Os 5 melhores itens tecnológicos automotivos de 2019

Por Felipe Ribeiro | 31 de Dezembro de 2019 às 22h00
Matheus Argentoni/Canaltech

O carro é, sem dúvida, uma das paixões do brasileiro. E apesar da crise recente, o mercado tem buscado retomada e não para de investir em tecnologia para se aperfeiçoar e cada vez mais entregar produtos de qualidade e completamente conectados aos motoristas.

E como atualmente carros e tecnologia andam de mãos dadas, o Canaltech resolveu listar os melhores itens tecnológicos que viu nos carros que testou durante todo este ano de 2019, independentemente de preço, estilo, potência e tamanho.

Veja quais são os 5 melhores itens tecnológicos automotivos de 2019.

5. 1º motor híbrido flex do mundo (Toyota Corolla)

Lançado em setembro, o Toyota Corolla Hybrid é o primeiro carro híbrido flex do mundo. Desenvolvida pela Toyota do Brasil, essa motorização equipa (por enquanto) a versão topo de linha do sedã mais vendido do mundo e deve aparecer em outras praças em 2020.

Corolla 2020 é extremamente econômico (Imagem: Matheus Argentoni/Canaltech)

Com potência de 122cv e consumo médio na casa dos 14 km/l no álcool, o Corolla tem desempenho digno da sua categoria de automóvel, mas com consumo equivalente a uma moto. Na gasolina, ele chega a fazer 20km/l.

4. Direção elétrica progressiva (Fiat Argo HGT)

Tecnologia na direção de um carro? Tem, sim senhor. Todos os automóveis testados pelo Canaltech em 2019 possuem direção elétrica progressiva, mas cada montadora tem a sua calibragem e cada veículo tem sua necessidade de dirigibilidade.

Direção do Argo foi a mais precisa que testamos em 2019 (Foto: Matheus Argentoni/Canaltech)

Neste quesito, o carro que mais se destacou na proporcionalidade e na execução foi o Fiat Argo HGT, a versão topo de linha do hatchback compacto da montadora italiana. Tanto nas manobras quanto na condução em alta velocidade, a direção do Argo se mostrou a mais bem calibrada, dando ao motorista o conforto necessário em todas as situações.

Nas curvas, mesmo em baixa velocidade, o controle da direção a deixava mais "firme", passando ao condutor uma sensação de segurança maior. Já em manobras de estacionamento, ficava leve como uma pluma.

3. Sistema anticolisão (Ford Ranger)

A picape média Ford Ranger ganhou sua versão 2020, que foi muito recheada de itens tecnológicos. A montadora americana, para diferenciar ainda mais seu produto da concorrência, trouxe um sistema chamado de Advance Trac. Ele engloba uma série de itens de segurança altamente tecnológicos que são vistos somente em modelos superiores da marca e em outros carros de segmentos de alto padrão. Esse kit contém, além do controle de estabilidade e piloto automático adaptativo, um sistema de permanência em faixa, reconhecimento de sinais de trânsito, sistema anticapotamento, monitoramento da pressão dos pneus, controle de carga e reboque e o grande destaque: o assistente de frenagem autônoma.

A precisão do sistema anti-colisão da Ranger é perfeita (Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O recurso ativa todos os freios da picape eletronicamente caso o sistema identifique qualquer automóvel ou pedestre no caminho, parando o veículo totalmente caso esteja com velocidade de até 60km/h. Caso o motorista esteja mais rápido, o sistema também atuará, mas com menos eficácia. Ele pode ser desativado caso o software detecte que o condutor está sob total comando da direção e da frenagem. Durantes os testes, tivemos a oportunidade de vê-lo em ação e foi, digamos, interessante. O ideal é não precisar, claro, mas que ele funciona, funciona.

2. Motor elétrico (BMW i3)

Evidente que quando falamos de qualquer automóvel, o mais importante é como ele se comporta. Mas algo que as pessoas precisarão se acostumar no segmento dos elétricos é que eles são carros que focam na eficiência e economia energética, porém sem deixar de lado o desempenho. E isso o BMW i3 entrega demais.

O motor elétrico do BMW i3 é muito, mas muito divertido (Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech)

No teste feito pelo Canaltech em uma pequena pista anexa ao Autódromo de Interlagos, pudemos sentir não apenas o rodar suave e preciso do veículo, mas também sua potência. O motor elétrico do i3 é capaz de gerar 170cv e 25kgf/m de torque imediato. Ou seja, diferente de um carro à combustão, esse modelo elétrico leva a potência para as rodas assim que pisamos no acelerador. A sensação imediata é de estar em um carro com mais de 250cv.

Entre os elétricos que tivemos a chance de provar, o BMW i3 foi o que mais agradou em termos de motor.

1. Internet a bordo (Chevrolet Onix Plus)

As centrais multimídia estão cada vez melhores, mais completas e com mimos tecnológicos que tornam a vida do motorista e dos passageiros muito melhor. Mas a Chevrolet foi além e resolveu dar aos seus clientes a opção de ter uma internet nativa em seus carros; primeiro no Cruze e, depois, no Onix Plus, grande lançamento da montadora americana em 2019 aqui no Brasil e na América do Sul.

Onix Plus Premier é o único automóvel de sua categoria a ter Wi-Fi a bordo (Foto: Matheus Argentoni/Canaltech)

O serviço, que é oferecido em parceria com a Claro é capaz de suportar até seis smartphones com velocidade de conexão muito boa. Em nossos testes, foi possível assistir a filmes da Netflix ou vídeos grandes do YouTube sem o menor problema, tanto na cidade quanto na estrada. Essa conexão também permite que a GM atualize o carro over the air, ou seja, sem a necessidade de uma conexão externa ou com cabeamento.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.