Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Opera é atualizado com ChatGPT e resumos de textos feitos por IA

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 22 de Março de 2023 às 10h14

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Opera)
(Imagem: Divulgação/Opera)

A Opera integrou duas soluções de inteligência artificial nos seus navegadores para desktop. O Opera tradicional receberá suporte ao ChatGPT e todas as suas vantagens, como responder a perguntas e executar tarefas solicitadas. Já o Opera GX, a versão gamer do programa, terá o ChatSonic presente.

Ambos os navegadores serão capazes de gerar pequenos resumos de textos de um site ou a partir de conteúdos inseridos no prompt. Os chatbots poderão resumir notícias, destrinchar artigos ou até explicar do que trata uma determinada página da Web.

Continua após a publicidade

Para quem trabalha com criação de conteúdo, o ChatGPT e o ChatSonic integrados ao Opera possibilitarão a criação de posts para redes sociais, textos para blogs ou histórias para você compartilhar. É preciso lembrar que as IAs costumam errar, então é preciso desconfiar de algumas informações.

Os recursos de IA serão desativados por padrão, por isso caberá ao usuário ativar manualmente nas configurações. Assim como no Edge, as ferramentas de chat ficarão alocadas na Barra Lateral do Opera e do Opera GX.

Suporte a geração de imagens

No caso do ChatSonic, os usuários também poderão gerar imagens e partir de entradas de texto graças ao suporte à tecnologia GPT-4. O ChatGPT ainda roda a versão GPT-3.5, porque a mais recente é apenas para assinantes do ChatGPT Plus, então não terá tal capacidade no Opera original.

Segundo a companhia, o conteúdo gerado por IA é um "divisor de águas" para a navegação na web. O objetivo é usar essas tecnologias para dar aos usuários mais possibilidades de navegação imersiva.

"A Opera está expandindo ativamente seu programa de IA para o AIGC para navegadores, notícias e produtos de jogos por meio de suas próprias soluções e parcerias novas e existentes”, explicou a diretora de produtos da Opera, Joanna Czajka.

As ferramentas de IA estão disponíveis apenas em acesso antecipado, portanto não será liberada para todos de imediato. A companhia planeja lançar mais recursos baseados em inteligência artificial no futuro, alimentados por um modelo próprio baseado na tecnologia GPT.

A Opera não é a primeira a apostar na adição do ChatGPT para a navegação na internet: o Edge foi o primeiro da categoria e colocou a Microsoft na vanguarda do segmento; o Brave também introduziu recursos similares na pesquisa e já pensa em trazê-lo para o navegador.