E3 2019 | Final Fantasy 7 Remake e Vingadores são destaques da Square Enix

Por Rafael Rodrigues da Silva | 11 de Junho de 2019 às 09h37
Tudo sobre

Square Enix

Saiba tudo sobre Square Enix

Ver mais

Na noite desta segunda-feira(10), a Square Enix subiu ao palco para sua conferência pré-E3, e a apresentação foi uma montanha russa de emoções: ao mesmo tempo que ela teve grandes altos com momentos marcantes, também apresentou alguns baixos bem baixos, e em diversos momentos a apresentação pôde ser considerada tediosa.

Mas o ponto de maior clímax foi, claro, o que talvez era o jogo mais aguardado da E3 2019: o remake de Final Fantasy 7

Final Fantasy 7 Remake

A empresa iniciou os trabalhos com Final Fantasy 7 Remake, o jogo que desde que foi anunciado em 2015 é um dos mais aguardados pelos fãs de RPG de todo o mundo. A data de lançamento já não era uma novidade - a própria empresa já havia confirmado que o jogo sai em março de 2020 horas antes da apresentação —, então a expectativa era de que a empresa finalmente mostrasse elementos de gameplay do jogo — e ela não decepcionou.

Com a ajuda de Yoshinori Kitase e Tetsuya Nomura, a empresa mostrou detalhadamente como irá funcionar cada um dos elementos do combate de Final Fantasy 7 Remake, explicando como o jogo deverá agradar a todos os tipos de fãs da franquia Final Fantasy, pois poderá ser jogado totalmente em combate em tempo real (como no mais recente Final Fantasy XV) ou o jogador pode a todo momento pausar a luta e navegar por menus de ação caso seja fã dos combates mais clássicos da franquia.

A explicação pontual de cada um dos sistemas pôde ser vista funcionando de verdade com um extenso gameplay contra o Guard Scorpion, o primeiro boss do Final Fantasy 7 original. Na extensa luta mostrada, é possível ver como todos os novos elementos de combate poderão ser usados pelo jogador para criar uma experiência de batalha emocionante e visualmente surpreendente, que irá desafiar não apenas a coordenação, mas também o raciocínio do jogador, que deverá estar pronto para mudar de estratégia a cada nova fase da luta.

Após a batalha contra o Guard Scorpion, a empresa apresentou um novo vídeo, no qual pela primeira vez nos mostrou como será o visual de Tifa no remake, além de mostrar como a lutadora de artes marciais irá se portar nas batalhas. A apresentação terminou mostrando pela primeira vez Sephirot e Cloud se confrontando, e serviu para que qualquer fã do jogo original torça para que o dia 3 de março de 2020 chegue logo.

Leia mais: Final Fantasy VII Remake ganha trailers com Tifa, Aerith e gameplay

Marvel’s Avengers

Outro destaque da conferência foi a revelação oficial de Marvel’s Avengers, o tão aguardado jogo dos Vingadores. Desenvolvido pela Crystal Dinamics (mesma empresa responsável pelo reboot de Tomb Raider), foi possível ver que os Vingadores do jogo terão um visual bem diferente daquele que estamos acostumados a ver nos filmes da Marvel, o que acabou não agradando a muitos fãs.

Não foi mostrado muito em matéria de gameplay, mas a empresa confirmou algumas informações sobre ele: será um jogo cooperativo online para até quatro jogadores, mas que também pode ser jogado em modo single player, nas mesmos moldes de Destiny e Anthem. O jogo será lançado inicialmente com 5 personagens — Capitão América, Homem de Ferro, Hulk, Thor e Viúva Negra — e, ao longo dos meses, mais personagens, mapas e conteúdos serão adicionados ao jogo de forma gratuita. A empresa também confirmou que o jogo não terá nenhum tipo de sistema de loot boxes ou de microtransações pay to win, o que agradou bastante os fãs.

Marvel’s Avengers será lançado no dia 15 de maio de 2020 para PlayStation 4, Xbox One, Stadia e PC, e provavelmente ainda teremos mais informações sobre ele nos próximos meses.

Leia mais: Jogo dos Vingadores será aventura coop e chega ano que vem

Dying Light 2

Quem também foi destaque na conferência foi Dying Light 2, a sequência do título lançado em 2015 que mistura parkour e zumbis. O jogo já havia sido anunciado no domingo (9) durante a conferência da Microsoft, mas a Square usou seu tempo de palco para apresentar as primeiras imagens de gameplay do game que será lançado no começo de 2020.

Final Fantasy XIV Shadowbringers

Como Square é sinônimo de Final Fantasy, a empresa aproveitou o evento para mostrar um pouco mais de Shadowbringers, a próxima expansão de Final Fantasy XIV Online que será lançada em 2 de julho. A expansão trará mudanças significativas para o jogo, como novas raças e um novo sistema de profissões, e o trailer mostrado na E3 mostra algumas das novidades que os jogadores poderão esperar na nova expansão.

Outriders

A empresa também aproveitou a noite para falar de Outriders, jogo que está sendo produzido em parceria com a People Can Fly (Bulletstorm, Gears of War Judgement). De acordo com os desenvolvedores, o título será um shooter cooperativo em um mundo arruinado, onde o jogador poderá criar o seu próprio personagem e se juntar a até outros dois jogadores para aumentar suas chances de sobrevivência. Apesar de não ter mostrado nada em matéria de gameplay, os desenvolvedores revelaram que o jogo utilizará toda a experiência que adquiriram ao longo dos anos na indústria, e que podemos esperar uma ação cooperativa ao melhor estilo Gears of War.

