Quando Ms. Marvel estreia no Disney+?

Quando Ms. Marvel estreia no Disney+?

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 16 de Maio de 2022 às 20h20
Marvel

O novo capítulo do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) já tem data para chegar — e com uma pegada bem diferente das últimas histórias que vimos no streaming e nos cinemas. Depois de Cavaleiro da Lua e Doutor Estranho no Multiverso da Loucura adotarem tons bem mais pesados em suas tramas, é a vez de Ms. Marvel trazer um tom mais leve para o mundo dos heróis.

Ms. Marvel estreia no Disney+ no dia 8 de junho com essa tônica mais adolescente que o primeiro trailer já deixou bem claro. E foi justamente essa abordagem mais teen que fez com que a personagem fosse um sucesso nos quadrinhos — a ponto de muita gente considerá-la o Homem-Aranha dos novos tempos — e que tem tudo para dar certo na nova série do MCU.

Quem é a Ms. Marvel?

Para entender todo esse apelo dos quadrinhos e como isso está sendo projetado para a nova série é preciso saber de quem estamos falando. Até porque o nome Ms. Marvel já existe nas HQs desde a década de 1976, mas foi somente com a chegada de Kamala Khan que ele ganhou o peso e a projeção que temos atualmente.

Por muito tempo, a heroína Ms. Marvel era Carol Danvers — que o MCU já nos apresentou como a Capitã Marvel. A personagem nunca foi muito expressiva na cronologia dos quadrinhos, servindo muito mais de coadjuvante dos Vingadores e dos próprios X-Men do que sendo realmente relevante. E isso só mudou em 2012, quando ela assumiu a patente de capitã e alçou voos maiores.

O visual da Ms. Marvel nos quadrinhos vai ser muito bem recriado no MCU (Imagem: Divulgação/Marvel Coomics)

Foi nesse ínterim que o título de Ms. Marvel ficou vago e surgiu a simpática Kamala Khan, uma jovem que era declaradamente fã de Carol Danvers e que um dia se descobre com poderes. Assim, como qualquer fangirl, ela abraça a persona de seu ídolo e decide seguir os mesmos passos.

Falando de forma resumida, assim, parece pouco interessante. Contudo, o que fez de Kamala uma personagem tão popular são justamente as camadas e os detalhes de sua construção, que a diferem bastante do que outros heróis adolescentes da Marvel ofereciam até então.

A começar pelo componente étnico. A garota é filha de imigrantes paquistaneses e se divide entre essa herança cultural e a vontade de ser um jovem comum do Jersey, onde as suas histórias se passam. E como as primeiras histórias eram escritas por uma mulher muçulmana, G. Willow Wilson, todos esses elementos foram muito bem costurados para dar uma personalidade muito divertida e diferente para a heroína, rodeada de coadjuvantes igualmente divertidos e em histórias que aproveitavam toda essa leveza para trazer algo único dentro dos gibis de heróis.

Personagem traz uma pegada adolescente que faz dela tão interessante quanto o Homem-Aranha (Imagem: Divulgação/Marvel Comics)

E é aí que está a grande comparação que muita gente faz com a gênese do Homem-Aranha. Assim como o Peter Parker clássico, Kamala também tem que dividir o seu tempo entre salvar o dia e atender as responsabilidades de sua família — e tudo isso enquanto tenta manter a sua identidade secreta. É a mesma dinâmica que fez gerações se identificarem com o Amigão da Vizinhança, mas em uma personagem bem mais ambientada ao século 21.

É nesse contexto que somos apresentados pela primeira vez a Kamala em All-New Marvel Now Point One #1. Em uma história de apenas oito páginas, vemos não só seu visual e alguns de seus poderes, mas também esse difícil equilíbrio de duas vidas e toda a carga étnica que ela já entrega de início.

Só que é em Ms. Marvel #1, de 2014, que tudo isso é melhor desenvolvido. A revista apresenta melhor a personalidade de Kamala como essa adolescente pressionada pela família e que só quer ser como as outras garotas da escola, mas que também carrega todas as estranhezas típicas de um nerd — a paixão por super-heróis, as referências a RPGs e filmes undergrounds.

Pode ter certeza: a Ms. Marvel vai se encontrar com a Capitã Marvel logo logo (Imagem: Divulgação/Marvel Comics)

Só que tudo isso muda quando ela descobre ser uma Inumana. Após entrar em contato com a nuvem terrígena — um componente que desperta poderes latentes nos membros dessa raça —, ela desperta habilidades transmorfas, ou seja, permitindo que ela altere a forma do seu corpo da forma que bem entender.

Ainda sem entender o que está acontecendo e precisando salvar outras pessoas envolvidas na confusão que tomou conta da sua cidade, o seu reflexo e admiração por Carol Danvers faz com que ela se transforme na Ms. Marvel clássica: loira, alta, olhos azuis e combatendo o crime de maiô. E é ainda nessa forma um tanto quanto confusa que ela percebe ser capaz de ficar gigante ou de mudar o tamanho de apenas alguns de seus membros, como braços e pernas.

Assim, depois de se aventurar mais algumas vezes fingindo ser a sua heroína do coração, ela decide assumir sua própria persona heróica e cria um uniforme quase artesanal — em mais um paralelo com o bom e velho Homem-Aranha. E é a partir disso que ela se assume como uma nova Ms. Marvel totalmente diferente da anterior e até visitada por Danvers em determinado momento para saber que bagunça é aquela.

Toda a fantasia adolescente já foi mostrada no trailer da série (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

A partir disso tudo, Kamala Khan conquistou seu lugar definitivo dentro do universo Marvel. Além de ter feito parte de sua própria equipe, os Campeões — formada por heróis adolescentes, como Miles Morales, Nova, a filha do Visão e um Ciclope do passado —, ela lutou ao lado de grandes medalhões, como o Wolverine, Homem-Aranha, Homem de Ferro e a própria Capitã Marvel.

O que esperar da série

Só que a estreia de Ms. Marvel no MCU vai ser um pouco diferente do que aquilo que os quadrinhos nos apresentaram há tão pouco tempo. Ainda que ela continue sendo essa adolescente fascinada pelo mundo de super-heróis e se equilibrando entre duas vidas como uma filha de imigrantes, os seus poderes foram alterados para a sua série.

Trailer já entregou como os poderes de Kamala vão funcionar (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

O grande ponto que já foi confirmado pelo trailer é que Kamala não ser essa transmorfa dos gibis, já que suas habilidades parecem estar muito mais ligadas à manipulação de energia do que essa maleabilidade corporal. Isso significa que o icônico socão da personagem que ela dá quando faz seu punho crescer vai ser substituído por uma grande mão de energia sendo disparada contra seus inimigos.

O porquê dessa alteração não foi revelada, mas a atriz que vive a personagem já disse não ter se importado com a mudança. De acordo com Iman Vellani, a grande preocupação dela e da própria série sempre foi se manter fiel à essência e à identidade de Kamala e que isso estará presente nos seis episódios que chegam ao Disney+ em algumas semanas. “Ela poderia disparar salsichas dos dedos, contanto que ela ainda tivesse sua jornada de autodescoberta”, afirma a atriz.

De qualquer forma, a curiosidade em torno de Ms. Marvel segue válido — uma vez que é justamente a sua identidade e personalidade que fizeram dela tão querida nos quadrinhos. Isso tudo pelo fato de a nova série do MCU ser uma possível porta de entrada para novos públicos para esse mundo de super-heróis. Afinal, depois de 14 anos de histórias, é sempre ótimo ver uma preocupação em recepcionar novos fãs e mostrar o quanto esses personagens podem ser variados e interessantes.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.