Blue Origin está mudando o projeto do foguete New Glenn para competir com SpaceX

Blue Origin está mudando o projeto do foguete New Glenn para competir com SpaceX

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 27 de Julho de 2021 às 16h30
Twitter/Jeff Bezos

Enquanto o lançamento inaugural do foguete New Glenn, da Blue Origin, não acontece, surgiram alguns rumores de a empresa ter feito algumas alterações em seu foguete para produzi-lo com aço inoxidável, o que o tornaria parecido com os foguetes da SpaceX. Na verdade, a mudança em andamento não é exatamente na composição da estrutura do veículo, mas sim no projeto: a empresa de Jeff Bezos está trabalhando em um estágio superior reutilizável para seu novo foguete, que pode usar tanques de aço inoxidável. Assim, a Blue Origin pode competir ainda mais com a SpaceX no mercado de foguetes reutilizáveis, que barateiam os lançamentos ao espaço.

O programa do novo estágio reutilizável faz parte do projeto Jarvis, que nasceu quando Bezos observou a SpaceX lançar e pousar um dos protótipos do Starship durante testes. No caso da Blue Origin, a ideia de criar um estágio reutilizável com tanques de propelente de aço inoxidável viria para reduzir os custos do New Glenn. “Essa é a diferença entre ter lucro e prejuízo nos lançamentos do New Glenn”, disse uma fonte da indústria familiar ao projeto ao portal Ars Technica.

Conceito do foguete New Glenn (Imagem: Reprodução/Blue Origin)

Com um sistema de lançamento assim, a Blue Origin poderia competir mais ferrenhamente com a SpaceX para lançar cargas úteis grandes e volumosas. Ainda não há informações sobre o desenvolvimento do novo estágio, mas, considerando o que se sabe até agora, parece que a inspiração vem da SpaceX não somente na escolha do material usado, mas também do sistema reutilizável. É que, enquanto Musk tem o projeto ambicioso de pousar e reutilizar o propulsor Super Heavy e o estágio superior Starship, que formam o veículo de mesmo nome, Bezos verificou com seus funcionários informações sobre estágios superiores reutilizáveis.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Eles disseram, em resposta, que essa abordagem provavelmente não iria funcionar — e que o método adotado pela SpaceX, de testar rapidamente os protótipos Starship realizando poucos processos e procedimentos, dificilmente terá sucesso. Apesar disso, Bezo decidiu avançar a todo vapor seu projeto de segundo estágio reutilizável com o resultado de testes recentes de protótipos do Starship. A conquista da SpaceX foi gradual, já que diversos protótipos explodiram durante os testes de alta altitude até que o SN10 conseguiu pousar, mas explodiu em seguida. Já o SN15 pousou com perfeição e não explodiu depois disso.

Ainda não se sabe qual é o orçamento dedicado a esta empreitada, mas o trabalho com o novo estágio está avançando. Testes iniciais dos tanques podem começar ainda neste ano, durante o outono nos Estados Unidos e, se tudo correr bem, deverá haver novos testes em seguida. De qualquer forma, o projeto da Blue Origin, até o momento, é lançar o New Glenn com um segundo estágio descartável (ao menos inicialmente), e a transição para o componente reutilizável poderá acontecer ao longo da década de 2020.


Fonte: Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.