Publicidade

Ford investe em tecnologia para fabricar nova geração da Ranger

Por| Editado por Jones Oliveira | 24 de Abril de 2023 às 11h42

Link copiado!

Felipe Ribeiro/ Canaltech
Felipe Ribeiro/ Canaltech
Tudo sobre Ford

A Ford investiu pesado em sua fábrica de Pacheco, nos arredores de Buenos Aires, na Argentina, para produzir a nova geração da Ford Ranger, sua picape média e um dos principais produtos da montadora à venda no continente. Foram US$ 660 milhões em melhorias de tecnologia, segurança e maquinário para fazer, segundo a empresa, a melhor Ranger de todos os tempos.

Não dá para dizer que a fábrica da Ford em Pacheco não era moderna. Mas, depois dos investimentos, a planta subiu de patamar e está apta, por assim dizer, para receber a nova geração da Ford Ranger, que promete ser a mais avançada e completa em todos os tempos.

Os testes na planta de Pacheco, aliás, já começaram e algumas unidades da nova Ranger foram produzidas. O Canaltech foi convidado pela Ford para ver de perto como está a fábrica e o que mudou, de fato. Mais do que conhecer o local, vimos os processos por trás desse veículo e como a indústria 4.0 está presente em meio aos maquinários, funcionários e picapes prontas.

Continua após a publicidade

Conectividade e processos

Segundo a Ford, a nova planta de Pacheco está mais conectada e integrada, fazendo com que os processos de fabricação da Ford Ranger estejam quase que 100% automatizados, característica principal da indústria 4.0. Além disso, com o investimento em tecnologia, as informações sobre cada uma das unidades montadas na planta pode ser acessada em tempo real.

"A palavra de ordem aqui é qualidade. A busca pela qualidade em todos os sentidos. A fábrica de Pacheco agora tem condições ainda melhores de fazer a melhor Ranger de todos os tempos. É um momento histórico para a Ford na região e estamos satisfeitos com o que vimos aqui", disse Rogélio Golfarb, vice-presidente da Ford para a América do Sul, em coletiva.
Continua após a publicidade

Por exemplo: se algum parafuso for mal colocado ou houver qualquer erro na montagem, todos os funcionários da linha de produção são notificados imediatamente e o próprio sistema faz a correção. Segundo a Ford, há o emprego de machine learning, o que torna a fabricação cada vez mais inteligente. São mais de mil câmeras e sensores espalhados pela fábrica para ajudar nesse processo.

Segundo a Ford, os empregos na planta foram mantidos, mesmo com o aumento da automação. Além disso, os funcionários foram treinados para que pudessem fazer parte desse processo de forma mais segura e completa. Foram mais de 40 mil horas de treinamento.

Aumento da produção em 70%

Continua após a publicidade

A planta de Pacheco vai produzir somente a nova Ranger, como acontece há algum tempo. Entretanto, os investimentos e melhorias na fábrica vão proporcionar não apenas a chegada de uma picape mais tecnológica, mas também do aumento da produção em 70%. A capacidade da fábrica será para fazer 110 mil picapes para a América do Sul, chegando gradualmente nesse número após o lançamento da nova geração da caminhonete.

Para chegar nesse nível, a Ford mudou os processos. Como falamos, ele está mais automatizado e conectado — além de renovável e mais agradável. A diferença para a parte nova da planta para a antiga é sentida não apenas nos equipamentos, mas também no ambiente, com mais luminosidade e climatização bem controlada.

Falando do maquinário, especificamente, foram instalados mais de 300 robôs na área de carrocerias. Essas máquinas realizam 95% dos pontos de solta de maneira automática. Na estamparia, as prensas agora são quatro vezes mais rápidas e suportam até 2.500 toneladas. Tudo é feito, como explicamos, de maneira automática e computadorizada, o que garante ainda mais precisão.

Continua após a publicidade

Com a picape quase pronta, ainda há um escaneamento 3D de todos os encaixes e um módulo capaz de testar os recursos eletrônicos da Ranger rapidamente, como os sensores dos pneus, alertas de colisão frontais e até a buzina. Durante nosso passeio na fábrica, era comum ouvir as buzinas soando a todo instante.

Quando a nova Ford Ranger começa a ser produzida em Pacheco?

Continua após a publicidade

Com lançamento programado para o segundo semestre, é possível que a fábrica de Pacheco comece a trabalhar exclusivamente na nova Ford Ranger na metade do ano. A ideia da montadora, conforme apuramos na visita, é de aumentar a produção anual de picapes nessa planta. Outros modelos como o Bronco ou a F-150 não estão programados para serem feitos por lá.