Quem é o Cavaleiro da Lua e o que esperar da nova série da Marvel

Quem é o Cavaleiro da Lua e o que esperar da nova série da Marvel

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 18 de Janeiro de 2022 às 10h49
Reprodução/Marvel Comics

O Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) está prestes a ganhar um novo herói. Cavaleiro da Lua é uma das estreias prometidas pelo Marvel Studios para o Disney+ em 2022 e, com isso, apresenta ao público mais um personagem desconhecido até para boa parte dos leitores de quadrinhos.

Só que, embora nunca tenha tido lá sua relevância nas HQs e nem pertença ao panteão da editora, não há como negar que o vigilante tenha lá seu charme — principalmente por causa de sua história tão única. Ao contrário da grande maioria dos heróis, que têm uma origem trágica que os motiva a combater o crime, o Cavaleiro da Lua é alguém perturbado e que transita na linha tênue entre a insanidade e o divino.

Por isso mesmo, são poucos os roteiristas que se aventuram a escrever histórias para ele. Afinal, como retratar de forma heroica um personagem com múltiplas personalidades e mentalmente instável? É uma abordagem sempre muito delicada que nem todo mundo sabe trabalhar muito bem,

Mas afinal, quem é o Cavaleiro da Lua e por que ele é essa figura tão única dentro da Marvel? Conheça o herói e saiba o que esperar de sua série no Disney+.

Cavaleiro da Lua, o Herói de Fases

Por ser um personagem tão desconhecido, temos que fazer aquele resumo rápido de quem é o Cavaleiro da Lua. O herói é o alterego de Marc Spector, um ex-militar com sérios transtornos psiquiátricos que recebeu a bênção do deus da Lua egício Khonshu para se tornar seu avatar nos tempos modernos.

Com isso, ele se transforma no Cavaleiro da Lua, esse Batman branco e perturbado que combate o crime sob o lema de proteger aqueles que viajam à noite.

É realmente fácil entender por que muita gente vê o Cavaleiro da Lua como o Batman branco (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Algumas histórias o apresentavam como alguém com superforça e com habilidades que variavam de acordo com as fases da Lua. Assim, quando o céu ostenta a Lua cheia, Spector desbloqueia todo o potencial da divindade egípcia, enquanto as outras fases garantem superforça ou reflexos ampliados.

Contudo, em histórias mais recentes, isso quase não é mais mencionado e temos o Cavaleiro da Lua sendo realmente apenas um Batman de branco, ou seja, alguém muito rico com um uniforme extravagante surrando criminosos na rua. A grande diferença em relação ao Morcego da DC é que Spector é mentalmente instável, sofrendo com múltiplas personalidades e até alguns delírios, o que faz com que a sua própria história não seja lá muito confiável.

Um conto de horror

Para entender o surgimento do Cavaleiro da Lua é preciso, antes, dar alguns passos para trás e entender o momento que a Marvel estava vivendo no início dos anos 1970. Nessa época, o mercado de quadrinhos encarou um novo momento de baixa e a editora decidiu ampliar seu portfólio e não depender unicamente de histórias de super-heróis.

Primeira aparição do Cavaleiro da Lua foi caçando lobisomem (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Assim, ela passa a atirar para todos os lados, das histórias de artes marciais — que vão dar origem ao Shang-Chi que a gente conhece — até ao terror, que era algo que a editora já tinha visto dar certo algumas décadas antes. Assim, ela passa a publicar alguns gibis focados no Drácula e no Lobisomem, por exemplo.

E é justamente dentro desse universo mais macabro que o Cavaleiro da Lua aparece pela primeira vez. Ele faz a sua estreia em Werewolf by Night #32, de 1975, enfrentando justamente o protagonista licantropo. Na história, ele era uma espécie de caçador-mercenário contratado para capturar o lobisomem — entendeu o porquê da Lua?

Aliás, o traje que hoje é todo branco surgiu, originalmente, sendo prateado. Isso porque o uniforme usado por Spector em sua primeira aparição era todo feito de prata, que nada mais é do que o ponto fraco dos lobisomens.

Cavaleiro da Lua sempre foi para o lado mais brutal da Marvel (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Só que essa ideia do traje de prata durou pouco tempo e ele logo adotou o traje branco pelo qual ficou conhecido, carregando o símbolo da Lua — embora, durante um tempo, ele tenha estampado um outro símbolo egípcio em seu uniforme. Assim, ele passa a ser esse ex-mercenário que usa sua fortuna para financiar suas ações como vigilante em Nova York, que passa a atuar principalmente sob essa fé no deus egípcio — que muita gente duvida existir de fato.

Aliás, é por causa dessa ideia de “milionário agindo como vigilante usando capa e socando bandido na rua” que o Cavaleiro da Lua costuma ser comparado com o Batman, mas a verdade é que as semelhanças param por aí.

As muitas fases da Lua

No entanto, nada disso é o que realmente diferencia o Cavaleiro da Lua de qualquer outro herói. O que torna Spector um herói tão peculiar é que ele é alguém que sofre de alguns problemas mentais, como transtorno de personalidade e até mesmo alguns delírios.

