Nissan Kicks x Chevrolet Tracker: qual é o melhor?

Nissan Kicks x Chevrolet Tracker: qual é o melhor?

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 20 de Abril de 2022 às 09h00
Felipe Ribeiro/ Canaltech

O voraz mercado de SUVs está cada vez mais recheado de opções e as montadoras, se não lançam produtos completamente novos, aproveitam os já existentes para dar aquele banho de loja e garantir a sobrevida em suas respectivas linhas. O objetivo, claro, é angariar mais clientes e aumentar as vendas.

O comparativo de hoje traz dois carros extremamente competentes, mas que agradam de maneiras completamente diferentes: Chevrolet Tracker e Nissan Kicks. Aqui temos o confronto de um SUV turbinado e com apelo mais aventureiro contra um utilitário essencialmente urbano, mas com espaço interno acima da média no segmento.

O Tracker mudou completamente na atual geração, lançada em 2020, para ser mais competitivo, muito embora tenha perdido em termos de requinte e potência. Já o Kicks, que chegou bem antes, em 2016, é uma aposta segura para aqueles que buscam conforto e confiabilidade mecânica, mas que abrem mão de um desempenho apimentado.

Quem vence entre Nissan Kicks e Chevrolet Tracker? (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Para chegar à conclusão de qual é o melhor SUV entre Kicks e Tracker, avaliados em suas variantes topo de linha, analisaremos os seguintes itens:

  1. Design
  2. Acabamento
  3. Conforto
  4. Desempenho
  5. Conectividade
  6. Segurança
  7. Custo-Benefício

Já a pontuação será do seguinte modo:

  • Vitória: 3 Pontos
  • 2º lugar com pouca desvantagem: 2 pontos
  • 2º lugar absoluto: 1 ponto

1. Design

Se a disputa levasse em consideração o primeiro Nissan Kicks, o Tracker levaria essa. Mas, como estamos falando da versão reestilizada em 2021, o páreo fica mais complicado, com uma leve vantagem para o modelo japonês.

Mesmo ficando mais atraente na atual geração, o Tracker fica no meio do caminho entre um carro urbano e com apelo aventureiro, diferentemente do Kicks, que tem mais personalidade e parece mais bem resolvido.

Ambos são lindos, mas o Kicks leva essa.

  • Vitória: Nissan Kicks - 3 pontos
  • 2º Lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos
O Kicks ficou ainda mais belo na reestilização de 2021 (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

2. Acabamento

Por aqui não há segredo. Ao menos na versão Exclusive, o Nissan Kicks trabalha com materiais melhores do que o Chevrolet Tracker, que mais parece um "Onix melhorado". Isso fica evidente com a escolha do revestimento do painel e bancos, que parecem, de fato, bem melhores no SUV japonês.

  • Vitória: Nissan Kicks - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 1 ponto
Acabamento do Nissan Kicks usa texturas diferentes e partes em soft touch (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

3. Conforto

Algumas vezes as medidas até podem enganar, mas não é o caso do Nissan Kicks e do Chevrolet Tracker. Mais comprido (4,31m x 4,27m) e com maior entre-eixos (2,61m x 2,57m), o SUV japonês leva boa vantagem, principalmente quando pensamos na fileira traseira de bancos, que abriga três adultos sem problemas. Além disso, o porta-malas do Kicks é bem maior: são 432 litros contra 397 litros.

Já em termos de rodagem, percebemos que o Kicks tem um ajuste de suspensão mais voltado ao conforto, enquanto o Tracker proporciona um desempenho dinâmico mais interessante, com curvas mais "na mão". Por aqui, sem defeitos, apenas propostas diferentes, que são evidenciadas pelo desempenho, que falaremos mais adiante.

  • Vitória: Nissan Kicks - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 1 ponto
Famílias maiores se sentirão mais à vontade no Kicks (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

4. Desempenho

Os números novamente não mentem. Com seu ótimo motor 1.2 turbo de 133cv e e 21,4 kgf/m de torque, o Chevrolet Tracker ganha de lavada no confronto com o Kicks em termos de desempenho. Por aqui, claramente há uma diferença de conceitos e a óbvia constatação da idade dos projetos.

O motor 1.6 aspirado de 114cv e 15.,5 kgf/m de torque do Kicks é suficiente para o uso urbano, traz conforto e bons números de consumo, mas falta vigor em vários momentos. O 0 a 100 km/h é de 11,8 segundos, enquanto no Tracker ele é de 9,4s.

  • Vencedor: Chevrolet Tracker - 3 pontos
  • 2º lugar: Nissan Kicks - 1 ponto
O Chevrolet Tracker turbinado leva boa vantagem sobre o Kicks aspirado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

5. Conectividade

Por aqui, muito embora ambos os carros sejam bem tecnológicos, há uma clara vantagem para o Chevrolet Tracker por ser o único que possui conectividade com internet 4G nativa, além do sistema OnStar de proteção veicular e o My Chevrolet para monitoramento e funções remotas.

O Kicks é bem equipado no aspecto de tecnologia, mas falaremos mais disso adiante.

  • Vencedor: Chevrolet Tracker - 3 pontos
  • 2º lugar: Nissan Kicks - 1 pontos
O Chevrolet Tracker é um dos carros mais conectados do Brasil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

6. Segurança

Muito embora ambos sejam praticamente iguais em termos de itens de segurança ativa e passiva, o Nissan Kicks leva uma pequena vantagem por ter o Chassis Control, além de alguns itens que auxiliam em manobras, como a câmera 360º.

Com o Chassis Control, o carro fica mais "preso" em curvas e passa uma sensação de segurança maior, algo bem parecido com uma vetorização de torque. Além disso, a câmera 360º para manobras é mais útil, por exemplo, do que o Park Assist semiautônomo do Tracker.

Ambos, porém, têm alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência, controles de estabilidade e tração, alerta de ponto cego e alerta de tráfego cruzado. Em termos de segurança ativa, o Kicks acrescenta o sistema de permanência em faixa.

  • Vencedor: Nissan Kicks - 3 pontos
  • Chevrolet Tracker - 2 pontos
O Chassis Control é um dos diferenciais do Kicks (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

7. Custo-benefício

Com o enorme equilíbrio entre ambos, a decisão sobre o melhor custo-benefício vai mesmo para a ponta do lápis quando pensamos em preços. O Nissan Kicks, em sua versão Exclusive, sai por R$ 139.491, sem opcionais. Com todos os itens, pode chegar a R$ 145 mil.

Já o Chevrolet Tracker é encontrado por R$ 144 mil, podendo chegar a R$ 148 mil com opcionais. Sendo assim, leve vantagem para o Kicks.

  • Vencedor: Nissan Kicks - 3 pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker - 2 pontos
O Nissan Kicks apresenta uma das melhores relações custo-benefício do mercado (Imagem: Murilo Góes/ Nissan)

Nissan Kicks x Chevrolet Tracker: qual é o melhor?

  1. Nissan Kicks: 17 pontos
  2. Chevrolet Tracker: 14 pontos

Em nosso comparativo minucioso, o Nissan Kicks levou a melhor por uma pequena margem por ser mais bem acabado e confortável, além de ter um melhor conjunto em segurança. Isso, porém, não tira os méritos do Chevrolet Tracker, que é mais divertido de guiar, além de ser mais conectado.

E aí, qual desses SUVs você levaria para casa?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.