Ax-1: 1º missão totalmente privada à Estação Espacial Internacional é lançada

Ax-1: 1º missão totalmente privada à Estação Espacial Internacional é lançada

Por Danielle Cassita | Editado por Rafael Rigues | 08 de Abril de 2022 às 12h22
SpaceX/YouTube

A Axiom Mission 1 (Ax-1), a primeira missão totalmente privada com destino à Estação Espacial Internacional (ISS), foi lançada nesta sexta-feira (8) às 12h18, no horário de Brasília. Michael López-Alegría, Larry Connor, Mark Pathy e Eytan Stibbe viajam a bordo de uma cápsula Crew Dragon, impulsionada por um foguete Falcon 9, e passarão dez dias no espaço, oito deles a bordo da ISS, onde vão conduzir uma série de experimentos científicos e estudos.

Larry Connor, que é aviador, serve como piloto. Mark Pathy, CEO e diretor da MARVIK de Montreal, no Canadá, e Eytan Stibbe, sócio fundador da Vital Capital e ex-piloto da Força Aérea de Israel, são os especialistas da missão. Por fim, Michael López-Alegría, ex-astronauta da NASA e vice-presidente de desenvolvimento de negócios na Axiom Space, é o comandante da missão.

Durante sua atuação na agência espacial Lopez-Alegría somou mais de 257 dias de atividades no espaço, e se torna agora a primeira pessoa a comandar missões espaciais civis e comerciais.

Da esquerda para a direita, Mark Pathy, Larry Connor, Michael López-Alegría e Eytan Stibbe (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Os mais de 20 experimentos científicos da missão foram desenvolvidos em parceria com diferentes instituições, como as clínicas Mayo e Cleveland e a Agência Espacial Canadense, entre outras. Além dos objetivos científicos, a Ax-1 representa também o primeiro passo para a construção da primeira estação espacial privada, projeto idealizado pela Axiom Space.

O lançamento da Ax-1

Os tripulantes da missão chegaram à plataforma do lançamento a bordo de carros da montadora Tesla por volta das 9h20 (horário de Brasília), quando faltavam um pouco menos de três horas para o foguete deixar o solo. Depois, eles iniciaram os preparativos para embarcar na cápsula Crew Dragon — e, como manda a tradição dos astronautas que voam com a SpaceX, assinaram seus nomes na "sala branca" logo antes do embarque na cápsula.

Por volta das 9h31, eles começaram a se preparar para entrar na cápsula Dragon. As verificações de comunicação com os tripulantes ocorreram alguns minutos depois.

Já às 9h38, os membros da Ax-1 estavam posicionados no interior da cápsula Endeavour, a mesma utilizada nas missões Demo-2 e Crew-2. Por volta das 10h, os assentos com os tripulantes foram rotacionados para a posição do lançamento, e as equipes da missão conduziram verificações para garantir que não havia vazamentos nos trajes.

A escotilha lateral foi fechada às 10h24 e as equipes da SpaceX conduziram novas verificações da pressão no interior da cápsula. Eles não ficaram satisfeitos, e decidiram abrir a escotilha, limpar uma válvula e realizar uma nova verificação, para se certificar de que não haviam vazamentos. Esta verificação ocorreu sem problemas, quando faltava pouco mais de uma hora para o lançamento.

O "braço", uma plataforma que dá acesso à cápsula, foi removido de sua posição às 11h37. Depois, com 40 minutos para o lançamento, a SpaceX iniciou a preparação do sistema de escape, que protege os astronautas no caso de alguma emergência.

O foguete Falcon 9 começou a ser abastecido com propelente por volta das 11h50. Além disso, a SpaceX mostrou imagens da embarcação autônoma, já posicionada no oceano, que irá receber o primeiro estágio do foguete Falcon 9 após seu retorno do espaço, enquanto o segundo seguirá para levar a cápsula à órbita.

Finalmente, o lançamento aconteceu às 12h18. De acordo com informações da SpaceX, a acoplagem na Estação Espacial Internacional está estimada para acontecer por volta das 08h45 de sábado (9), no horário de Brasília.

Abaixo, você confere a transmissão completa do lançamento:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.