Após perder contrato, Blue Origin adia lançamento de foguete New Glenn para 2022

Após perder contrato, Blue Origin adia lançamento de foguete New Glenn para 2022

Por Danielle Cassita | 26 de Fevereiro de 2021 às 11h15
Reprodução/Blue Origin

O foguete New Glenn, da Blue Origin, vai demorar mais um pouco para realizar seu primeiro voo: de acordo com informações publicadas pela empresa de Jeff Bezos nesta quinta-feira (25), o primeiro lançamento do veículo será feito apenas no final de 2022. A decisão foi tomada após a empresa não ter sido selecionada pela Força Espacial durante uma licitação do contrato National Security Space Launch (NSSL) de Fase 2, no ano passado.

Segundo Jarrett Jones, vice-presidente sênior da Blue Origin, a mudança no cronograma ocorreu principalmente por motivos técnicos e financeiros, que surgiram após a perda do contrato. O contrato era destinado à seleção de empresas fornecedoras de lançamentos espaciais para a segurança nacional nos Estados Unidos, e a United Launch Alliance e SpaceX foram selecionadas no lugar da Blue Origin, escolhidas para realizar lançamentos de 2022 a 2027.

Conceito do foguete New Glenn (Imagem: Reprodução/Blue Origin)

O lançamento inaugural do foguete deveria ter sido feito em 2020, mas acabou adiado para o fim de 2021. Depois da perda do contrato, foi necessário reorganizar o cronograma e o plano de desenvolvimento: “analisamos tudo que estava em jogo, incluindo o patrocínio e os clientes, e criamos um planejamento em que colocamos todos os nossos recursos e utilizamos todos os fundos necessários”, explicou Jones. Ainda, havia alguns obstáculos que poderiam impactar o lançamento do foguete na data, como a produção dos tanques de propelente e testes de radiação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Jones comentou durante uma entrevista que isto custou alguns bilhões de dólares para a empresa, mas que eles seguem avançando mesmo assim no desenvolvimento do foguete para prestar serviços para clientes civis e comerciais: “a Blue Origin mantém seu compromisso com o New Glenn, e temos os recursos necessários para alcançarmos nossos objetivos”, disse. É esperado que o foguete esteja pronto para disputar outro NSSL em uma futura licitação, em 2024.

O foguete New Glenn, de cerca 95 metros de altura, é um veículo de lançamento que será capaz de levar pessoas e cargas úteis para a órbita da Terra e outros destinos. O primeiro estágio do foguete é reutilizável, e pode ser usado em até 25 missões. Quando estiver em ação, o veículo poderá levar cargas úteis de mais de 13 toneladas métricas para a órbita geoestacionária de transferência, e 45 toneladas para a órbita baixa da Terra.

Fonte: Blue Origin, SpaceNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.