Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é o 4chan, o polêmico fórum tema de documentário da Netflix?

Por| Editado por Durval Ramos | 09 de Abril de 2024 às 21h05

Link copiado!

Netflix
Netflix

Apostando mais uma vez em produções baseadas em fatos reais, a Netflix traz o documentário A Rede Antissocial: Dos Memes ao Caos, que tenta explicar o que é e como surgiu o 4chan, fórum totalmente anônimo que foi berço tanto para muitos memes como também de campanhas de ódio, teorias da conspiração, pornografia infantil e ameaças à democracia. 

Com cunho investigativo, a obra mostra depoimentos de usuários e a consequência que as brincadeiras no fórum trouxeram para suas vidas. No entanto, para uma parcela enorme da população, o documentário da Netflix é o primeiro contato com aquele que muita gente trata como o esgoto da internet ou a porta de entrada para a deep web.

Continua após a publicidade

Criado em 2003 pelo, na época jovem de 15 anos, Christopher Poole, o 4chan surgiu como uma resposta estadunidense ao 2Chan, fórum japonês que tinha o objetivo de ser um espaço para as pessoas discutirem sobre quadrinhos, mangás e animes. O diferencial da plataforma era o anonimato — e é aí que as coisas começam a sair de controle.

Para fazer parte do fórum, o usuário não precisa se cadastrar, colocar e-mail ou se identificar de forma alguma. Isso favoreceu a criação de vários sub-fóruns (boards) com temáticas diversas, como /tv/, que discute filmes e séries, /o/ de automóveis, e /b/, onde é possível postar de quase tudo, incluindo pornografia.

Não demorou muito para que o 4chan se tornasse palco para várias polêmicas e trollagens. Escondidos pelo anonimato e pela facilidade de acessar a plataforma, os usuários passaram a extrapolar todos os limites possíveis. Uma delas aconteceu quando os usuários invadiram o YouTube e o rechearam de pornografia. Essa ação foi uma resposta ao fato da plataforma de vídeo ter derrubado o conteúdo de Luke Taylor, um menino de 8 anos fã de Mario Bros

O anonimato e a liberdade total oferecida pelo fórum é tão grande que não é de se estranhar que tenha sido lá que o grupo Anonymous tenha surgido. O grupo de hackers ciberativistas que já derrubou serviços de empresas como Sony e até ameaçou governos apareceu pela primeira vez nos boards do 4chan para invadir a página da Mastercard e de outras organizações financeiras.

As ações dos hackers organizados pelo fórum foram tão longe que até a senha do e-mail de Sarah Palin, ex-candidata à vice-presidente dos EUA, foi parar nos boards. O 4chan também foi acusado de promover debates sobre crimes, o que resultou em alguns massacres à escolas dos Estados Unidos em 2022. De acordo com o próprio trailer do documentários da Netflix, o que alimenta o 4chan é a raiva.

Continua após a publicidade

Quem é o dono do 4chan?

Depois de mais de 20 anos de criação, o fórum continua popular, com cerca de um milhão de postagens por dia, mas agora está nas mãos de outras pessoas. Em 2015, Poole anunciou que estava deixando as funções de administrador após 11 anos no cargo. Ele vendeu o 4chan para o japonês Hiroyuki Nishimura. Mais tarde, arquivos compartilhados pelo site Wired comprovaram a relação entre o 4chan e uma empresa japonesa chamada Good Smile Company, além de uma telecom do Japão.

Tempos mais tarde, alguns usuários criaram o 8chan/8kun, por acreditarem que o 4chan estava muito moderado. Lá, cada pessoa pode criar o conteúdo e board que quiser e a moderação é bem leve, barrando apenas pornografia infantil e prostituição. Ainda assim, alguns usuários conseguem adicionar esse conteúdo quando os moderadores estão dormindo. Outro “chan” que surgiu foi o 16Chan, um fórum que praticamente não aparece nas buscas do Google, só é acessado pela Dark Web e tem conteúdos ilegais e criminosos.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que tanto o 4chan quanto o 8Chan são considerados “clean web” e não são proibidos no Brasil.