AliExpress inaugura sua primeira loja física no Brasil

Por Felipe Ribeiro | 06 de Setembro de 2019 às 10h33
Tudo sobre

Alibaba

Saiba tudo sobre Alibaba

Ver mais

Parece que o e-commerce chinês está mesmo de olho no Brasil. Depois do Gearbest anunciar que instalou um depósito no país, foi a vez do AliExpress, site pertencente ao grupo Alibaba, maior varejista da China, dar um grande movimento de entrada por aqui com a abertura de uma loja física. A inauguração acontecerá nesta sexta-feira (6) no Shopping Mueller, em Curitiba.

O ponto de venda será no estilo "pop-up", ou seja, o consumidor vai à loja, efetua a compra online e o produto chegará à sua casa como se tivesse comprado pelo seu próprio computador ou celular. Este modelo será feito em parceria com a empresa de pagamentos Ebanx e funcionará por 30 dias como um piloto.

Segundo André Boaventura, sócio da Ebanx, a ideia da AliExpress é dar mais segurança aos consumidores brasileiros na hora de comprar pelo e-commerce chinês, já que há uma clara preocupação de que o produto, muitas vezes, não chegará.

Imagem: Ebanx

“O shopping dá uma sensação de segurança ao consumidor. Colocar um e-commerce chinês nesse local ajuda a mudar a percepção de que os produtos de lá não têm qualidade. Há muito produto bom e vamos permitir que o consumidor tenha essas garantias”, disse o executivo em entrevista à Folha de S.Paulo.

Como funcionará?

A loja física do AliExpress no Brasil funcionará de uma forma bem parecida com o que já acontece na China. Ela terá uma espécie de vitrine digital em um painel de 30 metros, onde também teremos produtos físicos. Como exemplos de itens expostos, estarão os smartphones da marca chinesa Xiaomi, o Xiaomi Mi 9 e Xiaomi Mi 8. Quando escolher o item a ser comprado, o consumidor escaneará o QR Code e finalizará a compra pelo seu smartphone.

Painel de LED na loha física da AliExpress/ Imagem: Ebanx

Nas vitrines virtuais, o consumidor também poderá navegar e saber mais sobre outros produtos de tecnologia chinesa comercializados no site, como smartwatches, fones de ouvido e drones. Serão exibidos, nessas vitrines virtuais, os relógios Amazfit GTR e Amazfit Bip; os fones de ouvido sem fio Bluedio Hi e Bluedio v2; o drone DJI Mavic 2; a câmera filmadora Eken h6s; os celulares OnePlus 7 Pro, Remdi 8 Pro, Umidigi X e Umidigi A5 Pro; e os estabilizadores de câmera Zhiyun Crane 2 e Zhiyun Smooth 4.

A capital paranaense foi escolhida porque é a sede da Ebanx, que processa os pagamentos do AliExpress e de 150 marcas chinesas de e-commerce, além de Spotify e Airbnb.

Fonte: Folha

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.