Elon Musk se oferece para criar trajes espaciais para o retorno à Lua em 2024

Elon Musk se oferece para criar trajes espaciais para o retorno à Lua em 2024

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 10 de Agosto de 2021 às 18h30
SpaceX

Enquanto a NASA mantém 2024 como o ano do retorno da humanidade a Lua, novos desafios surgem — e que podem obrigar a agência espacial a rever este cronograma. O desafio mais recente, relatado pelo Office of Inspector General da própria NASA, é o atraso de quase dois anos na produção dos trajes espaciais para os astronautas do Programa Artemis. Eis que surge Elon Musk, da SpaceX, se oferecendo para produzir tais trajes e dar uma "mãozinha" para a NASA.

O atraso no desenvolvimento dos trajes espaciais é apenas mais um motivo de preocupação para o Programa Artemis. Em junho deste ano, o Government Accountability Office (GAO), órgão responsável pelas contas publicas dos EUA, manifestou sua preocupação de que a NASA não conseguisse retornar a Lua em 2024. Na ocasião, a GAO apontou para os diversos projetos ainda em desenvolvimento, como é o caso do módulo de pouso lunar. Apesar disso, em relação aos trajes dos astronautas, parece haver uma alternativa vinda de Musk — caso o que ele ofereceu tenha sido, de fato, genuíno.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Por enquanto, a NASA ainda segue lutando para cumprir seu cronograma apertado; no entanto, é bem provável que ela precise de alguma ajuda da indústria privada. A própria SpaceX já projetou trajes espaciais, mas eles foram desenvolvidos para o uso na Estação Espacial Internacional, que fica na órbita terrestre, não sendo adequados para caminhadas espaciais, por exemplo, muito menos para proteger astronautas das condições hostis de outros mundos, como a Lua. Segundo a recente auditoria da agência espacial norte-americana, parte dos atrasos do cronograma é culpa das paralisações do ano passado provocadas pela pandemia de COVID-19.

De todo modo, a SpaceX já está envolvida nos planos de retorno a Lua. A empresa firmou um contrato com a NASA, onde recebeu cerca de US $2,9 bilhões para desenvolver o primeiro lander comercial que levará astronautas até a superfície lunar. Se a empresa de Musk também será a responsável pelos trajes espaciais, ainda é cedo para saber.

Fonte: Futurism

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.