Leia mais: Square Enix anuncia shooter Outriders em parceria com People Can Fly

Dragon Quest Builders 2

A Square também apresentou mais detalhes sobre Dragon Quest Builders 2, o seu jogo de construção em blocos baseada na franquia Dragon Quest. O game será uma sequência natural do primeiro jogo, trazendo os mesmos elementos dele de forma melhorada, permitindo que o jogador crie construções maiores e explore outros lugares que não eram possíveis no primeiro jogo, como o fundo dos oceanos.

Square Indies

A Square também trouxe alguns jogos de sua iniciativa Square Enix Collective, que auxilia na publicação de jogos de empresas independentes. O primeiro deles foi Circuit Superstars, um jogo de corrida com câmera isométrica (no mesmo estilo do clássico Rock and Roll Racing) que colocará diversas gerações de automóveis de corrida para disputar na pista para ver qual deles é o melhor. Além das corridas em si, o jogo também traz um certo elemento tático no gerenciamento das paradas no pit stop. O jogo ainda não possui data de lançamento e deve chegar em algum momento de 2020.

Outro indie apresentado foi Battalion 1944 Eastern Front, um jogo de tiro em primeiro pessoa que promete trazer de volta a sensação de jogos clássicos do gênero, como Medal of Honor e os primeiros Call of Duty. Logo depois do anúncio a Square revelou que o jogo já estava disponível para compra na Steam, e aqueles que o adquirirem ainda esta semana terão um desconto de 20%.

Remasters, spin-offs e DLCs

A Square também reservou a noite para fazer vários anúncios menores, mas que deverão agradar alguns fãs — principalmente aqueles que gostam de um JRPG. O mais inesperado desses anúncios com certeza foi o remaster de Final Fantasy VIII. O título era o único de todo o catálogo dos Final Fantasy mais antigos a nunca ter sido lançado para nenhum outro console, e chegará ainda em 2019 para PS4, Xbox One, Switch e PC.

Outro anúncio um tanto inesperado foi o de War of the Visions, um spin-off de Final Fantasy Brave Exvius que será lançado em algum momento de 2020 para dispositivos móveis e que terá um sistema de batalha ao estilo de um RPG tático de turno — como, por exemplo, Final Fantasy Tactics. O título é a primeira “sequência” de um jogo da Square originalmente desenvolvido para dispositivos móveis e mostra que a empresa está de olho neste mercado.

O que também foi um tanto inesperado foi o anúncio de uma versão ocidental de Romancing Saga 3 e de Saga Scarlet Grace Ambitious. Os jogos são de épocas bastante diferentes — Romancing Saga 3 é um título lançado em 1995 para o Super Nintendo, e Saga Scarlet foi lançado em 2017 para o Wii, Wii U e PS Vita —, mas até então eram exclusivos dos jogadores do Japão e pela primeira vez receberão uma tradução oficial para o inglês. Nenhum deles possuem data de lançamento, mas ambos deverão ser lançados ainda este ano para PS4, Xbox One, Switch, PC e dispositivos móveis.

Entre os anúncio menores que já eram aguardados pelos fãs, um deles foi a data de lançamento de Oninaki. O novo RPG da Tokyo Factory (I Am Setsuna, Lost Sphear) ganhou um trailer onde é possível ver a evolução gráfica do game e elementos de gameplay, além de uma data de lançamento: 22 de agosto de 2019 para PS4, Switch e PC.

Também foi anunciado Kingdom Hearts 3 Re:Mind, o primeiro DLC do RPG lançado no início deste ano. No trailer apresentado, podemos ver trechos de gameplay dos personagens Riku, Roxas e Aqua — todos que não eram jogáveis e tinham participações bem diminutas em Kingdom Hearts 3 —, mostrando que o DLC trará uma nova perspectiva da história do jogo ao invés de criar uma sequência para ela. O DLC ainda não possui uma data de lançamento definida, mas deve ser lançado no fim deste ano.

Outra pequena surpresa foi a revelação de que The Last Remnant Remaster está chegando para o Nintendo Switch. O jogo, lançado originalmente em 2009, já havia chegado ao PS4 no fim do ano passado, e já está disponível a partir desta segunda (10) também no Switch. The Last Remant mistura elementos de RPGs clássicos de turno como Final Fantasy com o de jogos de estratégia de tropas como Ogre Battle, e possui um dos sistemas de batalha mais diferentes já desenvolvidos pela Square.

Quem também apareceu foi Final Fantasy Crystal Chronicles Remastered. O jogo, que já havia sido confirmado para PS4 e Switch, também foi confirmado para dispositivos móveis durante a conferência. Ainda não há uma data de lançamento exata para ele, que deverá ser lançado entre o fim deste ano e o início de 2020.

Lembretes marotos

Mas nem só de novidades vive a Square Enix, e a empresa aproveitou a E3 para nos lembrar de alguns títulos que já haviam sido anunciados. O primeiro deles foi Life is Strange 2, lançado no início deste ano e que já teve três de seus cinco episódios lançados, e fez uma rápida aparição na E3 com um trailer bem rápido e sem muitas novidades.

Outro lembrete dado pela empresa foi o do lançamento da versão definitiva de Dragon Quest XI para o Switch, onde a única novidade é de que o game deverá ser lançado no segundo semestre deste ano.

A empresa também aproveitou o evento para lembrar que a versão para PC de OctopathTraveler já está disponível na Steam e que os fãs de Final Fantasy podem encontrar toda a trilha sonora de todos os jogos disponível na íntegra no Spotify.

De modo geral, a conferência da E3 não foi das mais animadoras, até porque tudo que a empresa mostrou pareceu meio sem graça depois da revelação em detalhes do remake de Final Fantasy 7, mas pelo menos desta vez não teve ninguém entrando no palco com um enorme chapéu de lua escondendo a cabeça, então pode-se considerar uma vitória e uma clara evolução do que ela já mostrou em anos anteriores.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.