Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Até que altura insetos podem voar?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 20 de Outubro de 2022 às 16h34

Link copiado!

King_satriaru/Envato
King_satriaru/Envato

A altura máxima que um inseto pode voar depende de inúmeros fatores, como as habilidades de sua espécie e as condições meteorológicas do dia. Por exemplo, existem registros de invertebrados voando em altitudes superiores a 4 km, como os zangões do gênero Bombus. Em situações bastante atípicas, chegaram a ultrapassar a altura de 5,6 km. No entanto, esta não costuma ser a regra para a maioria das espécies.

De forma geral, “podemos capturar insetos a 1,5 km ou 1,8 km de altitude”, explica Phil Pellitteri, pesquisador da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos. Vale lembrar que, para os invertebrados, "o vento exerce grande impacto no movimento dos insetos, e é difícil saber se eles estão voando ou à deriva”, acrescenta.

Pode parecer curioso, mas alguns insetos — mesmo com asas — aproveitam tempestades para se deslocarem por grandes distâncias e chegam nas alturas, como pulgões. "Geralmente, [eles] chegam depois que uma grande tempestade passa”, afirma Pellitteri.

Continua após a publicidade

Insetos podem voar mais alto que o Monte Everest?

Publicado na revista científica Biology Letters, um artigo feito por pesquisadores da Universidade da Califórnia buscou formas de calcular qual atitude máxima um zangão da espécie Bombus impetuosus poderia chegar.

No estudo de 2014, os cientistas afirmam ter descoberto que "os indivíduos da espécie possuem reservas aerodinâmicas substanciais e podem sustentar o voo pairado, sob hipobaria [baixa pressão], em altitudes superiores a 9 km, ou seja, mais altas que o Monte Everest".

Continua após a publicidade

Para chegar a esta conclusão, os autores do estudo liberaram os zangões ambientes que simulavam a pressão encontrada em ambientes com mais de 8 km de altitude. Inclusive, dois espécimes superaram esta pressão e voaram em pressões de ar correspondentes a altitudes superiores ao pico do Monte Everest — ponto considerado o mais alto da Terra.

Embora o feito extraordinário dos zangões seja possível em laboratório, muito dificilmente ele poderia ser repetido em um ambiente natural. Antes de chegarem a esta altura, os insetos terminariam congelados e despencariam de volta ao solo.

O que limita a altura do voo dos insetos?

Para entender, existem três principais fatores que limitam a altitude que os insetos podem voar:

Continua após a publicidade
  • Densidade do ar;
  • Temperatura;
  • Disponibilidade de oxigênio — sim, insetos respiram, mesmo que não tenham pulmões.

Quanto mais acima do nível do mar estamos, mais a densidade e a pressão da atmosfera diminuem. Nestas condições, o ar vai se tornando rarefeito, o que reduz o impacto do movimento das asas do inseto. É como se as asas tivessem menos o que empurrar para baixo. Em paralelo, o invertebrado sofre com a dificuldade de obter ar para respirar. Por último, há a questão da temperatura que pode congelá-lo. Por tudo isso, insetos não chegam ao Monte Everest e permanecem em altitudes bem menos elevadas.

Fonte: Biology Letters e Universidade de Wisconsin-Madison