Outros heróis da Marvel não confiam na mente do Cavaleiro da Lua (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Isso faz com que ele não seja apenas Marc Spector, mas também o milionário Steven Grant e o taxista Jake Lockley — todas personalidades tão diferentes e que fazem do herói uma figura bastante complexa de se entender e lidar. Esse transtorno nasce de um trauma de infância e é algo que vai marcar o Cavaleiro da Lua para sempre.

Tudo isso faz com que o herói não seja nada confiável, já que essa instabilidade faz com que nem tudo o que ele vê seja real, mas alucinações e delírios. E isso é algo que os demais heróis questionam, a ponto de alguns duvidarem que exista um deus Khonshu e que tudo é criação da cabeça de Spector.

Nenhum desses heróis está de fato ao lado do Cavaleiro da Lua (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

E essa não é uma dúvida vazia. Algumas histórias mais recentes do Cavaleiro da Lua, por exemplo, o colocam atuando ao lado do Homem-Aranha, Capitão América e Wolverine para, de repente, ser revelado que eles nunca estiveram ali e que foi tudo criação da mente doentia do personagem, que alucinou achando que os figurões da Marvel estavam o ajudando em algumas missões urbanas. Em outros momentos, ele passa a acreditar que é esses heróis.

O mundo sombrio da Marvel

Além disso tudo, o Cavaleiro da Lua é um personagem bastante peculiar por estar sempre transitando entre núcleos dentro das histórias da Marvel. Como dito, ele surge nesse contexto mais sobrenatural e, depois de um tempo, passa a agir mais como um vigilante tradicional, atuando mais em histórias mais urbanas.

Embora tenha virado um herói mais urbano, Cavaleiro da Lua nunca deixou o lado sobrenatural (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Contudo, a sua relação com Khonshu nunca o tirou por completo do mundo fantástico — e, por isso mesmo ele já fez parte de grupos como os Filhos da Meia-Noite, um grupo de heróis da Marvel que lidam com essa questão mais mística. Entre os membros do time estava ninguém menos do que Blade, que também vai ganhar um filme no MCU em breve.

A gente não sabe ainda qual será a vertente que a nova série vai adotar, mas algumas cenas do trailer já dão algumas dicas em relação a isso. Além do traje que toma forma quase como um simbionte, há uma cena em que vemos o Cavaleiro da Lua socando alguma criatura que parece ser um lobisomem no chão de um banheiro, indicando que devemos mesmo ter alguma exploração desses elementos sobrenaturais na série — ou o herói pode estar apenas alucinando, o que é uma possibilidade bem plausível.

O que esperar da série

O trailer divulgado pelo Marvel Studios serviu muito mais para apresentar o personagem do que para mostrar o que a série vai apresentar. Vemos toda a instabilidade mental do personagem sendo muito bem trabalhada pelo ator Oscar Isaac, que apresenta pelo menos três personalidades diferentes nos rápidos trechos exibidos. Aliás, ele cita nominalmente as identidades de Steven Grant e Marc Spector, mostrando que essa raiz dos quadrinhos vai permanecer intacta.

Primeira arte promocional foca mais no símbolo do que no herói (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Além disso, a série parece que vai mostrar que a mente do protagonista não é confiável, brincando a todo instante com o espectador entre o que é real e o que é alucinação do herói. Isso fica bem claro quando a gente vê rapidamente a figura de Khonshu se aproximar de Spector no elevador para, no fim das contas, ser apenas uma idosa vizinha.

É claro que a divindade deve aparecer de fato em algum momento até para dar ao herói a persona de Cavaleiro da Lua e criar toda a sua motivação, mas o modo como isso vai ser apresentado é algo que difere de tudo aquilo que a gente viu no MCU, que sempre trouxe heróis muito mais estáveis e lineares. Nesse sentido, por mais desconhecido que seja, o Cavaleiro da Lua se destaca.

Isso faz com que a série já pareça ter um tom mais sombrio e pesado que contrasta muito com o próprio MCU. Enquanto todos os filmes e séries são muito mais limpos e até com essa pegada mais familiar, Cavaleiro da Lua parece ser mais sujo, pesado e até mesmo violento — lembrando, em certas medidas, com o universo da Marvel na Netflix. É claro que isso é apenas uma impressão inicial e que tudo pode mudar já no próximo trailer.

Cavaleiro da Lua está tão sombrio e enigmático quanto precisa ser (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Já em relação ao vilão, a Marvel parece ter apostado na liberdade de pegar alguém muito desconhecido. O ator Ethan Hawke vai viver Arthur Harrow, que não é absolutamente ninguém nos quadrinhos. Pelo que foi mostrado no trailer, ele parece ser algum tipo de líder de seita ou coisa parecida, enquanto a sua única aparição nos gibis foi em uma história do Cavaleiro da Lua em 1985 como um cientista que deu sequência em experimentos nazistas em pesquisas relacionadas à dor.

Assim, é bem possível que o MCU altere essa origem por completo e faça de Harrow algum tipo de cultista que conecte o Cavaleiro da Lua muito mais a esse mundo sobrenatural que o estúdio parece estar bem interessado em explorar.

Dessa forma, por mais desconhecido que seja o Cavaleiro da Lua para a maior parte dos fãs da Marvel nos cinemas e até nos quadrinhos, é inegável que o projeto já chega sendo muito promissor. E a boa notícia é que não vamos precisar esperar muito para conferir, já que a série estreia no próximo dia 30 de março.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.