Bill Gates critica turismo espacial e diz que "há muito o que fazer na Terra"

Bill Gates critica turismo espacial e diz que "há muito o que fazer na Terra"

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 27 de Setembro de 2021 às 11h57
Divulgação: Netflix

Durante participação no programa The Late Late Show with James Corden, Bill Gates criticou a grande ambição de bilionários como Jeff Bezos e Elon Musk com o espaço sideral. Para o fundador da Microsoft, o turismo no espaço não deveria ser prioridade quando ainda há muito o que se fazer para melhorar a situação da Terra.

Gates estreou o novo quadro do programa apresentado por James Cordem, chamado Climate Night. Durante a entrevista, Cordem agradeceu Gates por ser um bilionário que não está tentando escapar do planeta em uma nave espacial. Na ocasião, o empreendedor disse que ficou muito obcecado por descobrir maneira de acabar com malária e o HIV — e que provavelmente aborreceu muita gente falando sempre sobre isso.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para Gates, a Terra é prioridade. "Espaço? Temos muito o que fazer aqui na Terra", afirmou na entrevista. A fala dele vem uma semana após a conclusão da missão Inspiration4 — a primeira missão totalmente civil a orbitar o planeta, realizada pela SpaceX de Elon Musk. Em julho deste ano, Jeff Bezos e Richard Branson voaram até a “fronteira” do espaço a bordo das naves espaciais de suas empresas, Blue Origin e Virgin Galactic, respectivamente.

Embora os bilionários tenham permanecido apenas pouco tempo em seus voos, ambas as missões custaram bilhões de dólares. Durante a Assembleia Geral da ONU, na semana passada, António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, chamou a atenção para bilionários gastando bilhões de dólares nessas viagens, enquanto "milhões passam fome na Terra".

Tripulação civil da missão Inspiration4 (Imagem: Reprodução/John Kraus/Inspiration4)

SpaceX, Blue Origin e Virgin Galactic não se pronunciaram oficialmente sobre tais críticas, mas Bezos, fundador da Blue Origin, já chegou a dizer que seus críticos, em sua maioria, estavam certos. “Temos muitos problemas aqui e agora na Terra e precisamos trabalhar nisso e também precisamos olhar para o futuro, sempre fizemos isso como espécie e como civilização", acrescentou.

Já em depoimento na série documental Countdown: Inspiration4 Mission To Space, Musk afirmou que deveríamos gastar a maioria dos recursos para resolver os problemas da Terra, dizendo que mais de 99% da economia mundial deveria ser dedicada à solução dessas questões. "Mas eu acho que talvez algo como 1%, ou menos de 1%, poderia ser aplicado para estender a vida além da Terra", acrescentou.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.