Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Isaac Bardavid | 10 personagens e dublagens que marcaram a carreira do ator

Por| Editado por Jones Oliveira | 01 de Fevereiro de 2022 às 19h15

Link copiado!

Disney, Fox, Filmation
Disney, Fox, Filmation

Uma das vozes mais icônicas da dublagem brasileira se calou nesta terça-feira (1º). A morte do ator Isaac Bardavid aos 90 anos emocionou fãs de diferentes gerações. Praticamente todo brasileiro cresceu ouvindo a voz marcante e arranhada do dublador dando vida a algum personagem, seja em desenhos animados ou em filmes.

Bardavid tem em seu currículo diversos filmes, séries e novelas, incluindo alguns bem recentes. Só para citar algumas, ele participou de O Cravo e a Rosa, Salve Jorge, Totalmente Demais e da série Carcereiros, além de ter dado as caras em Sítio do Picapau Amarelo e em algumas novelas bíblicas.

Contudo, foi na dublagem que o artista realmente brilhou. Ao lado de Orlando Drummond, falecido em 2021, Bardavid era tido como uma lenda entre profissionais e o público. Tanto que, para muita gente, a voz de muitos personagens tem oficialmente o timbre mais arranhado que o ator adotou e não aquela vinda do idioma original.

Continua após a publicidade

Assim, para mostrar o quanto Isaac Bardavid era versátil e também lembrar seus principais trabalhos, o Canaltech presta esta singela homenagem a mais uma lenda que nos deu adeus.

10. Comissário Gordon

O clássico desenho do Batman marcou a infância de muita gente, principalmente por causa da imponente voz do herói. Contudo, o Homem-Morcego não era o único timbre de peso a aparecer na animação. Afinal, para trabalhar junto de um personagem tão marcante, somente alguém tão poderoso quanto. E é aí que entra o comissário Gordon de Bardavid.

Mesmo sendo alguém secundário dentro da trama, o policial sem poderes que sempre auxiliava o Cavaleiro das Trevas na luta contra o crime de Gotham ganhou todo um charme a mais graças à sua dublagem nacional. A voz mais arranhada do ator deu novas camadas ao comissário, fazendo dele esse veterano que está claramente cansado da violência da cidade.

E o casamento entre Bardavid e Gordon deu tão certo que ele passou a acompanhar o policial em outras produções, vindo desde o filme Batman: A Máscara do Fantasma e passando por todas as animações em que ele apareceu — incluindoLEGO Batman.

9. Philoctetes

Continua após a publicidade

A voz marcante de Isaac Bardavid sempre fez dele a escolha favorita dos diretores de dublagem na hora de escolher alguém para viver um personagem ranzinza e reclamão. Por isso mesmo o ator caiu como uma luva na hora de interpretar Philoctetes, o sátiro que treina Hércules para ser herói na clássica animação da Disney.

Além do seu timbre único, a interpretação mais exagerada que ele dá ao personagem é tão boa que se torna definitiva e marcante mesmo para quem não assiste ao desenho há anos. Faça o teste: feche os olhos e tente se lembrar do pequeno homem-bode praguejando contra os deuses e você certamente vai ouvir o nosso amado dublador gritando.

8. Capitão Haddock

Continua após a publicidade

O desenho do TinTim nunca foi muito popular em terras brasileiras, mas a geração mais velha que teve a oportunidade de acompanhar a animação não tem dúvidas: Isaac Bardavid nasceu para viver esse velho lobo do mar.

Assim como nos exemplos citados até aqui, a voz marcante do ator funcionou muito bem para dar vida ao velho capitão que perdeu o rumo de sua vida e que acompanha um jovem aventureiro pelo mundo. E aqui há um grande diferencial: enquanto Phil é um personagem que se mantém sempre dentro de um mesmo tom raivoso e Gordon é sinôninmo de seriedade, o Capitão Haddock é alguém que transita em diferentes camadas, já que vai do velho e ousado marujo até o derrotado e combalido idoso alcóolatra.

7. Robotnik

Continua após a publicidade

A voz inconfundível do ator foi muito bem utilizada para viver vilões. Por isso mesmo é até difícil imaginar Robotnik (ou Dr. Eggman, se preferir) sem Isaac Bardavid. Assim como no caso de Philoctetes, o jeito rabugento e às vezes exagerado se encaixa muito bem com o clássico inimigo do Sonic.

E aqui a gente vê o quanto o ator marcou diferentes gerações. Ele dublou o personagem pela primeira vez em 1993, na estreia do ouriço por aqui, e seguiu vivendo o cientista que quer transformar tudo em robô até 2017, quando a animação Sonic Boom chegou voltada para um público bem mais novo.

6. Obi-Wan Kenobi

Continua após a publicidade

Dentro da trilogia clássica de Star Wars, Obi-Wan Kenobi é sinônimo de Jedi. Embora tenha sido derrotado por Darth Vader em Uma Nova Esperança, ele se torna a referência do que esses guerreiros são capazes de fazer ao longo de todos os três filmes — e é óbvio que um personagem assim só poderia ser dublado por alguém como Bardavid.

