SpaceX mostra em vídeo como planeja levar pessoas ao espaço com o Starship

SpaceX mostra em vídeo como planeja levar pessoas ao espaço com o Starship

Por Patrícia Gnipper | 04 de Outubro de 2019 às 18h45
SpaceX

A empresa espacial de Elon Musk vem fazendo vários testes com protótipos do Starship, seu novo e poderoso foguete que, em breve, será capaz de levar até 100 passageiros de uma só vez ao espaço. Agora, a SpaceX decidiu publicar um vídeo para mostrar um retrato futurista de como planeja fazer isso acontecer.

O foguete metálico de 39 andares foi projetado para ajudar a iniciar a construção de uma base em Marte, literalmente preparando o terreno para os futuros colonizadores do Planeta Vermelho. Contudo, antes que isso aconteça, o Starship também será usado para viagens à Lua.

Assista ao vídeo:

O vídeo detalha lançamentos acontecendo a partir de Boca Chica, no Texas, área que Musk pretende transformar em uma das principais bases de lançamentos espaciais do futuro próximo. "Tornar-se uma civilização espacial — estando lá fora entre as estrelas — é uma das coisas que eu sei que me faz feliz por estar vivo", declarou Musk na ocasião em que o vídeo foi revelado, em evento onde o CEO da SpaceX também mostrou mais sobre o protótipo Mark 1 do Starship.

Musk pretende colocar o Starship final para voar em menos de seis meses, contando a partir de agora. Contudo, não revelou exatamente para onde seria este primeiro voo, se apenas orbital, ou se já estaria mirando outros lugares, como a Lua, de repente.

Conceito do Starship em uma base lunar (Imagem: SpaceX)

Para o CEO, o Starship com seu booster Super Heavy pode se tornar o primeiro sistema de lançamento totalmente reutilizável. Se sua visão se concretizar, sua empresa em algum momento acabará investindo apenas em combustível, pequenas reformas e custos operacionais. Com o booster Super Heavy, o conjunto usará até 37 motores Raptor para iniciar o voo e, uma vez posicionado em uma altitude suficiente, o Starship inicia sua separação do booster, disparando seus outros seis motores para então alcançar a órbita. A partir daí, o Super Heavy começa a despencar de volta à Terra, pousando suavemente na plataforma onde foi lançado.

Já no ambiente espacial, o Starship poderia receber uma segunda nave de reabastecimento que se conectaria de ponta a ponta, executando a operação de recarga para, então, se separarem. Dessa maneira, a nave abastecida teria combustível suficiente para partir rumo à Lua ou a Marte, enquanto a nave de abastecimento voltaria para a Terra.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.