Publicidade

Helicóptero Ingenuity chega à marca histórica de 50 voos em Marte

Por| Editado por Luciana Zaramela | 14 de Abril de 2023 às 10h53

Link copiado!

NASA/JPL-Caltech/ASU
NASA/JPL-Caltech/ASU

O helicóptero Ingenuity realizou seu 50º voo em Marte na quinta-feira (13), uma marca histórica se considerarmos que ele foi projetado para voar apenas cinco vezes. Desta vez, a pequena aeronave se manteve no ar por mais de dois minutos e chegou mais alto do que nunca na atmosfera do planeta.

No novo voo, o helicóptero se deslocou por 322,2 metros em 145,7 segundos e alcançou 18 m de altitude, seu novo recorde. Depois, o Ingenuity pousou perto da cratera Belva, com 800 m de diâmetro.

Continua após a publicidade

A nova marca representa uma conquista enorme para a missão do Ingenuity. Afinal, ele é uma demonstração de tecnologia que, originalmente, foi projetada para voar poucas vezes, mas mostrou desempenho tão satisfatório que a NASA estendeu sua missão. A decisão foi tão acertada que o helicóptero segue avançando além de seus limites.

Hoje, o helicóptero já soma 23 meses (terrestres) e 45 voos realizados além da duração para qual foi projetado, totalizando mais de 89 minutos no ar e 11,6 quilômetros percorridos. “Excedemos nosso tempo de voo cumulativo desde nossa demonstração de tecnologia em 1.250%, e distância de voo esperada em 2.214%”, disse Teddy Tzanetos, líder da equipe do Ingenuity.

Estes resultados demonstram o potencial de aeronaves para futuras missões em Marte, e nos lembram também que o Ingenuity oferece perspectivas do planeta que nenhuma outra missão enviada para lá conseguiu. Entretanto, há um preço a se pagar para ultrapassar expectativas.

Após chegar tão longe — literalmente! —, alguns dos componentes do Ingenuity apresentam sinais esperados de desgaste, e a equipe do helicóptero observa que ele está chegando a terrenos cada vez mais complexos, que vão exigir mais de sua estrutura.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

“Chegamos muito longe e queremos ir além, mas sabemos desde o início que nosso tempo em Marte era limitado”, observou Tzanetos. "Se a missão do Ingenuity vai acabar amanhã, na próxima semana ou em meses a partir de agora é algo que ninguém pode prever”, acrescentou ele. “Mas o que posso prever é que, quando acontecer, vamos fazer uma festa e tanto”.

Fonte: NASA