WhatsApp Web vs. Telegram Web: qual é o melhor mensageiro para usar no PC?

Por André Lourenti Magalhães | 09 de Agosto de 2020 às 19h00
LoboStudioHamburg/Pixabay
Tudo sobre

Telegram

Saiba tudo sobre Telegram

Ver mais

WhatsApp e Telegram são dois dos principais aplicativos de troca de mensagens. Enquanto o WhatsApp destaca-se por ser amplamente utilizado em todo o país, o Telegram busca conquistar usuários oferecendo recursos que não estão presentes no concorrente. Há um fator em comum entre os dois: a presença de uma versão web, acessada pelo navegador.

Na versão para navegadores, os dois apps possuem seus recursos principais e vantagens. No entanto, qual é melhor? Veja, abaixo, um comparativo entre os dois mensageiros em aspectos principais como acesso, mensagens e layout. É importante ressaltar que a comparação envolve as versões Web, e não as disponíveis para desktop ou celulares.

WhatsApp Web vs. Telegram Web: formas de acesso

WhatsApp usa QR code para entrar na versão Web (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Para acessar os recursos do WhatsApp pelo navegador, é necessário utilizar o celular para escanear um QR Code. A sessão ativa fica armazenada no computador, e não é necessário repetir o processo de escaneamento. No entanto, para utilizar o WhatsApp Web, é necessário que o computador e o celular estejam conectados à internet.

Telegram usa uma forma mais simplificada para acesso (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O Telegram, por sua vez, permite utilizar a versão Web mesmo com o celular desconectado. O acesso é realizado através de um código enviado ao app. Depois do login, as conversas nãp são afetadas caso o aparelho móvel não possua conexão com a internet. Para maior proteção, há a possibilidade de criar uma senha.

Além disso, todos os conteúdos são armazenados em nuvem: dessa forma, é possível acessar o app por outro aparelho e ter acesso às mídias e mensagens.

WhatsApp Web vs. Telegram Web: layout

Telegram possui visual simples nos navegadores (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Ambas as plataformas apresentam uma visualização parecida: a lista de contatos e conversas fica localizada em um menu no canto esquerdo, enquanto as mensagens são exibidas em um espaço maior. O layout do Telegram é simples e não oferece opções de customização na versão Web.

WhatsApp Web permite alterar o papel de parede (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O WhatsApp Web possibilita a escolha entre os temas claro e escuro, assim como na versão mobile. Também disponibiliza a opção de alterar a cor do plano de fundo das conversas, com mais de 30 tons diferentes.

WhatsApp Web vs. Telegram Web: mensagens e recursos

O WhatsApp traz muitos recursos presentes no aplicativo. Além da troca de mensagens, é possível enviar e receber arquivos de mídia, enviar mensagens de voz, administrar grupos e contatos e até mesmo visualizar a aba "Status". O envio de figurinhas é uma grande ausência da versão para navegadores.

Figurinhas estão presentes no Telegram Web (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O Telegram Web incorpora recursos do aplicativo com maior profundidade. As figurinhas são sincronizadas, mensagens podem ser editadas e os bots de mensagens também marcam presença. A plataforma ainda permite o envio de arquivos com até 2GB de tamanho, contra 100MB no WhatsApp. Os arquivos são armazenados em nuvem e podem ser acessados posteriormente pelo celular - essa funcionalidade não está disponível no concorrente.

WhatsApp Web vs. Telegram Web: qual o melhor?

Os dois serviços possuem seus motivos de destaque. O Telegram Web apresenta uma lista maior de recursos do que o concorrente. O login é simplificado, não há a necessidade do celular estar conectado à internet e todo o conteúdo é armazenado em nuvem. O WhatsApp Web, por sua vez, é muito funcional e possui uma base de usuários maior: são dois bilhões de usuários contra 400 milhões no Telegram, de acordo com as divulgações mais recentes de cada uma das empresas.

Portanto, embora o Telegram Web possua um serviço mais completo, é importante usufruir das duas plataformas para atingir um número maior de pessoas. Cabe a cada usuário analisar qual deve ser o app principal de acordo com as próprias necessidades.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.