Publicidade

Omoda melhora acabamento de SUV híbrido para agradar Brasil

Por| Editado por Jones Oliveira | 08 de Fevereiro de 2024 às 13h10

Link copiado!

Felipe Ribeiro/Canaltech
Felipe Ribeiro/Canaltech

A Omoda e a Jaecoo, braços do Grupo Chery, não querem lançar seus carros eletrificados no Brasil antes de terem a certeza de que os produtos estão prontos para agradar o público, como fizeram os modelos da BYD e da GWM que chegaram por aqui.

Por conta disso, uma delas já está preparando mudanças no projeto interno da versão híbrida do Omoda 5, SUV coupé que será lançado por aqui também na variante 100% elétrica.

Continua após a publicidade

De acordo com apuração do Autoesporte, o acabamento interno da variante híbrida, oferecida em clínicas com consumidores e testes de jornalistas, tem materiais de pior qualidade do que o visto na versão elétrica. Esse ponto causou estranheza e recebeu críticas.

Por conta disso, a Omoda Jaecoo teria decidido incorporar melhorias ao acabamento da versão híbrida e, com isso, deixar as cabines o mais parecidas possível, especialmente no que diz respeito ao material usado nas portas.

Diferenças no acabamento das versões do Omoda 5

Continua após a publicidade

A atual versão híbrida do Omoda 5 tem telas digitais menores que as oferecidas na variante 100% elétrica. Além disso, oferece um console central diferente e o acabamento das portas em plástico rígido, ponto esse que acabou gerando a maior parte das críticas durante a clínica com clientes e jornalistas.

A variante totalmente elétrica, por sua vez, conta com painel de instrumentos e central multimídia maiores, painel mais rebuscado, console central plano e principalmente, com portas revestidas de material mais elegante e sensível ao toque.

Segundo o Autoesporte, a Omoda Jaecoo não informou exatamente qual ou quais serão as alterações no projeto de acabamento do Omoda 5 híbrido, mas a tendência é que apenas as portas recebam maior atenção, já que a inclusão das telas maiores para o painel de instrumentos e para a central multimídia demandariam de um tempo maior.

Continua após a publicidade

A intenção da marca é lançar o SUV coupé no mercado brasileiro no fim do primeiro semestre de 2024, com preços girando entre R$ 170 mil e R$ 230 mil, dependendo da versão escolhida pelo cliente.

Fonte: Autoesporte