Xiaomi monta “força-tarefa” para corrigir falhas do MIUI

Xiaomi monta “força-tarefa” para corrigir falhas do MIUI

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Junho de 2021 às 11h30
Matheus Bigogno/Canaltech

O MIUI, da chinesa Xiaomi, surgiu antes de a empresa começar a atuar no mercado de smartphones. Em 2010, a modificação do Android foi o primeiro produto da companhia, cujo objetivo era oferecer dezenas de recursos extras não presentes no sistema operacional original.

De lá para cá, essa skin passou por modificações e foi se adaptando à modernidade, porém ganhou fama de problemática nos últimos tempos, em razão dos bugs e de uma alegada falta de polimento. A Xiaomi está ciente dos problemas, tanto que abriu uma consulta pública para coletar sugestões e ouvir o feedback dos usuários no início do mês.

Equipe será encarregada de fazer aprimoramentos e correções no MIUI (Imagem: MIUI/Weibo)

Agora, os chineses anunciaram a criação do chamado MIUI Pioneer Team, uma equipe que vai reunir profissionais gabaritados para colocar em prática as correções demandadas pelos consumidores. Esse coletivo deve reunir vários membros seniores da equipe da Xiaomi para garantir a qualidade do produto, trazer otimizações de software e gerar melhorias na compatibilidade com os diferentes hardwares.

Embora o MIUI possua duas versões diferentes (uma global e outra para os chineses), a empresa garante que o trabalho será aplicável a ambas. Isso é fundamental porque o mercado da Xiaomi é bastante amplo no lado ocidental do planeta, fruto de uma estratégia de marketing agressiva e dos preços de venda mais baixos em comparação com os rivais.

Melhoria para se manter na ponta

O lançamento do HarmonyOS, da concorrente Huawei, pode ter acendido a luz amarela na Xiaomi, afinal trata-se de mais uma ameaça para os seus produtos e serviços. Hoje, ambas as empresas brigam pela dominância do mercado oriental e conseguem cada vez mais espaço na Europa e nas Américas.

Por outro lado, se a empresa conseguir conferir um desempenho de ponta para o MIUI, isso pode ajudar a expandir a base de clientes, atraindo pessoas receosas em migrar para um sistema operacional desconhecido. Sem contar que é uma atitude bastante positiva de afago aos usuários, além de valorizá-los no processo de coleta de sugestões.

Resta saber se essa equipe conseguirá ter o êxito esperado para colocar a modificação do Android de volta ao patamar de qualidade do qual ela não deveria ter saído jamais. Segundo rumores, o MIUI 13 pode ser anunciado ainda neste mês e já pode contar com novidades resultantes do trabalho desses profissionais. O Canaltech ficará de olho e trará todas as novidades em primeira mão para você.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.