SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

O Exorcista foi um filme amaldiçoado? Conheça as histórias bizarras

Por| Editado por Jones Oliveira | 15 de Outubro de 2022 às 19h00

Link copiado!

Warner Bros. Entertainment
Warner Bros. Entertainment

O Exorcista foi, e ainda é, uma das produções de terror mais famosas de todos os tempos. Lançado em 1973, ele fez parte de uma leva de filmes do gênero que se tornaram clássico com o passar dos anos. Mas, além da sua trama macabra, outro fator contribuiu para que o longa fizesse sucesso: o boato de que havia uma maldição sobre o filme. Algo que nunca foi confirmado.

A verdade é que a trama utiliza do sobrenatural para causar terror e medo no espectador, e tal fato ganhou mais repercussão do que deveria. Em O Exorcista, acompanhamos a história da jovem de 12 anos, Regan McNeil, que, após brincar com um tabuleiro Ouija, entra em contato com o demônio Pazuzu. A mãe da menina nota seu comportamento estranho e chama dois padres para fazer um perigoso exorcismo na garota.

Continua após a publicidade

Essa premissa já era assustadora o suficiente para causar medo no público, mas alguns eventos externos começaram a chamar atenção, como o fato de todo o set ser incendiado e apenas o quarto de Regan ficar intacto. Além disso, uma sucessão de mortes do elenco e de seus familiares despertou a paranóia das pessoas.

O personagem de Jack MacGowran, por exemplo, é o primeiro a morrer no filme, e uma semana após gravar a cena o ator morreu de pneumonia. Além dele, um segurança, um funcionário de efeitos especiais e o avô de Linda Blair (que deu vida à protagonista) também morreram.

A responsabilidade do diretor

Continua após a publicidade

É claro que nem tudo pode ficar na conta do sobrenatural, e o diretor William Friedkin teve grande responsabilidade em situações bizarras que aconteceram no set de gravação de O Exorcista. Famoso por seu comportamento antiético, seus métodos de direção eram, no mínimo, peculiares e desrespeitosos com os atores.

Ele tinha o hábito de andar armado e, em uma determinada cena, por não estar satisfeito com a performance de Jason Miller como o padre Karras, sacou a arma e deu um tiro para o alto a fim de assustá-lo. A reação do ator foi de pânico, exatamente como Friedkin queria, e ele acabou usando essa tomada no longa.

Outro absurdo relatado foi o fato de Blair e Ellen Burstyn (que interpretou a mãe de Regan) saírem machucadas das gravações devido ao uso de equipamentos de efeitos especiais defeituosos.

Continua após a publicidade

Apesar de Ellen falar que já estava machucada pelos cabos, o diretor pediu que repetissem a cena e que os cabos fossem puxados com mais força ainda. Resultado: a atriz caiu e machucou as costas e o cóccix. Sua reação genuína de dor foi usada na versão final do filme

A histeria do público

O público também teve uma parcela de culpa nos desdobramentos de O Exorcista. Bom, na verdade não todo o público e sim uma parcela de pessoas que foram contratadas para desmaiarem e vomitarem nos cinemas, causando um caos e colaborando para que o filme ganhasse cada vez mais a fama de amaldiçoado.

Continua após a publicidade

Esse fato, é claro, não passou de uma jogada de marketing e contribuiu para que o filme estivesse sendo falado por todos, desde a Academia até a Igreja Católica. Quanto mais pessoas comentavam, mais pessoas queriam asssisti-lo. O resultado foi uma bilheteria de mais de US$ 400 milhões (aproximadamente R$ 2 bilhões na cotação atual).

Todos os fatos tinham explicação?

A realidade é que alguns acontecimentos aparentemente sem explicação na verdade tinham uma razão de ser. O Exorcista demorou nove meses para ser gravado e lançado e, nesse tempo, uma epidemia de gripe atingiu Londres, causando a morte do ator Jack MacGowran de pneumonia. Já a atriz Vasiliki Maliaros, que interpretou a mãe do padre Damien Karras, já tinha 90 anos e infelizmente faleceu também.

Continua após a publicidade

No entanto, outras situações ficam por conta do acaso (ou da maldição, como acreditam os mais supersticiosos). É o caso do carpinteiro que cortou o dedão do pé e do outro assistente que perdeu o polegar, além da esposa de um dos assistentes de câmera ter sofrido um aborto espontâneo.

Amaldiçoado ou não, o fato é que O Exorcista continua fazendo sucesso e mantendo seu posto de um dos melhores filmes de terror de todos os tempos. Agora, a história irá ganhar uma nova roupagem com David Gordon Green, o mesmo diretor responsável pela trilogia Halloween. Resta saber se Green conseguirá fazer uma saga de sucesso assim como a original.

Enquanto aguarda os novos longas, você pode assistir O Exorcista na HBO Max e Apple TV.