Roku pode perder acesso ao app do YouTube a partir de dezembro

Roku pode perder acesso ao app do YouTube a partir de dezembro

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 22 de Outubro de 2021 às 12h47
Ivo/Canaltech

Donos de TVs ou dongles com sistema Roku podem logo ficar sem o app do YouTube, anunciou a empresa nesta quinta-feira (21). A empresa e o Google enfrentam um sério enrosco há meses, e a primeira vítima dessa briga foi o app YouTube TV, o braço da plataforma de streaming da Gigante das Pesquisas que oferece TV ao vivo e nunca foi oficialmente lançado no Brasil.

Usuários que já têm o aplicativo não serão afetados pela remoção, que deve acontecer no dia 9 de dezembro deste ano. A briga entre as companhias acontece devido ao impasse na renovação de acordos de distribuição: a Roku alega que o Google quer obter vantagem no mecanismo de busca do sistema e ter acesso a dados que nenhuma outra companhia tem.

Dispositivos Roku podem não ter mais acesso ao app do YouTube a partir de dezembro (Imagem: Ivo/Canaltech)

A gigante, porém, afirma que só quer renovar o contrato e se defende ao dizer que as acusações são “falsas e infundadas”. “Nossas conversas iniciais começaram com Roku simplesmente para renovar os termos atuais de seu contrato em andamento com o YouTube TV, que está em vigor há vários anos”, disse o Google em comunicado lançado em abril.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No mais recente anúncio, a Roku reitera que a questão “não é sobre dinheiro”, mas sobre permissões justas nos termos do acordo. “Na verdade, a Roku não ganha um único dólar com o serviço de compartilhamento de vídeos do YouTube atualmente, enquanto o Google ganha centenas de milhões de dólares com o app YouTube no Roku”, pontuou a empresa.

O fim do acordo atual entre as empresas acontece em dezembro, e por isso o app do YouTube será removido nesse período. É claro que ainda há tempo para conciliação, mas, conforme o tom elevado na discussão entre as duas companhias, parece improvável que um novo acordo aconteça por enquanto.

Derrota para os usuários

Os que mais sofrerão com a iminente perda serão os usuários do Roku, que logo não poderão mais baixar o app do YouTube na loja de aplicativos. Eventualmente, a ausência do app na plataforma também pode implicar na interrupção das atualizações, o que pode impedir que o programa funcione futuramente.

Sem o aplicativo, donos de sistemas Roku terão que apelar pela transmissão da tela do smartphone para assistir vídeos no YouTube, o que está longe do ideal para uma experiência com smart TV. No mais, aos usuários Roku, resta torcer para que as companhias encontrem um meio termo no acordo para que ele seja mantido.

Fonte: Roku, 9to5Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.