Elon Musk diz que Starship pode ser usado para "engolir" lixo espacial

Elon Musk diz que Starship pode ser usado para "engolir" lixo espacial

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 14 de Julho de 2021 às 12h27
SpaceX

A SpaceX, empresa fundada pelo bilionário Elon Musk, segue desenvolvendo o sistema Starship para, futuramente, levar pessoas e cargas úteis à Lua — e, se tudo correr conforme o planejado, também para Marte. Em um tuíte publicado no início de julho, Musk propôs também usar o foguete como mais uma ferramenta para ajudar na limpeza do lixo espacial na órbita da Terra; para isso, a carenagem do veículo seria aberta para “abocanhar” os detritos em órbita.

Naquele dia, Musk estava compartilhando algumas novidades sobre revestimentos dos satélites Starlink, para reduzir o impacto que causam nas observações astronômicas. Assim, um usuário aproveitou para perguntar se a SpaceX já tinha alguma ideia em mente para lidar com os detritos espaciais — principalmente em relação à chamada Síndrome de Kessler, um efeito dominó destrutivo que acontece quando detritos se chocam entre si, produzindo ainda mais detritos, e aí causam uma reação em cadeia.

Representação do Starship com a carenagem de cargas úteis aberta (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Em resposta, Musk propôs aproveitar a carenagem móvel do Starship para esta finalidade. "Podemos voar o Starship e comer os detritos com a porta móvel da carenagem", disse na publicação. A carenagem de cargas úteis do foguete tem 9 m de diâmetro, o que permite um volume maior de carga em relação a outros veículos de lançamento. Esse componente fica fechado durante o lançamento e se abre no momento de liberar a carga útil, que se separa do foguete com o auxílio de um adaptador.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Então, se pensarmos em um uso voltado para a coleta do lixo espacial, o Starship poderia abrir a carenagem e usaria a inércia para recolher os detritos espaciais, que seriam mantidos no compartimento de cargas — que, aliás, seria um mecanismo parecido com aquele usado pelas baleias azuis e jubarte para se alimentarem. Como a carenagem tem volume interno de 1.100 m³, seria possível capturar detritos com tamanho equivalente a oito vezes o da nave Crew Dragon, incluindo o compartimento de cargas.

Por enquanto, esta é mais uma ideia de uso alternativo para o veículo espacial, mas é uma proposta interessante pelo momento atual, em que os detritos orbitais se tornam um problema cada vez mais preocupante pelo risco que causam a astronautas e naves.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que o Starship é considerado um aliado para ajudar a lidar com o lixo espacial: no ano passado, Gwynne Shotwell, presidente da SpaceX, mencionou em entrevista que é provável que o foguete seja usado para ir a antigos foguetes abandonados em órbita para coletá-los, auxiliando na mitigação.

Fonte: Universe Today

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.