Publicidade

Crítica | Aggretsuko traz reviravolta na vida da personagem em nova temporada

Por| 31 de Agosto de 2020 às 09h52

Link copiado!

Divulgação: Netflix
Divulgação: Netflix
Tudo sobre Netflix

Retsuko, a simpática panda-vermelho do anime Aggretsuko, está de volta em uma nova temporada na Netflix, enfrentando o fundo do poço ao mesmo tempo em que explora o seu talento. A animação japonesa, que estreou em 2018, conta a história de uma personagem que tem uma vida comum em um escritório, onde trabalha como contadora, e que precisa aprender a lidar com os problemas do dia a dia e um ambiente corporativo tóxico.

A série já está em sua terceira temporada na plataforma de streaming e, como já era de se esperar, a personagem continua enfrentando as adversidades da vida, mas mostra amadurecimento. Isso porque para chegar a um ponto da evolução em que descobrimos quem somos e como passar por cima dos empecilhos, muitas vezes é preciso experienciar traumas causados pela irresponsabilidade.

Continua após a publicidade

Atenção: esta crítica contém spoilers da terceira temporada de Aggretsuko!

No começo da temporada, Retsuko enfrenta um término um pouco traumático se viciando em um jogo de realidade virtual. No game, ela tem um namorado e brinca com simulações de encontros, como se realmente estivesse em um relacionamento com aquele personagem. No entanto, a diversão acaba trazendo um enorme problema para a sua vida, quando acaba gastando mais do que devia nessa brincadeira e se endivida.

Mais uma vez a série mostra que, apesar de os personagens serem todos animais diferentes, a trama é baseada em questões humanas, como o vício em si e o desprazer que a vida traz em vários períodos da vida. Como se nada pudesse piorar, Retsuko acaba batendo o carro alugado pela sua mãe para que ela a visitasse. O acidente aconteceu no estacionamento de um restaurante, e quem estava no outro carro é uma onça misteriosa chamada Hyodo, que imediatamente deixa claro que ela terá que pagar essa dívida.

Continua após a publicidade

O que Retsuko não imaginava, no entanto, era que essa batida mudaria a sua vida completamente. É quando a trama explora mais uma vez o grande talento da panda-vermelho de cantar death metal, elemento que faz parte do enredo principal da série. A contadora, quando se sente desgostosa com a vida, vai até um karaokê depois do trabalho e se esbalda nos vocais, descarregando todos os sentimentos ruins para voltar para casa e poder dormir em paz.

Para pagar a dívida, Hyodo pede que ela preste seus serviços de contabilidade para o grupo musical que gerencia: as OTMGirls, fazendo referência aos grupos de "idol" do Japão. Esses artistas são praticamente como o k-pop, contando com uma banda com pessoas com visual adolescente, fazendo música pop para o público mais jovem. Em meio a essa situação, vemos que Retsuko, talvez, finalmente tenha encontrado uma oportunidade de provar a sua vocação, uma vez que ela sempre esteve insatisfeita com o seu trabalho.

Continua após a publicidade

Então, a série mergulha no mundo dos idols mostrando não só como começa o caminho para o sucesso, com a banda ainda no "underground" no início da temporada, até as adversidades que a fama traz. Em paralelo, os personagens secundários, que tentam descobrir o que vem acontecendo com Retsuko, trazem momentos divertidos à temporada, sendo tão bem explorados quanto a protagonista.

Juntos, Feneko, Haida, Ms. Washimi e Gori criam um grupo perfeito e protagonizam os momentos mais divertidos e engraçados do anime. Tudo isso acontece por eles realmente se preocuparem com a colega de trabalho, que por mais que ela se sinta sozinha, ainda não sabe que pode contar com eles para o que precisar. Até mesmo o ex-namorado de Retsuko aparece eventualmente, Tadano, dando aquela forcinha para ajudar Haida a conquistar a panda-vermelho, por quem sempre foi apaixonado.

Continua após a publicidade

Depois de anos de sofrimento com a realidade da vida, Retsuko parece, finalmente, estar vivendo a melhor fase de sua vida quando acaba se tornando a vocalista das OTMGirls e compartilhando a sua poderosa voz com todo o Japão. Além disso, o seu planejamento teve grande influência no sucesso do grupo. Mas como a animação não foge da realidade do lado de cá, o sucesso também tem as suas consequências, e ainda que as da personagem tenham quase sido trágicas foi algo necessário para que ela evoluísse a cada vez mais.

Sendo perseguida e atacada por um stalker — e salva por Haida —, mais uma vez Retsuko enfrentou um choque de realidade e o sentimento de confusão voltou a controlar a sua vida. Assim como na vida real, foi preciso tomar uma decisão difícil de continuar com a vida pacata de contadora ou continuar enfrentando os problemas alcançados pela fama, o que pelo menos deixaria ela fazendo o que gosta.

Apesar da decisão e dos traumas, a personagem descobriu que é sim talentosa e que pode ser valorizada, só precisa deixar a insegurança do lado e aprender a se impor a cada vez mais, algo que Retsuko fez constantemente nesta temporada.

Continua após a publicidade

Aggretsuko está disponível em todas as três temporadas na Netflix.