E essa interpretação é memorável por uma série de razões. Primeiramente, ela foge bastante daquilo que a gente imagina do ator, que sempre foi lembrado por seus vilões e pelo uso de sua voz arranhada para trazer essa intensidade que os bandidos precisavam. Assim, com Obi-Wan, temos alguém muito mais plácido, mas ainda bastante característico.

Ao mesmo tempo, o timbre de Bardavid dá uma força e uma imponência ao Jedi para deixar claro que ele não é um idoso frágil perdido no meio do deserto de Tatooine, mas alguém que deve ser temido e respeitado.

Continua após a publicidade

5. Odin

Da mesma forma que aconteceu com Obi-Wan, o Odin do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) também se beneficiou bastante da voz de Bardavid. Não que Anthony Hopkins precise de qualquer ajuda, mas o dublador soube imprimir muito bem essa característica da voz original na localização brasileira.

Assim, por mais que o pai de Thor e Loki fosse sempre retratado como esse deus tão antigo quanto o próprio tempo — e que, em Ragnarok, está realmente fragilizado —, não há uma única alma viva que ouça aquele jeito mais arranhado de falar e duvide do poder do Pai de Todos. E isso fica ainda mais claro quando Bardavid usava toda a sua potência vocal para colocar o Deus do Trovão em seu devido lugar.

Continua após a publicidade

4. Tigrão

Muita gente vai lembrar de Bardavid pelos seus heróis ou mesmo pelos vilões que interpretou, mas não há como negar que uma das interpretações mais charmosas do ator foi justamente a de Tigrão, o amigo hiperativo do Ursinho Pooh.

Isso porque o personagem é tão fora do padrão do dublador que bastam alguns segundos ouvindo-o falar daquele jeito cantado e ritmado que você acaba apaixonado. E, ainda assim, as marcas do mestre continuam claramente presentes ali, mostrando o quanto ele é versátil e, ao mesmo tempo, inconfundível.

Continua após a publicidade

3. Freddy Krueger

De todos os monstros clássicos do cinema de terror, Freddy Krueger sempre foi um dos mais assustadores. Além do visual medonho e da ideia aterrorizante de matar as pessoas de dentro de seus sonhos, o personagem ganhou contornos ainda mais assustadores no Brasil graças à voz de Bardavid e à interpretação que ele deu ao homem das garras de metal.

Embora ele não tenha sido o único a viver o vilão por aqui, a sua versão foi uma das mais marcantes justamente pelo fato de a sua voz combinar muito bem com o personagem. Afinal, essa voz mais arranhada combina perfeitamente com aquilo que a gente espera da criatura.

Continua após a publicidade

2. Esqueleto

Enfim, chegamos a uma das dublagens mais marcantes e icônicas de toda a carreira de Isaac Bardavid. Por diversas vezes falamos o quanto o seu timbre de voz único serviu para dar personalidade aos heróis e vilões que ele interpretou, mas poucos foram tão marcantes quanto o Esqueleto, o inimigo do He-Man.

Continua após a publicidade

E aqui chama atenção que o ator usou sua marca registrada ao mesmo tempo em que muda completamente o seu jeito de falar. Não se trata apenas da voz arranhada e grave de Freddy Krueger e nem o tom mais exagerado de Philoctetes, mas algo completamente único. É uma voz esganiçada que, ao contrário do que possa parecer, não é ridícula em momento algum, mas marcante e até mesmo ameaçadora.

Só que o mais importante de tudo: impossível de reproduzir. Outros atores até tentaram viver o vilão em outras animações, mas ninguém jamais chegou perto de criar a mesma força que Bardavid entregou décadas atrás

1. Wolverine

É impossível falar de Isaac Bardavid sem falar do amor de sua vida: o Wolverine. De todos os personagens que o ator dublou ao longo de toda a sua carreira, o mutante da Marvel era o seu favorito e ele sempre fez questão de deixar isso muito claro — tanto que a sua aposentadoria do papel virou notícia em todo o país. Aliás, seu vídeo de despedida do personagem é bastante emocionante.

E o dublador se tornou tão icônico no papel de Logan que foi reverenciado pelo próprio Hugh Jackman quando o ator esteve no Brasil.

Só que há um detalhe muito importante nessa história toda: Bardavid vive o herói há bem mais tempo do que Jackman. Isso porque o dublador assumiu o papel ainda na clássica animação dos anos 1990 — quando foi chamado por aqui de Lobão no desenho do Homem-Aranha — e, com a chegada dos X-Men aos cinemas, ele passou a ser a voz oficial também de Hugh Jackman.

Então, de certo modo, a gente pode dizer que o ator australiano é a versão gringa do nosso lendário dublador.

E, agora que o Wolverine está de volta à Marvel e que até mesmo a animação de 1997 vai ganhar novos episódios no Disney+, não há palavras que possam descrever a falta que a voz de Isaac Bardavid vai fazer nessas produções.