Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

O que é uma lanterna pirotécnica?

Por| Editado por Jones Oliveira | 16 de Novembro de 2023 às 14h55

Link copiado!

Dmitry Limonov/Unsplash/CC
Dmitry Limonov/Unsplash/CC

Depois do gel antirradar, da placa delete e da placa camaleão, mais uma novidade importada começa a chegar ao Brasil e promete causar muita confusão em quem resolver incorporá-la aos seus carros: a lanterna pirotécnica.

Ela consiste em acrescentar fitas com lâmpadas de LED na lanterna para transformar as luzes traseiras do carro em animações, que são controladas por um aplicativo desenvolvido pela BlueGhozt. O resultado se assemelha a fogos de artifício ou luzes natalinas no lugar das lanternas tradicionais.

O responsável pela novidade é o empresário Thomás Henrique, proprietário da Firefly Custom Lights. Segundo ele, pelo menos por enquanto a lanterna pirotécnica não está à venda e vem sendo utilizada, em forma de testes, em um Volkswagen Up.

Continua após a publicidade

Como comprar uma laterna pirotécnica?

Em contato com a reportagem do Uol, Thomás revelou que pensa em comercializar a lanterna pirotécnica no futuro, mas ainda não sabe quanto a instalação custaria aos interessados em transformar as lanternas do carro em uma “festa ambulante”.

Segundo o empresário, o custo de instalação poderia variar entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, dependendo da quantidade de luzes e da complexidade do serviço, que também pode ser aplicado em faróis DRL, no brakelight e nas luzes de seta no retrovisor.

Continua após a publicidade

No site oficial da BlueGhozt, os módulos custam entre US$ 119 e US$ 149, enquanto as fitas de LED saem a partir de US$ 50.

Lanterna pirotécnica é ilegal?

As imagens postadas por Thomás Henrique nas redes sociais da Firefly Custom Lights não deixam dúvidas sobre o quanto um carro com a lanterna pirotécnica fica chamativo e legal de ser olhado. Mas a lanterna pirotécnica está de acordo com a lei?

Continua após a publicidade

Segundo Marco Fabrício Vieira, advogado membro da Câmara Temática de Esforço Legal do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o uso o uso da lanterna pirotécnica pode gerar problemas para o condutor.

Vieira lembrou que, de acordo com o Artigo 11 da Resolução número 970/2022 do Contran, a substituição das lâmpadas originais do sistema de iluminação de um veículo ou a sinalização por tecnologia ou potentes diferentes só pode ocorrer se ela estiver “prevista em manual ou na literatura oficial do fabricante do veículo”, requisitos que a lanterna pirotécnica não cumpre.

Por conta disso, o uso do acessório é passível de multa e adição de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), conforme prevê o inciso VIII do artigo 230 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Continua após a publicidade

O texto diz que a troca ou adição de componentes do sistema de iluminação por equipamentos não-referendados é multa considerada grave, ou seja, passível de multa e pontos na carteira. Além disso, o texto prevê que o uso da lanterna pirotécnica pode causar a retenção do veículo até a sua regularização.

Por que a lanterna pirotécnica é perigosa?

A multa pelo uso de componentes do sistema de iluminação não-referendados por lei, como é o caso da lanterna pirotécnica, tem como principal razão a preocupação com a segurança.

Continua após a publicidade

Afinal, além de as lâmpadas utilizadas nas faixas de LED terem uma potência maior, o efeito estroboscópico causado pela sequência de luzes, também conhecido como flickering, causa desconforto, pode ser prejudicial à visão e causar dores de cabeça.

Esse tipo de efeito é igualmente prejudicial para pessoas que tenham histórico de crises convulsivas, pois é um dos gatilhos mais comuns para quem sofre com doenças como a epilepsia. Mais uma razão para passar longe da lanterna pirotécnica, não acham?

Fonte: Uol