Saber falar inglês pode dobrar o seu salário, afirma pesquisa

Divulgação

De R$ 7.265,31 para R$ 15.042,21. O que você faria se o seu salário mais do que dobrasse? Uma pesquisa realizada pela Catho, empresa de tecnologia que oferta vagas de emprego online, deixou muitas pessoas surpreendidas. Após analisar mais de 13 mil candidatos, o estudo revelou que quem fala inglês consegue dobrar o próprio salário.

Essa não é a primeira vez que uma pesquisa demonstra a urgência de se falar inglês, algo necessário em um mundo globalizado. De acordo com um levantamento da Infomoney, em menos de 10 anos, todas as vagas de emprego vão exigir inglês e os mais afetados serão os jovens adultos.

No infográfico criado pela Intercâmbio Direto, você entenderá um pouco melhor esse cenário:

Fonte: Intercâmbio Direto

Como você já deve ter percebido, o mercado de trabalho está muito competitivo. Cada vez mais são exigidos diferenciais no currículo de cada profissional. O que talvez você não saiba, é que existem algumas profissões em que ter o inglês não é mais um diferencial e sim uma exigência básica.

Na área de tecnologia, por exemplo, o inglês é pré requisito para a maioria das vagas, até mesmo para estagiários. Então, se você pretende evoluir nessa carreira, muito provavelmente terá uma grande limitação se não dominar esse idioma.

Milhares de vagas de TI não estão sendo preenchidas por falta de qualificação e não dominar o inglês pode contribuir para esse cenário. Entenda porque o inglês é tão necessário para quem trabalha com tecnologia:

Certificações

Ter certificações técnicas é essencial para o currículo do profissional de TI. A grande maioria delas está em inglês, e por não saber falar esse idioma, você pode demorar mais tempo para tirá-las ou simplesmente não conseguir, ficando para trás dos seus concorrentes.

Comunicação

Fazer relatórios, ler e responder e-mails, participar de videoconferências e eventos serão algumas das tarefas da rotina do profissional que vão exigir inglês. Não basta apenas saber ler ou escrever, será necessário participar ativamente, se comunicando, expondo ideias, raciocínios e tomando decisões.

Livros de informática

O melhor conteúdo disponível está em inglês. Quando livros e manuais são lançados, o profissional que espera por uma versão em português certamente ficará desatualizado e será ultrapassado por quem consegue ler e absorver o conteúdo em inglês.

Países que contratam profissionais de TI

Segundo dados da ICTC (Information & Communications Technology Council), Reino Unido, Estados Unidos e Canadá são os 3 países que mais contratam profissionais de tecnologia. As principais oportunidades são em gerenciamento de projetos, desenvolvimento de software, segurança da informação, análise e desenvolvimento de dados – JavaScript, HTML, Linux, Java, Python, entre outros. Essa é uma excelente oportunidade para quem busca uma experiência no exterior.

Qual a melhor forma de correr atrás do prejuízo?

Existem várias formas de aprender inglês. Algumas levam mais tempo do que outras. Escolas de idioma tradicionais, por exemplo, geralmente oferecem uma ou duas aulas por semana, de no máximo duas horas cada. O conteúdo é transmitido muito lentamente, o que faz com que a pessoa leve vários anos para avançar, tendo que arcar com mensalidades elevadas. Isso sem contar o transtorno de ter que se deslocar até a escola semanalmente.

Professores particulares são outra opção. Apesar deles darem total atenção a apenas um estudante, cobram caro por essa facilidade, fazendo com que essa opção seja ainda mais cara e inacessível para muitas pessoas, e ainda não tem apelo imersivo no idioma.

Estudar por conta própria através de livros ou aplicativos é uma opção complementar, mas é praticamente impossível se tornar fluente sem um acompanhamento maior ou sem praticar a conversação.

Para você que não tem tempo a perder, a forma mais recomendada por especialistas para aprender inglês é através de um intercâmbio no exterior. Os cursos possuem aula de segunda a sexta-feira com professores nativos. As aulas são muito dinâmicas e as escolas, na sua grande maioria, possuem estrutura de excelente qualidade, prontas para receber alunos de qualquer parte do mundo e faixa etária.

Isso sem contar a completa imersão no idioma. Em um intercâmbio, o estudante pode praticar o inglês fazendo atividades cotidianas, seja com moradores locais ou com colegas de outros países. Essa é uma excelente oportunidade para fazer networking.

Além disso, o intercâmbio é ideal para quem quer conhecer novos lugares, culturas e conhecer melhor a si próprio. O investimento traz retorno tanto no âmbito profissional e acadêmico como no pessoal.

Como escolher um programa de intercâmbio?

Um intercâmbio exige planejamento. Como todo grande passo, é necessário refletir e avaliar as melhores opções disponíveis.

Procure sempre a ajuda de um especialista em intercâmbio, para encurtar o caminho. Ele será responsável por te dar os direcionamentos necessários para seu intercâmbio ser um sucesso, adequando as suas expectativas ao propósito de sua viagem.

*Este artigo foi desenvolvido em parceria com a Intercâmbio Direto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.