Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Duna vai ter um terceiro filme?

Por| Editado por Durval Ramos | 29 de Fevereiro de 2024 às 16h12

Link copiado!

Reprodução/Warner Bros.
Reprodução/Warner Bros.

Dunafoi lançado quase que como uma aposta da Legendary Pictures e da Warner Bros, já que com um orçamento beirando a casa dos US$ 200 milhões, adaptar apenas metade do primeiro livro parecia algo arriscado. O sucesso do filme fez com que o estúdio aprovasse a sua sequência, que cobre a segunda metade do livro e chega aos cinemas dia 29 de fevereiro de 2024.

Mas Duna: Parte 2, ao adaptar o texto original de Frank Herbert, também segue os passos do autor, deixando em aberto o futuro da história, e principalmente o de Paul Atreides, personagem principal interpretado por Timothée Chalamet. Com isso em mente, já vem a pergunta se Duna terá um terceiro filme ou se ficaremos apenas na vontade.

Continua após a publicidade

Duna terá ou não um terceiro filme?

Considerando que a segunda parte foi aprovada após o lançamento do primeiro filme, a resposta para essa pergunta, até o momento, é “talvez”. Em dezembro de 2023, Denis Villeneuve (Blade Runner 2049) participou de uma coletiva de divulgação de Duna: Parte 2 na Coreia do Sul e foi questionado sobre a possibilidade de um terceiro longa.

O diretor já havia comentado anteriormente que um sonho seu era dirigir uma trilogia de Duna, com os dois primeiros filmes adaptando o livro original, e uma terceira adaptação girando em torno de O Messias de Duna, volume que completa a história de Paul Atreides.

Respondendo a jornalistas, Villeneuve disse que o roteiro de O Messias de Duna já está sendo escrito e muito próximo de ser concluído, já que ele ainda precisaria revisar e trabalhar em algumas partes.

Enquanto a vontade de partir para a conclusão da trilogia parece existir com força para o diretor, ele deseja fazer outro filme antes. Durante a coletiva, ele comentou como quase não parou de trabalhar nos dois filmes de Duna entre suas produções e gostaria de ter um respiro antes de um possível terceiro capítulo.

Possível porque a Warner Bros ainda não se pronunciou sobre mais uma sequência da história, provavelmente aguardando os resultados nas bilheterias mundiais antes de tomar uma decisão. O primeiro Duna faturou US$ 402 milhões de dólares em 2021, o que foi impressionante, já que foi lançado simultaneamente nos cinemas e na HBO Max em um período em que o mundo ainda estava reaprendendo a voltar aos cinemas depois da pandemia de covid-19.

Continua após a publicidade

Qual seria a história do terceiro filme?

Como dito, esse eventual Duna: Parte 3 seria baseado não mais no primeiro livre de Frank Herbert, como aconteceu com os dois filmes já lançados, mas em sua sequência. A obra lançada em 1969, quatro anos após o primeiro volume, é chamada O Messias de Duna e é focada justamente na figura de Paul Atreides após ele assumir de vez esse papel messiânico em Arrakis. Mais do que isso, já coloca o rapaz no posto de imperador de toda a galáxia — ou seja, exatamente no ponto em que Duna: Parte 2 acaba.

O livro começa sua história 12 anos desde que o herói ascendeu ao trono, virando essa mistura de chefe político e religioso. Agora líder do maior império da história da humanidade, ele transformou Arrakis no seu principal planeta, enquanto os Fremen viajam pelo universo levando a palavra do Messias e massacrando bilhões em sua Guerra Santa. Isso tudo é importante, pois dá continuidade àquilo que o segundo filme trabalhou, ou seja, mostra na prática os efeitos dessa mistura de política e fé que o próprio Paul temia.

Continua após a publicidade

É a partir disso que vemos o agora Imperador Atreides percebendo que muitas das suas visões de futuro se tornaram realidade — principalmente as mais pessimistas e que um dia tiraram seu sono. Assim, ele precisa tomar uma decisão em relação aos rumos dessa guerra ao mesmo tempo em que as disputas de poder se intensificam nos bastidores do Império.

Tudo isso é bem interessante e que funciona muito bem em um terceiro filme, pois são temáticas que dão fechamento a tudo o que foi mostrado nas duas primeiras partes. As principais críticas que Duna recebeu até agora é justamente sobre como os longas parecem não fechar suas temáticas e, levando em conta o modo como Denis Villeneuve construiu essa narrativa e as temáticas que O Messias de Duna apresenta, fica bem claro que a ideia sempre foi trabalhar essa trilogia mesmo.