Jeep Renegade x Chevrolet Tracker: Qual é o melhor SUV?

Jeep Renegade x Chevrolet Tracker: Qual é o melhor SUV?

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 07 de Maio de 2022 às 09h30
Felipe Ribeiro/ Canaltech

Praticamente todos os SUVs lançados no Brasil após 2015 vieram na esteira de Jeep Renegade e Honda HR-V, sucessos absolutos em nosso mercado. Um desses modelos foi o Chevrolet Tracker, que, depois de duas gerações, finalmente parece ter emplacado no gosto dos consumidores e traz números de vendas muito bons.

O próprio Jeep Renegade precisou mudar muito para seguir na frente. A última atualização, lançada há alguns meses, trouxe o excelente motor 1.3 turbo da Stellantis ao SUV, que ficou muito mais ágil e capaz de brigar contra outros rivais turbinados, como o próprio Tracker, munido de um 1.2 turbo nessa geração.

Dois SUVs compactos extremamente equilibrados e bem equipados, mas você só pode levar um para casa. Qual seria? Com isso em mente, o Canaltech preparou um comparativo entre duas versões com preços parecidos: o Jeep Renegade Longitude 2022 e o Chevrolet Tracker Premier 2022.

Quem vence o comparativo entre Renegade e Tracker? (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Para chegar à conclusão de qual é o melhor SUV entre Renegade e Tracker, analisaremos os seguintes itens:

  • Design
  • Acabamento
  • Conforto
  • Desempenho
  • Conectividade
  • Segurança
  • Custo-Benefício

Já a pontuação será do seguinte modo:

  • Vitória: 3 Pontos
  • 2º lugar com pouca desvantagem: 2 pontos
  • 2º lugar absoluto: 1 ponto

1. Design

Ambos os SUVs são muito bonitos e agradam de maneiras bem diferentes — embora em um mesmo patamar. O Jeep Renegade traz consigo as históricas linhas da fabricante estadunidense, mais pensado no off-road, enquanto o Chevrolet Tracker tem um desenho que puxa mais para a modernidade e urbanismo.

Porém, em uma análise fria, o Jeep Renegade consegue passar mais a impressão de ser um SUV do que o Tracker, e isso não quer dizer que o modelo da Chevrolet não o faça. O jeito mais quadradão e parrudinho, somado à grade com as sete fendas são um conjunto vencedor.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos
O Jeep Renegade agora tem farois em LED em todas as versões (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

2. Acabamento

Por aqui, sem surpresas. Desde seu lançamento, o Jeep Renegade se colocou como um modelo com acabamento bem acima da média no segmento, rivalizando com o Honda HR-V. O Tracker, por sua vez, conseguiu piorar com relação à versão anterior, se parecendo muito com o irmão de empresa Chevrolet Onix.

No caso do Renegade, percebe-se um esmero maior da Jeep com os materiais, usando muito soft touch no painel e em parte das portas. Já o Tracker trabalha com texturas diferentes de plástico que não casam muito bem com a proposta do veículo e seu preço.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 1 ponto
O Renegade traz acabamento mais premium do que seu rival (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

3. Conforto

Ambos têm exatamente a mesma distância entre-eixos, com 2,57m, mas o Tracker é um pouco mais comprido, com 4,27m contra 4,26m do Renegade. Na cabine, tudo é muito bem parecido para quem tem mais de 1,80m: não sobra espaço, mas também não falta.

O que vai fazer a diferença por aqui é a suspensão, o que faz com que o Renegade supere seu rival. Isso acontece porque o SUV da Jeep trabalha com suspensão independente nas quatro rodas, enquanto o Tracker usa somente eixo de torção no conjunto traseiro.

Por isso o Jeep encara melhor as ruas esburacadas e passa uma sensação de maior conforto a bordo do que o rival, que busca aqui um ajuste mais voltado para a dirigibilidade.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos
Porte de Tracker e Renegade são semelhantes, mas o Jeep entrega mais conforto por causa da suspensão (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

4. Desempenho

Muito embora o Chevrolet Tracker tenha uma agilidade das melhores da categoria, o Jeep Renegade ficou muito mais ágil e potente com a chegada do propulsor 1.3 turbo de 185cv e 27,5 kgf/m de torque. Em nossos testes, seu 0 a 100 km/h foi de 8,9 segundos, bem menos do que os 9,4 segundos do rival da Chevrolet, que traz um 1.2 turbo de 133cv e 21,4 kgf/m.

Nem mesmo a considerável diferença de peso entre ambos (1.468kgs do Renegade contra 1.271kgs do Tracker) ajudou o SUV da GM nessa. Mesmo assim, ele se coloca como um dos mais ágeis e agradáveis do mercado.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos
Motor 1.3 turbo do Renegade lhe deu outra vida (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

5. Conectividade

Por aqui, empate absoluto. Apesar de o Jeep Renegade, com o Adventure Intelligence, contar com um sistema de recuperação veicular e monitoramento mais novo e até mais completo do que o My Chevrolet e o OnStar, em termos de equipamentos há muito equilíbrio e, portanto, não seria justo uma nota tão diferente entre eles.

Ambos os carros também contam com internet 4G a bordo e espelhamento de celulares sem fio.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • Chevrolet Tracker - 3 pontos
O Chevrolet Tracker foi o primeiro SUV compacto do Brasil a ter internet nativa (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

6. Segurança

A desvantagem tecnológica do Tracker no aspecto de serviços é suprida por um pacote de segurança ativa mais completo, com alerta de colisão, frenagem automática e o alerta de ponto cego. Há, também, o sistema de estacionamento semiautônomo, algo que o Renegade não tem.

Pelo lado da Jeep, não há o sensor de ponto cego, mas o SUV dispõe de leitor de placas de trânsito, freio a disco nas quatro rodas e sensor de fadiga. Ambos, porém, contam com seis airbags.

  • Vencedor: Chevrolet Tracker - 3 pontos
  • 2º lugar: Jeep Renegade - 2 pontos
O alerta de ponto cego faz muita diferença no trânsito (Imagem: Felipe Ribeir/Canaltech)

7. Custo-benefício

O Chevrolet Tracker é encontrado por R$ 144 mil, podendo chegar a R$ 148 mil com opcionais. Entretanto, aqui estamos falando de uma versão topo de gama, que traz mais mimos, como um teto solar panorâmico, por exemplo.

O Jeep Renegade em sua versão intermediária, a Longitude, sai por R$ 143 mil e conta com um pacote robusto de equipamentos. Com opcionais, pode chegar a R$ 150 mil.

Analisando friamente, a diferença de preço entre ambos aparece nas vantagens que teríamos na compra de um Jeep Renegade, já que estamos falando de mais desempenho e conforto, com recursos tecnológicos semelhantes. Nada que ofusque, porém, a competitividade do modelo da Chevrolet.

  • Vencedor: Jeep Renegade - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos

Jeep Renegade ou Chevrolet Tracker: qual vale mais a pena?

  1. Jeep Renegade: 20 pontos
  2. Chevrolet Tracker: 15 pontos

Apesar da boa diferença na pontuação, Jeep Renegade e Chevrolet Tracker são carros muito equilibrados e merecem demais a sua atenção na hora de escolher um SUV compacto.

O modelo da Jeep traz mais robustez, potência e esmero no acabamento, enquanto o SUV da Chevrolet apresenta um comportamento e estilo mais esportivos. Com bons equipamentos e muito seguros, ambos podem atender famílias e entusiastas.

E para você, qual vale mais a pena?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.