Spotify começa a exibir propagandas na playlist Radar de Novidades nos EUA

Spotify começa a exibir propagandas na playlist Radar de Novidades nos EUA

Por Alveni Lisboa | Editado por Renato Santino | 08 de Setembro de 2021 às 15h37
Reprodução/Spotify

O "Radar de Novidades" é uma das playlists mais famosas do Spotify porque traz os lançamentos dos artistas que você segue em primeira mão. O algoritmo atualiza a listagem toda sexta-feira com as principais músicas, sob medida para cada usuário. Justamente em razão dessa popularidade o Spotify pretende usá-la para ganhar algum dinheiro extra com anunciantes.

A ideia é que o Radar se junte às Descobertas da Semana e ao No Repeat como listagens com inserções de propagandas para marcas. O streaming de vídeos Disney+ deve ser a primeira companhia a inaugurar o serviço nos Estados Unidos ao promover o filme Happier Than Ever: A Love Letter To Los Angeles, com a estrela da música Billie Eilish.

Spotify terá propagandas no Radar de Novidades (Imagem: Reprodução/Spotify)

Essa novidade seria adicionada apenas para usuários gratuitos, com anúncios de áudio, vídeo e imagens que os direcionarão para a lista de reprodução promocional. Ao tocar a playlist, os perfis precisariam encarar as mensagens do patrocinador em intervalos comerciais ou pagar um plano premium para driblar o sistema.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A expectativa é que futuramente haja patrocínios de marcas relacionadas a jogos, automóveis, moda, tecnologia, provedores de serviços e vários outros, afinal o público do Spotify é bastante amplo.

O Radar seleciona músicas com base nos artistas que você acompanha (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Dados da plataforma mostraram que o Radar de Novidades tem uma audiência considerável na plataforma: são mais de 16 bilhões de reproduções no mundo inteiro desde o seu lançamento, em 2016. Ela é uma das três listas de reprodução personalizadas mais tocadas em praticamente todas as regiões do planeta, com uma média de idade entre 18 e 29 anos — mais de 50% dos ouvintes estão nessa categoria.

Os anúncios nesta playlist devem começar imediatamente na terra do Tio Sam, mas ainda não tem previsão de quando, ou mesmo se vão, chegar ao Brasil. Por aqui, já há anúncios em outras categorias e a expectativa é que isso se mantenha por enquanto.

Fonte: Spotify [1] e [2]

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.