiado!

Planet Labs PBC
Planet Labs PBC

Imagens registradas por um satélite comercial operado pela Planet mostram fumaça saindo de uma base aérea em território ucraniano, após a Rússia invadir a Ucrânia nesta quinta-feira (24). No momento, as tropas russas tomam o controle da região ao redor da usina nuclear de Chernobyl.

A startup Planet é responsável por uma constelação formada por mais de 200 satélites de observação da Terra. Os registros produzidos pelos satélites mostram imagens comparativas da região, antes e depois do ataque nas bases aéreas de Mykolaiv e Chuhuiv. As fotos mais recentes incluem fumaça escura emergindo das instalações da base de Chuhuiv.

Confira:

Continua após a publicidade

Chuhuive foi uma base da Força Aérea Soviética e fica localizada em uma região de grande importância militar. As instalações ficam fora da cidade de Kharkiv, a uma curta distância do sul da fronteira que divide o território russo do ucraniano. Nas imagens, vemos como Chuhuiv estava antes dos ataques e como ficou depois, com intensa fumaça escura subindo pelo ar.

Outros registros mostram a situação da base aérea de Mykolaiv, no dia 24 de fevereiro, após os ataques russos — note as grandes nuvens que se destacam nas fotos. De acordo com informações da BBC, há relatórios de explosões ocorridas nos arredores de Mykolaiv.

Continua após a publicidade

A Planet publicou estas imagens com um breve comunicado sobre a situação na Ucrânia. “É triste ver os eventos trágicos e deteriorantes na Ucrânia”, escreveram. “Vamos continuar proporcionando imagens da região aos nossos parceiros e organizações de socorro, alívio e direitos humanos, e à mídia, para expor a situação conforme os eventos acontecem”.

Devido à espessa cobertura de nuvens na região, houve uma quantidade relativamente baixa de imagens de satélite nas primeiras horas após o ataque. Já registros capturados pelos satélites da Maxar, operadora de uma constelação de satélites imageadores em alta resolução, mostram militares russos se preparando para a invasão na fronteira.

Além de mostrar a atividade russa antes do envio de tropas à Ucrânia, os registros mostram também uma grande frota de tecnologia e recursos militares, como helicópteros, tendas, veículos de ataque em solo e unidades de defesa aérea.

Continua após a publicidade

Fonte: Via: Space.com (1, 2), CNet