Como será o sistema de abastecimento orbital dos foguete Starship, da SpaceX?

Como será o sistema de abastecimento orbital dos foguete Starship, da SpaceX?

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 09 de Agosto de 2021 às 15h50
ErcXspace/Twitter

O sistema Starship, formado por um foguete de mesmo nome e pelo poderoso propulsor Super Heavy, é a grande aposta da SpaceX para levar pessoas e cargas à Lua — e, futuramente, a Marte. Para isso, o sistema precisará superar a gravidade terrestre para, depois, seguir viagem a seus destinos, algo que irá exigir abastecimento em órbita. Ainda não há detalhes sobre como, exatamente, irá funcionar — mas um entusiasta da SpaceX pode ter adiantado o que está por vir.

Em uma publicação no Twitter, um usuário chamado Erc X mostra uma imagem renderizada com dois foguetes Starship juntos, em órbita, para “transferir fluidos”. Calma, não entenda mal a posição dos dois veículos na imagem abaixo! É que eles teriam que se manter juntos para transferir propelente ao outro. De acordo com o usuário, a imagem foi feita com base no que Elon Musk, CEO da SpaceX, explicou sobre o novo sistema de abastecimento.

Confira o resultado:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Esse sistema de abastecimento em órbita é parte intrínseca da missão da SpaceX e está em desenvolvimento há algum tempo. No ano passado, a NASA fechou contratos com 15 empresas para dar apoio financeiro à pesquisa e desenvolvimento de projetos relacionados à gestão de propelente criogênico no espaço, operações na superfície lunar, entre outras tecnologias.

Uma dessas empresas é a SpaceX, que fechou um contrato de US$ 53,2 milhões para realizar uma demonstração de larga escala para transferir 10 toneladas métricas de oxigênio líquido entre os tanques de um veículo Starship. “Combinar a rápida reusabilidade do Starship com o abastecimento orbital é algo crítico para o transporte de um grande número de pessoas e cargas à Lua e Marte”, explicou a empresa, na época em que o contrato foi divulgado.

Na animação abaixo, você encontra a proposta anterior de abastecimento orbital, feito com as duas naves sendo conectadas de ponta a ponta:

Ainda não há data para o teste de abastecimento orbital acontecer, mas, antes disso, a empresa ainda precisa mostrar que o Starship e seu propulsor Super Heavy estão preparados para ir ao espaço. Para isso, a SpaceX irá realizar um teste orbital, em que o Starship dará uma volta em torno da Terra para, depois, retornar e pousar no Oceano Pacífico. Após o lançamento, o Super Heavy retornaria para pousar a cerca de 20 km da costa do Golfo do México.

Fonte: Futurism, Teslarati

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.