Conheça os 10 novos astronautas escolhidos pela NASA para futuras missões

Conheça os 10 novos astronautas escolhidos pela NASA para futuras missões

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 06 de Dezembro de 2021 às 19h01
NASA

Uma turma de 10 novos candidatos a astronautas foi selecionada pela NASA para ser treinada para as futuras missões norte-americanas. A notícia foi divulgada pelo administrador da agência espacial, Bill Nelson, nesta segunda-feira (6), em Houston. Esse é o primeiro grupo de formação em quatro anos.

Segundo a NASA, os 10 novos candidatos foram selecionados entre mais de 12.000 inscritos para o programa aeroespacial. Eles representarão os EUA em benefício da humanidade no espaço, segundo a agência.

A nova turma foi apresentada por Nelson, saudada como os novos 10 exploradores e membros da geração Artemis. Ele destacou que juntos, os candidatos representam o lema do país e citou a expressão pluribus unum que significa “entre muitos, um” em latim.

Como será o treinamento dos astronautas

Os 10 candidatos inciarão sua jornada de formação já em janeiro de 2022, quando se apresentarão no Johnson Space Center para um treinamento de dois anos. A formação de astronautas se concentrará em cinco principais categorias:

  • Operação e manutenção dos sistemas complexos da Estação Espacial Internacional (ISS);
  • Treinamento para caminhadas espaciais;
  • Desenvolvimento de habilidades complexas de robótica;
  • Operação segura de um jato de treinamento T-38;
  • Domínio do idioma russo.

Quando eles concluírem o treinamento, serão designados às missões que envolvem pesquisas a bordo da ISS, lançamento de foguetes comerciais e também viagens tripuladas para Lua — com a nave Orion, da NASA, e o foguete Space Launch System (SLS).

Durante o evento, a ex-astronauta e vice-administradora da agência espacial, Pam Melroy, destacou que a nova turma traz a diversidade de muitas maneiras para o corpo de astronautas da NASA — segundo ela “uma das formas mais elevadas e empolgantes de serviço público”.

Concepção da nave Órion (Imagem: Reprodução/NASA)

Entre os mais de 12.000 inscritos, haviam representantes dos 50 estados norte-americanos e do capital, além de territórios estadunidenses como Porto Rico, Guam, Ilhas Virgens e Ilhas Marianas do Norte.

Foi a primeira vez que a NASA exigiu que todos tivessem mestrado em alguma área de STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e a seleção foi feita por meio de uma avaliação online.

Quem são os novos astronautas da NASA

Os 10 novos futuros astronautas da NASA (Imagem: Reprodução/NASA)

Segundo a NASA, as mulheres e homens selecionados para a nova classe de astronautas representam a diversidade da América do Norte e as carreiras que podem levar a um lugar como este. São eles:

  • Nichole Ayers: major da Força Aérea dos EUA, possui bacharelado em matemática e especialização em russo, além de ser uma excelente aviadora de combate que liderou a primeira formação feminina da aeronave F-22;
  • Marcos Berríos: também major da Força Aérea norte-americana, é formado em engenharia mecânica pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) e é mestre em engenharia mecânica;
  • Christina Birch: formada em matemática, bioquímica e biofísica pela Universidade do Arizona, ela possui doutorado em engenharia biológica no MIT e uma boa experiência como professora em universidades;
  • Deniz Burnham: tenente da marinha dos EUA, é formado em engenharia química pela Universidade da Califórnia e tem mestrado em engenharia mecânica. Ele é um experiente líder na indústria de energia;
  • Luke Delaney: major aposentado do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, é engenheiro mecânico e mestre em engenharia aeroespacial. Tem grande experiência em missões de combate e em voos de integração de sistema de armas. Como piloto, acumula mais de 3.700 horas em 48 modelos de naves;
  • Andre Douglas: doutor em engenharia de sistemas, ele foi membro sênior da equipe de Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, onde esteve envolvido em projetos de defesa planetária e em missões de exploração espacial da NASA;
  • Jack Hathaway: comandante da Marinha dos EUA, tem bacharelado em física e história. Como aviador, tem grande experiência em caças e foi recentemente escolhido como o futuro oficial executivo do Strike Fighter Squadron 81. Ele tem mais de 2.500 horas pilotando 30 naves diferentes;
  • Anil Menon: tenente-coronel da Força Aérea dos EUA, ele foi o primeiro cirurgião de voo da SpaceX — presente na primeira missão tripulada da empresa, a Demo-2. Ele também trabalhou como cirurgião de voo em várias expedições da NASA. Como médico de emergência, ele atua em treinamento para estudos em medicina selvagem e aeroespacial;
  • Christopher Williams: doutor em física pelo MIT, ele é médico certificado pela Harvard Medical School. Também foi chefe do programa de terapia de radiação adaptativa do Dana-Farber Cancer Institute;
  • Jessica Wittner: tenente-comandante da Marinha dos EUA, ainda atua como aviadora naval e piloto de testes. É bacharel e mestre em engenharia aeroespacial ela também é graduada pela Escola de Pilotos de Teste Naval dos EUA.

Com a nova turma, a NASA alcança a marca de 360 astronautas selecionados desde o Mercury Seven, formado em 1959. “Hoje chegamos mais longe nas estrelas conforme avançamos para a Lua mais uma vez e para Marte com a mais nova classe de candidatos a astronautas da NASA”, encerrou a diretora do Johnson Space, Vanessa Wyche.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.